Segunda-feira, 11 de dezembro de 2017
:
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia | Energia | Espaço Datagro
Etanol | Fórum de Articulistas | Investing.com | Investing.com Internacionais | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Economia Aumentar a letra    Diminuir a letra
"PIB pode crescer até 3% em 2018", diz Meirelles  

13/10/2017 - O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, ressaltou que a estimativa do governo para o crescimento do PIB em 2018 é de 2%, com viés de alta e pode "até chegar a 3%", disse. "O nosso cenário base que ainda está no Orçamento é um crescimento de 2% em 2018, mas já existem diversos analistas e economistas com previsões de crescimento maiores, até de 3% ou mais no ano que vem", disse o ministro. "Eu chamaria de um cenário otimista, mas é um cenário possível."

O ministro ressaltou que apesar de a economia global estar em processo de recuperação, há riscos "baixos" de bolhas financeiras globais, que podem dificultar a concretização de um crescimento mais acelerado do PIB no médio prazo. "Uma recomendação que acredito importante que tenha sido feita agora aos formuladores de políticas dos países desenvolvidos que estão de fato atentos a isso é qual seria o risco da economia global", disse o ministro. "O risco seria um atraso, evidentemente do BC americano e do BC europeu na normalização das políticas monetárias que levassem a uma bolha nos mercados de ativos internacionais e cujo rompimento pudesse gerar um tipo de crise", ressaltou Meirelles.

"Mas isso é um risco. Evidentemente que o Fed está atento e anunciando uma normalização da política monetária. E como também isso está acontecendo na Europa não acredito que seja o cenário provável. Mas quando perguntado sobre o risco para a economia global, esse é o risco ao qual todos devem prestar a atenção."

Segundo o ministro, por outro lado, a consolidação da recuperação do nível de atividade e as reformas estruturais que estão sendo realizadas no Brasil, incluindo as microeconômicas, a economia "está ficando mais forte e resistente, e portanto, em condições de enfrentar eventuais turbulências na economia global".

O ministro ressaltou que "o mundo vai muito bem e a economia mundial está crescendo a taxas sólidas", inclusive com os países desenvolvidos registrando alta de seus respectivos PIBs. "É apenas uma questão de ver quais são os riscos e se são aqueles que os BCs dos países desenvolvidos estão alerta."

O ministro afirmou ainda que é possível que o potencial de crescimento do País chegue a 4%, num horizonte "de três a quatro anos", com a adoção de reformas econômicas que permitirão o avanço do nível de atividade, do consumo e de investimentos. "Acredito que é possível, sim. Isso evidentemente depende de aprovação não só das reformas macroeconômicas, por exemplo da reforma da previdência, da reforma tributária que é muito importante, simplificando o sistema tributário brasileiro", disse.

"Mas também toda a série de reformas microeconômicas, algumas delas já foram aprovadas, como por exemplo a taxa de longo prazo para o BNDES que é muito importante." Para o ministro, todas essas mudanças estruturais no País, que incluem o teto de gastos públicos, permitirão que a taxa de juros neutra continue caindo, dando condições para que "o Brasil cresça mais com menos inflação e menos juros e isso é tudo muito importante."

O ministro também citou que a inflação nos últimos 12 meses no Brasil está nos índices mais baixos da história recente de 2,5% "e a taxa de juros real sobre a inflação de um ano também está nos níveis mais baixos da história". Para Meirelles, todos estes fatores mostram que a política econômica está funcionando em todas as áreas.

"Agora, tudo isso é importante que seja complementado por todas estas outras políticas que farão com que a taxa de crescimento potencial do Brasil aumente, o que eu acho que é possível", apontou o ministro.

Fonte: Estadão Conteúdo
Texto extraído da revista Isto É Dinheiro
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
11/12/17 - AgRural eleva previsão de safra de soja 17/18 do Brasil, corta a de milho
  - Acordo entre Mercosul e UE é adiado de novo
  - Taxas futuras de juros recuam com cronograma para reforma da Previdência
  - IPCA para 2017 cai de 3,03% para 2,88%, aponta Focus
  - Petróleo opera em baixa, em meio a sinais de crescente produção nos EUA
  - Petróleo é apoiado pela postura da Opep no acordo para conter oferta, diz banco
  - Dólar recua com sinais de chances para Previdência e exterior no radar
  - Índices apontam melhora da economia, mas consumidor ainda está receoso em gastar
  - Economistas destacam em 2017 inflação e taxas de juros mais baixas
  - Câmbio para o fim de 2017 permanece em R$ 3,25
  - Açúcar e carnes devem impulsionar exportações brasileiras aos países árabes
  - Milho: Com proximidade do final do ano, negócios estão em ritmo lento
  - Perspectiva: Mercado de grãos deve ajustar posição antes de relatório do USDA
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
"PIB pode crescer até 3% em 2018", diz Meirelles
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário:
 
Se não consegue ler a palavra, clique aqui.
Digite a palavra:
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa História
• Missão, Visão e Objetivos
• Medalha da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Apoio Cultural
• Contatos
Institucional

• Comitês de Gestão
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Agenda
• Aulas/Palestras
• Comitês de Gestão
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminário/Workshop
• Apoio Cultural
Imprensa

• Agência UDOP de Notícias
• Últimas Notícias
• Fórum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mídias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produção Brasileira
Serviços

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendário de Eventos
• Guia de Empresas
• Índice Pluviométrico
• Pesquisas UDOP
• Previsão do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrográficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento:
/