Sábado, 23 de junho de 2018
:
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Economia Aumentar a letra    Diminuir a letra
Rastreabilidade aumenta valor de produtos e garante qualidade, diz especialista  

09/11/2017 - A rastreabilidade de produtos agrícolas de sua origem até a mesa do consumidor pode aumentar seu valor no mercado e garantir a qualidade ao comprador, de acordo com o representante da Associação Brasileira de Automação - GS1 Brasil, Nilson Gasconi, que participou de encontro sobre o tema promovido pelo Ministério da Agricultura, Pecuaria e Abastecimento e pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

Em todo mundo, a GS1 é responsável pelo registro digital de produtores - dos pequenos aos grandes conglomerados da agroindústria - por meio de um número global de localização, ou GLN, que os identifica e dá acesso à plataforma de dados do International Trade Center (ITC), ligado à Organização das Nações Unidas (ONU). "Isso vai permitir que esse produtor seja identificado por qualquer outro produtor ou importador em qualquer pais do mundo. A plataforma do ITC tem todos os dados da propriedade, do seu sistema de produção, tipo de insumos que utiliza etc", disse Gasconi.

Segundo ele, a medida agrega aos produtos competitividade no mercado internacional porque a identificação é padronizada, ou seja, é a mesma para todos os países. Nessa certificação, as embalagens têm um código de barras ou QR Code que permite a captação imediata das informações sobre o produto e o compartilhamento com toda a cadeia de comercialização, do campo até a prateleira do supermercado.

"Esse sistema dá visibilidade a essa cadeia, facilita o gerenciamento de riscos, o uso dos recalls sempre que necessário, além de dar eficiência logística e organização de métodos", afirmou Gasconi.


A experiência da Colômbia


Gasconi citou a Colômbia como exemplo bem-sucedido de parceria entre governo, associações de produtores e companhias privadas para garantir a rastreabilidade. Quando o sistema começou a ser implementado no país, cerca de 30 mil fazendas foram cadastradas no GLN. Hoje, já são 107 mil.

Segundo ele, os resultados foram positivos influenciados pelas expectativas dos produtores em "ter visibilidade para o seu produto, poder acessar mercados internacionais, serem mais competitivos, tomar consciência da diversidade de produtores do país, mostrar as praticas sustentáveis aos clientes e também fortalecer o setor agrícola".

Na avaliação de Gasconi, o exemplo da Colômbia pode ser replicado em outros países, inclusive no Brasil, onde iniciativas de certificação têm mostrado bons resultados.

08/11/17
Olga Bardawill com edição de Luana Lourenço

Fonte: Agência Brasil - ABr
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
22/06/18 - Colheita de milho na Argentina alcança 51,3% da área
  - Dólar sobe ante real, na contramão do exterior, após atuação do BC
  - Remuneração no agronegócio cresce mais que a da média brasileira
  - Inflação na paralisação de caminhoneiros foi a maior em mais de 20 anos
  - Rússia e Arábia Saudita se unem contra Trump para controlar preço do petróleo
  - Energia influencia alta de 1,11% no IPCA-15 de junho
  - Colheita de soja na Argentina atinge 97,1% da área
  - Seca reduzirá safra de cana-de-açúcar no Brasil, prevê Cofco
21/06/18 - Agropecuária é destaque na geração de empregos formais em maio
  - Plantio da safra 2018/19 de soja nos EUA alcança 97% da área
  - Agropecuária puxa geração de empregos formais em maio
20/06/18 - Valor da produção Agropecuária deve registrar queda de 2,3% neste ano
  - Agronegócio representa 63% das exportações do SC
06/04/18 - Agricultores dos EUA defendem negociação com China em vez de proteção do governo
12/03/18 - IPCA para 2018 previsto pelo Focus cai de 3,70% para 3,67%
09/03/18 - Maiores exportadores da Ásia criticam tarifas dos EUA e ampliam temores com guerra comercial
  - Produção industrial recua em 8 dos 14 locais pesquisados pelo IBGE em fevereiro
  - O crescimento do PIB paulista
  - Ainda o preço da gasolina
  - IGP-M acelera alta a 0,60% na 1ª prévia de março com preços dos alimentos no atacado
  - Mercosul inicia negociações para acordo comercial com o Canadá
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Rastreabilidade aumenta valor de produtos e garante qualidade, diz especialista
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa História
• Missão, Visão e Objetivos
• Troféu da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Apoio Cultural
• Contatos
Institucional

• Comitês de Gestão
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Agenda
• Aulas/Palestras
• Comitês de Gestão
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminário/Workshop
• Apoio Cultural
Imprensa

• Agência UDOP de Notícias
• Últimas Notícias
• Fórum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mídias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produção Brasileira
Serviços

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendário de Eventos
• Guia de Empresas
• Índice Pluviométrico
• Pesquisas UDOP
• Previsão do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrográficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento:
/