Domingo, 17 de dezembro de 2017
:
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia | Energia | Espaço Datagro
Etanol | Fórum de Articulistas | Investing.com | Investing.com Internacionais | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Combustíveis Fósseis Aumentar a letra    Diminuir a letra
Iraque, Irã e Turquia discutem bloqueio ao petróleo do Curdistão  

06/10/2017 - Os governos do Iraque, Irã e Turquia se reuniram nesta quinta-feira para discutir a possibilidade de bloqueio ao escoamento do petróleo curdo, como represália à execução do plebiscito de independência da região, realizado no último dia 25.

"Se alguém deve decidir fechar os poços de petróleo da região, esse alguém somos nós. A Turquia, o Irã e o governo central do Iraque farão isso juntos", disse o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, depois de uma visita a Teerã.

O Curdistão, economicamente dependente das vendas do petróleo, atualmente escoa sua produção para os mercados internacionais através do porto na cidade turca de Ceyhan. Um dia antes do plebiscito, Erdogan emitiu uma declaração pedindo que os países vizinhos e a comunidade internacional boicotassem o petróleo curdo, negociando somente com Bagdá. "A liderança curda está embriagada com o resultado da votação. Eles não fazem ideia do que estão fazendo ou que passos estão tomando", acrescentou o presidente turco.

A coalizão dos três países é apenas mais uma das sanções impostas à população curda, historicamente oprimida na região. Bagdá já havia bloqueado o espaço aéreo curdo e o Irã e a Turquia realizaram exercícios militares próximo às suas fronteiras com o Curdistão. "O plebiscito de secessão curdo é um ato de traição a toda a região e uma ameaça ao seu futuro", disse o líder supremo do Irã, o aiatolá Ali Khamenei.

O governo da Rússia mostrou-se simpático à independência da região, já que a petroleira russa Rosneft - uma das maiores do ramo no mundo - assinou um contrato de US$ 1 bilhão com o governo regional curdo (KRG, na sigla em inglês) uma semana antes da realização do plebiscito. Israel já reconheceu o resultado, recebendo críticas do presidente turco: "Um plebiscito conduzido sentando lado a lado com o Mossad não tem legitimidade", disse Erdogan.

O Curdistão produz mais de 600 mil barris de petróleo diariamente, representando cerca de 15% da produção iraquiana. O pedido de independência foi acatado pela imensa maioria da população local, ganhando com 92,73% dos votos contra a permanência sob o regime central iraquiano.

Fonte: Estadão Conteúdo
Texto extraído da revista Isto É Dinheiro
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
15/12/17 - Maiores vozes do petróleo divergem sobre perspectiva para 2018
  - Petróleo registra alta com fechamento de oleoduto no Mar do Norte
  - Taxas futuras de juros têm viés de baixa com dólar fraco
  - Dólar recua ante o real com correção após adiamento da reforma da Previdência
  - Europa quer impedir Mercosul de usar nomes de produtos com indicação de origem
  - Em 2016, 24,8 milhões de brasileiros viviam na miséria, 53% a mais que em 2014, revela IBGE
  - Após perdas recentes, milho testa ligeira alta na manhã desta 6ª feira na Bolsa de Chicago
  - Exportações da agropecuária brasileira crescem 115% em novembro
  - Petrobras anunciará em breve parceria que irá permitir longa produção na Bacia de Campos, diz
  Parente
  - Petróleo fecha em alta nesta quinta-feira
  - BR Distribuidora tem queda de 7,6% nas vendas neste ano até agosto
  - CBOT: Soja, milho e trigo podem abrir em alta, fortalecidos por demanda aquecida
  - Serviços no Brasil têm 4ª queda seguida em outubro, pior que o esperado
  - FGV/Icomex: balança comercial teve superávit de US$ 62 bi de janeiro a novembro
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Iraque, Irã e Turquia discutem bloqueio ao petróleo do Curdistão
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa História
• Missão, Visão e Objetivos
• Medalha da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Apoio Cultural
• Contatos
Institucional

• Comitês de Gestão
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Agenda
• Aulas/Palestras
• Comitês de Gestão
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminário/Workshop
• Apoio Cultural
Imprensa

• Agência UDOP de Notícias
• Últimas Notícias
• Fórum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mídias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produção Brasileira
Serviços

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendário de Eventos
• Guia de Empresas
• Índice Pluviométrico
• Pesquisas UDOP
• Previsão do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrográficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento:
/