Segunda-feira, 11 de dezembro de 2017
:
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia | Energia | Espaço Datagro
Etanol | Fórum de Articulistas | Investing.com | Investing.com Internacionais | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Economia Aumentar a letra    Diminuir a letra
Governo apoiará produtor de milho com R$800 mi; visa sustentar preços  

20/04/2017 - O governo federal destinará 800 milhões de reais para mecanismos de apoio aos produtores de milho, na tentativa de garantir preços mínimos em um momento de excesso de oferta no Brasil que tem pressionado as cotações, informou o Ministério da Agricultura nesta quarta-feira

Em uma das medidas, o governo autorizou o lançamento de contrato de opção de venda para até 1 milhão de toneladas de milho produzido em Mato Grosso, em programa que deve dispor de 300 milhões de reais.

O volume indica um total menor que o informado anteriormente pelo ministro da Agricultura, Blairo Maggi, que chegou a dizer que o governo poderia realizar contratos de opção para cerca de 3 milhões a 4 milhões de toneladas de milho.

Mas o governo também vai adotar outros programas de apoio ao produtor, que demandarão 500 milhões de reais.

Por meio dos leilões de contratos de opção, que devem começar nas próximas semanas, segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), o governo pode recompor o seu estoque, ao mesmo tempo em que enxuga o mercado.

"As medidas foram adotadas dentro de um cenário no qual o estoque de passagem pode atingir a marca de 19,9 milhões de toneladas, um dos maiores já registrados", disse a Conab em nota nesta quarta-feira, lembrando que a produção do cereal na safra 2016/17 deve ter aumento de 37,5 por cento em relação à temporada anterior, chegando a um recorde de 91,4 milhões de toneladas.

Os preços do milho tiveram uma recuperação nos últimos dias, em meio a notícias de apoio do governo. Mas os valores ainda estão cerca de 40 por cento mais baixos na comparação com os registrados no mesmo período do ano passado.

Na semana passada, o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Neri Geller, disse à Reuters que o governo publicaria medidas de apoio ao setor nesta semana.

Na praça de Campinas MAZ-PIDX-BRL, o preço do milho fechou a quarta-feira a 28,46 reais/saca, segundo dados do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). O indicador do preço do cereal em Mato Grosso aponta atualmente para 19,60 reais/saca.

A operação a ser feita pela Conab fixa o preço de exercício em 17,87 reais/saca, com prazo em 15 de setembro, quando a oferta estará maior, diante da colheita grande safra.

Os leilões de contratos de opções, que podem ser exercidos se o preço interessar ao produtor, reforçam outras medidas já anunciadas pelo governo.

O ministério anunciou 500 milhões de reais para leilões de Prêmio Equalizador Pago ao Produtor Rural e/ou sua Cooperativa (Pepro) e o Prêmio para Escoamento do Produto (PEP) do milho em grãos das safras 2016/2017 e 2017.

Tais leilões, que garantem um subsídio para o transporte, por vezes são utilizados pelo setor para exportar o produto, algo que enxuga o mercado interno, mas que pode ser questionado por concorrentes brasileiros no exterior.

19/04/17
Gustavo Bonato e Roberto Samora

Fonte: Reuters
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
11/12/17 - AgRural eleva previsão de safra de soja 17/18 do Brasil, corta a de milho
  - Acordo entre Mercosul e UE é adiado de novo
  - Taxas futuras de juros recuam com cronograma para reforma da Previdência
  - IPCA para 2017 cai de 3,03% para 2,88%, aponta Focus
  - Petróleo opera em baixa, em meio a sinais de crescente produção nos EUA
  - Milho: Com proximidade do final do ano, negócios estão em ritmo lento
  - Soja: preços sobem com preocupação com o clima e demanda elevada
  - Perspectiva: Mercado de grãos deve ajustar posição antes de relatório do USDA
  - Plantio de grãos deve crescer 6% na região de Araçatuba
  - Açúcar e carnes devem impulsionar exportações brasileiras aos países árabes
08/12/17 - Em Chicago, milho esboça ligeira alta na manhã desta 6ª feira após desvalorizações recentes
  - Preços de soja e de milho reagem, e inflação sobe no atacado
07/12/17 - Em Chicago, milho dá continuidade ao movimento negativo e exibe leves quedas na manhã desta 5ª feira
06/12/17 - Atento ao clima na Argentina e no Sul do Brasil, milho testa leves altas em Chicago nesta 4ª feira
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Governo apoiará produtor de milho com R$800 mi; visa sustentar preços
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário:
 
Se não consegue ler a palavra, clique aqui.
Digite a palavra:
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa História
• Missão, Visão e Objetivos
• Medalha da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Apoio Cultural
• Contatos
Institucional

• Comitês de Gestão
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Agenda
• Aulas/Palestras
• Comitês de Gestão
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminário/Workshop
• Apoio Cultural
Imprensa

• Agência UDOP de Notícias
• Últimas Notícias
• Fórum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mídias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produção Brasileira
Serviços

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendário de Eventos
• Guia de Empresas
• Índice Pluviométrico
• Pesquisas UDOP
• Previsão do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrográficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento:
/