Quinta-feira, 24 de maio de 2018
:
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Diversas Aumentar a letra    Diminuir a letra
Há "chance muito boa" de acordo de livre comércio com o Mercosul, diz Juncker  

13/09/2017 - O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, afirmou nesta quarta-feira que há "uma chance muito boa" de que a União Europeia feche um acordo de livre-comércio com o México e também com o Mercosul, grupo formado por Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai. A declaração foi dada durante seu discurso do Estado da União Europeia em Estrasburgo, na França.

Funcionários da UE mantêm diálogos para atualizar um acordo de livre-comércio de 17 anos com o México e também para fechar um acordo com o Mercosul. Em sua fala, Juncker também defendeu a expansão dos vínculos econômicos da UE com a região da Ásia/Pacífico. Ele propôs o início de diálogos por acordos de livre-comércio com a Austrália e a Nova Zelândia e a conclusão de uma série de acordos comerciais até o fim de 2019, quando seu mandato acaba.

"A Europa sempre tem sido um espaço econômico atraente", disse Juncker. "Mas desde o ano passado eu vejo parceiros pelo mundo batendo à nossa porta para assinar acordos comerciais conosco", garantiu. A UE busca também marcar posição em contraponto às políticas protecionistas do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Em julho, Bruxelas e Tóquio chegaram a um acordo político em relação a um acordo comercial abrangente.

Juncker disse também desejar um reforço nas defesas comerciais da UE, o que incluiria a avaliação de investimentos estrangeiros - essa política é voltada a proteger ativos e companhias da Europa diante da forte demanda por aquisições liderada pela China. França, Alemanha e Itália têm defendido o reforço nessas defesas, mas outros membros mostram-se contrários.

"Nós não somos partidários ingênuos do livre comércio. A Europa precisa defender seus interesses estratégicos", afirmou Juncker. "A Europa é aberta ao comércio, sim, mas precisa haver reciprocidade."

A autoridade também citou medidas para reforçar a segurança do bloco nos próximos meses. Ele propôs a criação de uma unidade de inteligência europeia que iria compartilhar automaticamente informações. Além disso, a promotoria da UE deve ser capaz de atuar em crimes de terrorismo transfronteiriços. Todas as propostas precisam ser avalizadas pelos governos dos países e pelo Parlamento Europeu.

Juncker buscou responder ao crescente descontentamento dentro do bloco entre os países ex-comunistas, ao dizer que todos os membros são livres, iguais e sujeitos ao Estado de Direito. Ao fazer isso, aparentemente rebateu pedidos de alguns governos de uma Europa com "várias velocidades", na qual alguns países almejam níveis diferentes de integração.

O presidente do braço executivo da UE renovou os pedidos para integrar os blocos mais novos da zona do euro, na área de livre trânsito da UE e em sua união bancária, propondo novos financiamentos e assistência para isso. Vários países, entre eles Hungria e Polônia, já poderiam entrar no euro, mas esse passo ainda não foi dado.

Juncker disse que a UE precisa continuar a crescer no oeste dos Bálcãs, onde avançam as discussões com Sérvia e Montenegro. Mas, em uma mostra de que continuam as tensões com o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, afirmou que a entrada da Turquia está fora da agenda no futuro previsível e acusou Ancara de provocar a UE a encerrar o diálogo para a entrada.

O presidente da Comissão Europeia mal mencionou as negociações para a saída do Reino Unido do bloco, ressaltando que a decisão foi tomada pelo país e que o bloco precisa se concentrar em moldar seu futuro comum. Ele disse que a saída do Reino Unido seria "um momento trágico da nossa história" e advertiu: "Nós sempre lamentaremos isso. E eu acho que você vai se lamentar também em breve", disse, referindo-se a Nigel Farage, ex-líder do Partido UK Independence que trabalhou pelo "Brexit".

Juncker ainda pediu a realização de uma cúpula dos 27 países restantes da UE em 30 de março de 2019, o dia seguinte à data prevista para o Brexit, para a tomada de decisões sobre importantes propostas para o futuro do bloco.

Fonte: Dow Jones Newswires
Texto extraído da revista Isto É Dinheiro
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
24/05/18 - Usinas do PR suspendem venda de etanol, trato cultural e plantio de cana
  - UDOP e FCAV Unesp/Jaboticabal projetam parceria na divulgação de estudos e inovações voltadas à
  bioenergia
  - Ações da Petrobras têm queda de 13% na Bovespa
  - Preço do frete para transporte de açúcar recua 3,9%
  - Produção de etanol nos EUA cai 2,83% na semana, para 1,028 milhão de barris/dia
23/05/18 - Preço dos combustíveis é tema de debate na Câmara
  - Rodrigo Maia diz que governo vai zerar imposto sobre combustíveis
22/05/18 - Marina Silva defende controle dos combustíveis, mas critica excessos
  - Petrobras mantém política de preço; reduz combustíveis por câmbio, diz CEO
  - Para conter gasolina, Temer vai na contramão da equipe econômica
06/04/18 - Agricultores dos EUA defendem negociação com China em vez de proteção do governo
12/03/18 - IPCA para 2018 previsto pelo Focus cai de 3,70% para 3,67%
09/03/18 - Mercosul inicia negociações para acordo comercial com o Canadá
  - Produção industrial recua em 8 dos 14 locais pesquisados pelo IBGE em fevereiro
  - O crescimento do PIB paulista
  - Ainda o preço da gasolina
  - IGP-M acelera alta a 0,60% na 1ª prévia de março com preços dos alimentos no atacado
  - Maiores exportadores da Ásia criticam tarifas dos EUA e ampliam temores com guerra comercial
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Há "chance muito boa" de acordo de livre comércio com o Mercosul, diz Juncker
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa História
• Missão, Visão e Objetivos
• Troféu da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Apoio Cultural
• Contatos
Institucional

• Comitês de Gestão
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Agenda
• Aulas/Palestras
• Comitês de Gestão
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminário/Workshop
• Apoio Cultural
Imprensa

• Agência UDOP de Notícias
• Últimas Notícias
• Fórum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mídias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produção Brasileira
Serviços

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendário de Eventos
• Guia de Empresas
• Índice Pluviométrico
• Pesquisas UDOP
• Previsão do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrográficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento:
/