Sábado, 24 de fevereiro de 2018
:
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia | Energia | Espaço Datagro
Etanol | Fórum de Articulistas | Investing.com | Investing.com Internacionais | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Etanol Aumentar a letra    Diminuir a letra
Etanol de milho amplia opções de produtores em MT  

11/08/2017 - A FS Bioenergia, primeira usina exclusiva de etanol de milho do país, pode trazer mais estabilidade ao produtor de milho da região de Lucas do Rio Verde, diz Henrique Ubrig, presidente da empresa. "Estamos começando a criar raízes com esses fornecedores. Eles estão acompanhando o produto, tem alguns que trazem o grão e buscam farelo, e como já estamos negociando a segunda safra de 2018, ele também tem a segurança de ter o preço fechado". Segundo ele, a comercialização da safrinha 2018 tem ajudado os produtores a conseguir crédito nos bancos sob essa garantia de pagamento da FS.

A usina, que será inaugurada oficialmente nesta sexta-feira, 11, consumirá cerca de 50 mil toneladas de milho por mês, 600 mil t por ano. Isso para produzir 240 milhões de t de etanol, além de subprodutos. No momento, toda a compra de milho é feita em um raio de 35, 40 km, para evitar altos custos com frete. "O segredo é estar perto da matéria-prima", afirma Ubrig. Para o vice-presidente, Rafael Abud, o produtor local também ganha em não ter que deslocar seu produto para fora do Estado, já que o consumo interno é muito menor do que o total produzido - que deve chegar a quase 30 milhões de toneladas na safra 2016/2017. "O etanol de milho dá um novo destino para esse grão e economia com frete. É uma situação de ganho para os dois lados, porque transformamos em produtos de alto valor agregado e o produtor tem uma demanda cativa, estabilidade de preço e liquidez no mercado interno", relata.

O destino do etanol não será apenas a região Centro-Oeste. "A demanda no Centro-Oeste ainda é baixa, então vamos pensar também nos mercados do Norte". A ideia, porém, é expandir para outros locais, como o Nordeste, que segundo o executivo importa etanol de milho dos Estados Unidos. Para isso, está nos planos dobrar a produção a partir do ano que vem. "Mas como é a primeira dedicada totalmente ao milho, precisamos antes avaliar como está o funcionamento, se ficou dentro das expectativas de custos, mas já temos isso no horizonte". Segundo o presidente, o objetivo não é rivalizar com a cana, mas ter um jogo em paralelo em mercados onde o milho é mais competitivo.


Adaptações

A empresa, que é uma parceria da brasileira Fiagril e da norte-americana Summit, importou tecnologia dos Estados Unidos - país com histórico de usinas do tipo - para se instalar no Brasil. Foram necessárias adaptações, porém. A principal é a forma de "fazer vapor". Enquanto os EUA utilizam gás, a FS investiu em biomassa. "No nosso caso, a queima dos cavacos de eucalipto esquenta a água e produz o vapor. Isso abre espaço também para um aumento da produção de eucalipto na região, até porque é uma cultura que não rivaliza diretamente com a soja pelas necessidades diferentes em relação a solo", conta Ubrig.


Subprodutos

Além do etanol, a FS Bioenergia produzirá óleo de milho - inicialmente para biodiesel -, energia elétrica - excedente do necessário para consumo na planta - e DDGS (Grãos Destilados de Milho e Solúveis) de alta proteína e alta fibra. "Vamos multiplicar o valor do milho. O que valia 100 vamos transformar em 300, 400", diz o presidente. Os DDGS de alta proteína, que podem ser destinados à alimentação animal, têm teor proteico de 42% a 45% para competir com o farelo de soja, segundo a empresa. Já os de alta fibra são divididos em secos e úmidos e já estão sendo comercializados para pecuaristas da região. A capacidade anual é de 60 mil toneladas para os de alta proteína e 120 mil t no caso de alto teor de fibra. Ouça a entrevista com o executivo e entenda melhor como a usina pode influenciar o mercado de milho:

10/08/17
Thuany Coelho
Fonte: DBO
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
23/02/18 - Dólar segue exterior e recua ante real
  - País tem 2,786 milhões de pessoas buscando trabalho há 2 anos ou mais, diz IBGE
  - Milho: Mercado aguarda novas informações da safra dos EUA e inicia 6ª feira com ligeiras altas na
  CBOT
  - Alta umidade limita colheita do milho no Rio Grande do Sul
  - Agroconsult eleva previsão de safra de soja 2017/18 do Brasil para 117,5 mi t
  - Conheça o perfil do agronegócio brasileiro
  - Safra do Centro-Sul segue com produção mais alcooleira; moagem da 1ª quinzena de fevereiro foi menor
  - Início de safra será um pouco mais alcooleiro com preços razoáveis
  - Como o volume de produção pode impactar os preços do açúcar no mercado asiático?
  - CBOT: mercado de grãos tende a abrir em alta com expectativa de colheita menor nos EUA
  - Desembolsos agrícolas em Minas atingem R$ 13,4 bilhões na safra 17/18
  - Unica: Venda de hidratado cresce 33% na primeira quinzena de fevereiro, para 614,3 mi de litros
  - Segurança alimentar e força da agricultura marcam discursos da posse de Tereza Cristina
  - Centro-Sul processa 574,05 mil t na 1ª quinzena de fevereiro (-37,04% ante 2016/17)
  - Desalento entre trabalhadores no Brasil bate recorde no final de 2017, mostra IBGE
  - Trump convoca reunião sobre política de biocombustíveis após crise em refinaria
  - MME cria comitê de governança digital
  - Após período de estiagem, chuva retorna à Argentina
22/02/18 - México volta-se ao milho do Brasil diante de temores sobre acordo com EUA
  - Milho: Mercado já aguarda primeiras informações da nova safra dos EUA e testa leve queda na CBOT
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Etanol de milho amplia opções de produtores em MT
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa História
• Missão, Visão e Objetivos
• Troféu da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Apoio Cultural
• Contatos
Institucional

• Comitês de Gestão
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Agenda
• Aulas/Palestras
• Comitês de Gestão
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminário/Workshop
• Apoio Cultural
Imprensa

• Agência UDOP de Notícias
• Últimas Notícias
• Fórum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mídias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produção Brasileira
Serviços

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendário de Eventos
• Guia de Empresas
• Índice Pluviométrico
• Pesquisas UDOP
• Previsão do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrográficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento:
/