Domingo, 19 de novembro de 2017
:
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia | Energia | Espaço Datagro
Etanol | Fórum de Articulistas | Investing.com | Investing.com Internacionais | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Combustíveis Fósseis Aumentar a letra    Diminuir a letra
Petróleo rende R$ 420 milhões para Niterói de janeiro a agosto  

11/09/2017 - Com a arrecadação estagnada devido à crise, o crescimento do orçamento de Niterói vem de além-mar, surfando na riqueza dos royalties oriundos do campo de Lula, do pré-sal. As receitas dos royalties superam as maiores fontes tributárias do município, como IPTU, de R$ 320,8 milhões, e ISS, de R$ 262,1 milhões. Niterói recebeu até agosto, segundo dados da ANP, R$ 420 milhões de compensações ligadas à produção de petróleo. E como o orçamento deste ano previu apenas R$ 270 milhões com esses recursos, a prefeitura fica livre para aplicar o excedente no que quiser. Para não repetir erros de municípios que apostaram apenas no petróleo, o prefeito Rodrigo Neves afirma que não aumentará as despesas de custeio por conta do dinheiro abundante.

Este ano, Niterói ultrapassou cidades do norte-fluminense, como Campos e Macaé, e se tornou a segunda do estado em recursos provenientes do petróleo. A primeira é Maricá, também beneficiada pelo mesmo campo — o município recebeu, até agosto, segundo a ANP, R$ 520.1 milhões de royalties e participações especiais (compensação paga trimensalmente em campos com grande produção).

O valor que entrou até agosto já é 55% maior do que a estimativa para todo o ano. Como a receita com a rubrica já superou a previsão conservadora da lei de Orçamento Anual (LOA) deste ano, de R$ 270 milhões, o Executivo fica livre para aplicar em qualquer área os R$ 150 milhões excedentes até agora, além de toda a soma que cair nos cofres até o fim do ano. O plano é investir esse dinheiro em quatro áreas prioritárias, informa a prefeitura: drenagem e pavimentação de toda a Região Oceânica, desapropriações relacionadas à Transoceânica, manutenção de serviços fechados pelo estado e assumidos emergencialmente pela prefeitura (restaurante popular, biblioteca parque, entre outros) e subsídios às forças policiais (programa Niterói Mais Segura, os custos do Proeis e manutenção da frota).


Arrecadação milionária em Niterói

O Executivo optou por destinar grande parte dos R$ 270 milhões previstos na LOA para despesas com pessoal e custeio: R$ 115,8 milhões foram destinados à NitPrev, para o pagamento de aposentadorias e pensões, enquanto outros R$ 118,1 milhões foram aplicados em despesas fixas para manter o funcionamento de órgãos municipais, custeando ações de conservação e limpeza. Apenas R$ 46,1 milhões, ou 17% do total, foram destinados a investimentos em obras de infraestrutura, urbanização, asfalto, macrodrenagem e contenção de encostas.

Apesar do volume cada vez maior de recursos, o prefeito Rodrigo Neves descarta risco de criar dependência de recursos extraordinários como os royalties, cujos volume e duração de arrecadação são imprevisíveis.

— Estudei muito isso. Niterói vai ser um exemplo de boa aplicação de recursos de royalties. É uma cláusula pétrea não aumentar gastos com pessoal usando royalties. Nem contrair despesas permanentes de custeio contando com esses recursos extraordinários e finitos — diz Rodrigo Neves, que destaca. — A nossa receita própria, somada, está aumentando. A prefeitura de Niterói, mesmo no contexto de uma brutal recessão, teve excelente performance em ampliação da receita própria.

Ainda segundo o prefeito, o município vem tomando medidas para ampliar a arrecadação própria. A principal aposta são as Parcerias Público-Privadas (PPPs). Atualmente, o governo estuda concessões nos setores de iluminação pública e cemitérios e analisa a criação de um mercado municipal. Rodrigo cita ainda a redução de ISS para diversos setores e um programa de atração de investimentos.

09/09/17
Renan Almeida e Igor Melo

Fonte: O Globo
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
17/11/17 - Petróleo opera em alta, apoiado por corte na oferta da Opep e dólar mais fraco
  - Petrobras anuncia novo corte em gasolina; preço cai 1,4% a partir de sábado
  - Previsão de mais chuvas reduz custo de operação do sistema elétrico
  - Preços do petróleo fecham a semana em alta
  - Petrobras reduz gasolina em 3,8%, maior queda desde o início de julho
  - Gasolina cai 1,4% e diesel 0,3% a partir deste sábado
  - ´CNBC´: Pedro Parente estima petróleo entre US$ 55 e US$ 65 no médio prazo
  - Relatório prevê modelo híbrido de fornecimento de eletricidade até 2025
  - Reservatórios do Sul operam com 58% da capacidade
  - CBOT: Mercado de grãos tende a abrir em alta; soja monitora demanda e clima
  - Economia brasileira vive período de desinflação e recuperação, diz Goldfajn
  - Taxas futuras de juros seguem em baixa na esteira do dólar
  - Falta trabalho a 26,8 milhões de pessoas no País no 3º trimestre, aponta IBGE
  - Exportações do setor agropecuário crescem mais de 150% em um ano
  - Dólar cai e encosta em R$3,25 com exterior, mas mantém olho em movimentação política
  - Leilão da ferrovia Norte-Sul deve ocorrer somente no segundo trimestre de 2018, diz fonte
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Petróleo rende R$ 420 milhões para Niterói de janeiro a agosto
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário:
 
Se não consegue ler a palavra, clique aqui.
Digite a palavra:
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa História
• Missão, Visão e Objetivos
• Medalha da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Apoio Cultural
• Contatos
Institucional

• Comitês de Gestão
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Agenda
• Aulas/Palestras
• Comitês de Gestão
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminário/Workshop
• Apoio Cultural
Imprensa

• Agência UDOP de Notícias
• Últimas Notícias
• Fórum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mídias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produção Brasileira
Serviços

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendário de Eventos
• Guia de Empresas
• Índice Pluviométrico
• Pesquisas UDOP
• Previsão do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrográficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento:
/