Domingo, 17 de dezembro de 2017
:
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia | Energia | Espaço Datagro
Etanol | Fórum de Articulistas | Investing.com | Investing.com Internacionais | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Diversas Aumentar a letra    Diminuir a letra
Após recorde neste ano, safra de grãos deverá cair em 2018  

11/10/2017 - A safra de grãos, após ter atingido o recorde de 238,5 milhões de toneladas neste ano, deverá ficar entre 224 milhões e 228 milhões de toneladas no próximo.

Os dados são da Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), que, nesta terça-feira (10), fez a primeira estimativa da safra 2017/18.

A safra de verão ainda está sendo semeada, e esses números estimados dificilmente vão se concretizar. Condições de plantio, área a ser usada e clima durante o desenrolar da safra vão determinar o próximo volume de grãos a ser produzido.

As duas safras mais recentes mostram bem as dificuldades iniciais de uma estimativa de produção.

A primeira avaliação da safra 2015/16 feita pela Conab apontava uma safra de até 213 milhões de toneladas de grãos. Os números finais mostraram que foram colhidos apenas 186 milhões no período. A safra foi afetada por severos problemas climáticos.

Já na safra 2016/17, a primeira avaliação da Conab indicava, nas melhores condições, um volume de até 215 milhões de toneladas de grãos. Os números finais apontam para 238,5 milhões de toneladas, uma vez que o clima foi extremamente favorável.

A avaliação atual da Conab é, portanto, apenas um indicativo de números, tomando-se como base um histórico dos acontecimentos nos últimos anos.

Um dos motivos dessa queda de produção é a utilização de áreas menores no plantio de milho e de arroz em 2017/18. Já a área de soja tem pequena evolução. Esses três produtos representam 94% de toda a produção nacional de grãos.

A redução de produção poderá vir também da queda de produtividade, principalmente das três culturas líderes: soja, milho e arroz. As quedas previstas são de 9%, 3% e 4%, respectivamente.

*

Milho -
Os produtores vão pisar no freio na área destinada ao milho neste verão. Haverá uma redução de 15%. Já no período do inverno, eles aumentarão em 5% a área a ser semeada com o cereal.

Safra menor -
No balanço do ano, a área de milho recua 2,1%, influenciando no volume a ser produzido em 2017/18. A estimativa é da consultoria Céleres, que prevê uma produção total de 95 milhões de toneladas no período, abaixo dos 100 milhões de 2016/17.

Lenta -
A comercialização de milho da nova safra atingiu 21%, com alta de três pontos percentuais em relação ao final de agosto. Há um ano, a comercialização somava 26%, segundo a AgRural.

Soja -
As exportações deverão atingir 65 milhões de toneladas de fevereiro de 2018 a janeiro de 2019, conforme avaliação de oferta e demanda da Safras & Mercado. O esmagamento sobe para 43 milhões.

*Texto extraído do portal Folha de S. Paulo.

Mauro Zafalon
Fonte: Folha de S. Paulo
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
15/12/17 - Sensores e big data orientarão na tomada de decisão do produtor rural
  - Após perdas recentes, milho testa ligeira alta na manhã desta 6ª feira na Bolsa de Chicago
  - Setor sucroalcooleiro perto de atingir meta
  - Clima: Chuvas se concentram no Centro-Norte do Brasil nos próximos dias; Sul volta a ter tempo
  estável
  - Chuva retorna as áreas produtoras do Sul do BR
  - CBOT: Soja, milho e trigo podem abrir em alta, fortalecidos por demanda aquecida
  - Soja: Em Chicago, mercado trabalha com leves altas e busca recuperação depois das últimas baixas
  - Soja perde espaço, mas ainda deve liderar exportações do Brasil em 2018, diz AEB
14/12/17 - Produção de etanol nos EUA diminui 1,7% na semana
  - CBOT: soja deve abrir em queda, mas pode virar; milho e trigo podem avançar
  - Grãos/Stratégie: safra europeia pode subir 2% na temporada 2018/19, para 304,9 mi de t
  - Plantada na palhada da soja, cana chega a 90 t/ha, ganha mais cortes, reduz custos operacionais e de
  insumos
  - Soja: Preços voltam a recuar em Chicago com previsão de melhores chuvas para América do Sul
13/12/17 - Soja: Mercado testa leves altas em Chicago nesta 4ª feira buscando direção após baixas
  - Grãos: Estoque global elevado deve impedir alta de preço, apesar de La Ninã, diz consultoria
  - Safra agrícola 2017/18 será de safra cheia
12/12/17 - Chicago anda em estabilidade com o milho enquanto não sai o USDA de oferta e demanda
  - Conab eleva projeção de safra de soja 2017/18 do Brasil para 109,2 mi t
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Após recorde neste ano, safra de grãos deverá cair em 2018
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa História
• Missão, Visão e Objetivos
• Medalha da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Apoio Cultural
• Contatos
Institucional

• Comitês de Gestão
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Agenda
• Aulas/Palestras
• Comitês de Gestão
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminário/Workshop
• Apoio Cultural
Imprensa

• Agência UDOP de Notícias
• Últimas Notícias
• Fórum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mídias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produção Brasileira
Serviços

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendário de Eventos
• Guia de Empresas
• Índice Pluviométrico
• Pesquisas UDOP
• Previsão do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrográficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento:
/