Domingo, 21 de janeiro de 2018
:
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia | Energia | Espaço Datagro
Etanol | Fórum de Articulistas | Investing.com | Investing.com Internacionais | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Energia Aumentar a letra    Diminuir a letra
Setor de energia solar dos EUA se prepara para primeiro declínio  

11/09/2017 - Os EUA deverão experimentar seu primeiro declínio anual na instalação de painéis solares em um momento em que a queda na demanda está diminuindo o crescimento no segundo maior mercado do mundo.

Os desenvolvedores adicionaram um total de quase 2,4 gigawatts no segundo trimestre, colocando o setor a caminho de atingir 12,4 gigawatts neste ano, segundo relatório de segunda-feira da GTM Research e da Associação de Indústrias de Energia Solar dos EUA (Seia, na sigla em inglês). Trata-se de uma queda de cerca de 17 por cento em relação ao recorde de 2016 e a firma de pesquisa projeta outro declínio em 2018.

O setor solar se prepara para uma desaceleração após uma década de expansão de dois dígitos. As distribuidoras de energia estão atingindo as metas do governo e as fornecedoras de painéis estão reduzindo o crescimento em alguns dos maiores mercados, derrubando a demanda neste ano. E isso ocorre antes de uma queixa comercial que pode levar o presidente Donald Trump a impor taxas aos painéis importados, medida que, segundo alerta do setor, ampliaria fortemente a queda.

A imposição de tarifas faria "as instalações caírem significativamente", segundo o relatório. "O risco de queda se aproxima da perspectiva de longo prazo para a energia solar nos EUA devido à disputa comercial."

O total de instalações aumentou 8 por cento no segundo trimestre em relação ao mesmo período do ano anterior. O setor foi respaldado pelos parques solares gigantescos que atendem distribuidoras de energia, que cresceram 17 por cento, para 1.387 megawatts. O número representou mais da metade do total de instalações e compensa um declínio de 17 por cento do mercado residencial. Os proprietários de residências adicionaram apenas 563 megawatts, enquanto desenvolvedoras como Sunrun e Vivint Solar colocam a lucratividade acima do crescimento

A Bloomberg New Energy Finance estima que o mercado dos EUA, atrás apenas do chinês em tamanho, se contrairá ainda mais, projetando um declínio de 23 por cento neste ano, para 10,4 gigawatts.

Os analistas mantêm a expectativa de que a capacidade instalada triplicará nos próximos cinco anos -- a menos que Trump imponha taxas devido à queixa comercial atualmente analisada pela Comissão de Comércio Internacional dos EUA. Uma decisão do tipo "resultaria em uma revisão substancial da nossa projeção para baixo", afirmou a GTM no comunicado.

Cristopher Martin
Fonte: Bloomberg
Texto extraído do portal UOL
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
19/01/18 - Decisão sobre acordo com Opep pode vir entre maio e junho, diz vice-primeiro-ministro russo
  - Petrobras: Gasolina sobe 0,7% e diesel cai 0,6% amanhã
  - Movimento do comércio sobe 1,5% em 2017, revela Boa Vista SCPC
  - Dólar recua em meio à espera de votação no Senado dos EUA
  - Taxas futuras de juros recuam com dólar
  - Confiança da indústria cresce pelo 6º mês e é a melhor desde abril de 2011
  - Aneel fixa valores de Proinfa e CDE para transmissoras
  - CEEE irá investir R$ 20,6 milhões em nova subestação em Pelotas
  - Preço do gás para indústria e comércio já acumula alta de 34%
  - CCEE: adimplência na liquidação de energia nuclear e cotas ficou acima de 99%
  - Reservatórios do Sudeste/Centro-Oeste operam com 30% da capacidade
  - Disponibilidade de turbinas de Itaipu chegou a 97,10% em 2017
  - Liquidações financeiras de energia nuclear e cotas somam R$ 839,5 mi, diz CCEE
  - Esqueça petróleo: Sauditas miram energia renovável na Am. Latina
  - Produção de petróleo dos EUA deve ultrapassar a da Arábia Saudita em 2018
  - Produção de açúcar da Índia faz preços da commodity caírem em Nova York
18/01/18 - Cade aprova sem restrições aquisição pela Ferbasa de complexo eólico do Santander Brasil na Bahia
  - Produção de petróleo da Venezuela cai para mínima em 28 anos em meio a crise
17/01/18 - Aumento de 53GW em energia solar na China impulsionou o investimento global em energia limpa em 2017
05/01/18 - Desembolsos do BNDES para energia eólica dobram e batem recorde em 2017
04/01/18 - Energia solar reduz os custos de produção nas fazendas e estimula a irrigação
20/12/17 - Brasil contrata usinas eólicas e solares a preço baixo com ajuda de crédito externo
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Setor de energia solar dos EUA se prepara para primeiro declínio
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa História
• Missão, Visão e Objetivos
• Medalha da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Apoio Cultural
• Contatos
Institucional

• Comitês de Gestão
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Agenda
• Aulas/Palestras
• Comitês de Gestão
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminário/Workshop
• Apoio Cultural
Imprensa

• Agência UDOP de Notícias
• Últimas Notícias
• Fórum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mídias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produção Brasileira
Serviços

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendário de Eventos
• Guia de Empresas
• Índice Pluviométrico
• Pesquisas UDOP
• Previsão do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrográficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento:
/