Sexta-feira, 17 de novembro de 2017
:
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia | Energia | Espaço Datagro
Etanol | Fórum de Articulistas | Investing.com | Investing.com Internacionais | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Economia Aumentar a letra    Diminuir a letra
Real enfraquecido leva a queda dos preços do açúcar no mundo, aponta FAO  

08/11/2017 - Os preços globais dos alimentos caíram em outubro deste ano, chegando a um índice 27% abaixo da máxima registrada para o mês, em 2011. O cálculo é da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), que atribui a queda de 1,3% na comparação com setembro a oscilações do setor de laticínios. A agência da ONU citou ainda o enfraquecimento do real brasileiro como uma das causas da queda no preço mundial do açúcar.

O índice de preços para os laticínios registrou uma redução de 4,2% em outubro na comparação com o mês anterior. Foi o primeiro decréscimo desde maio. De acordo com a FAO, as cotações internacionais da manteiga e do leite integral em pó tiveram queda porque os importadores retardaram suas compras à espera de novos insumos da Oceania. No caso do leite desnatado em pó, a demanda escassa e intervenções da União Europeia foram apontadas como causas da baixa no valor de mercado.

Já o preço do açúcar teve uma diminuição de 0,7% em relação a setembro devido ao enfraquecimento da moeda do Brasil no cenário internacional. A FAO lembra que o país é o maior exportador do produto. Outros fatores incluíram perspectivas de colheitas mais abundantes de beterraba na União Europeia — o legume é usado na produção de açúcar — e uma produção mais robusta na Rússia.

A média de preços do azeite vegetal também registrou diminuição — de 1,1% — em relação ao mês anterior. Isso porque as perspectivas para os óleos de palma e de soja indicam ganhos na produção, o que deverá reduzir o valor dos produtos.

Ainda segundo a FAO, em outubro, os preços da carne estiveram 0,9% menores do que em setembro. A queda é fruto do aumento da concorrência entre os exportadores de carne suína. Combinado a uma fraca demanda por importações, o fenômeno provocou uma baixa a nível mundial dos preços.

Já os cereais registraram alta — de 0,4%. O aumento foi motivado por elevações no valor do arroz, mesmo os preços do trigo tendo se mantido menores. Segundo a FAO, a produção de cereais em 2017 deverá atingir um novo recorde, mas o volume inédito será maior do que o produzido em 2016 apenas por uma pequena margem.

Quando considerados os cereais secundários, a produção no geral deverá ter um saldo menor que o de 2016, sobretudo devido a colheitas menos volumosas de trigo nos Estados Unidos.

Fonte: ONU BR
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
17/11/17 - Previsão de mais chuvas reduz custo de operação do sistema elétrico
  - Clube da Cana reúne setor sucroenergético para planejar o futuro da produção no País
  - País adota compromisso por biocombustíveis
  - Chuva favorece pastagem pelo Brasil
  - 20 países planejam abandonar o uso do carvão até 2030
  - Leilão da ferrovia Norte-Sul deve ocorrer somente no segundo trimestre de 2018, diz fonte
  - Economia brasileira vive período de desinflação e recuperação, diz Goldfajn
  - Cresce a confiança do consumidor, indica pesquisa do SPC e CDNL
16/11/17 - Fila de navios para embarcar açúcar no Brasil recua 36% em 2 semanas
14/11/17 - Datagro reduz projeção sobre superávit mundial de açúcar em 2017/18
  - Açúcar: Indicador sobe mais de 6% em sete dias
13/11/17 - IC agro cai 7,2 pts no 3T17 ante 3T16, para 99,1 pts e indica perda de confiança
10/11/17 - Açúcar continua a impulsionar as exportações na região de Ribeirão Preto
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Real enfraquecido leva a queda dos preços do açúcar no mundo, aponta FAO
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário:
 
Se não consegue ler a palavra, clique aqui.
Digite a palavra:
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa História
• Missão, Visão e Objetivos
• Medalha da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Apoio Cultural
• Contatos
Institucional

• Comitês de Gestão
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Agenda
• Aulas/Palestras
• Comitês de Gestão
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminário/Workshop
• Apoio Cultural
Imprensa

• Agência UDOP de Notícias
• Últimas Notícias
• Fórum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mídias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produção Brasileira
Serviços

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendário de Eventos
• Guia de Empresas
• Índice Pluviométrico
• Pesquisas UDOP
• Previsão do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrográficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento:
/