Quarta-feira, 22 de novembro de 2017
:
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia | Energia | Espaço Datagro
Etanol | Fórum de Articulistas | Investing.com | Investing.com Internacionais | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Açúcar Aumentar a letra    Diminuir a letra
Europa vai ao fim do mundo em busca de mercados para o açúcar  

09/11/2017 - A produção das fazendas de beterraba da região está atraindo compradores de lugares distantes como o Haiti, antes um grande produtor de cana do Caribe, e Serra Leoa, na África subsaariana. O açúcar europeu apareceu até mesmo na ilha de Pitcairn, no Pacífico, um dos lugares mais remotos da Terra.

Qualquer demanda é uma boa notícia para produtoras como Suedzucker, a maior do mundo, e para sua principal concorrente europeia, a Nordzucker, porque a oferta excedente derrubou os preços do açúcar branco em 27 por cento neste ano em Londres. O fenômeno surge após a decisão da União Europeia de encerrar as cotas aplicadas à produção e às exportações.

"Existe um mercado vibrante lá fora que adora comprar açúcar branco europeu", disse o CEO da Nordzucker, Hartwig Fuchs, em entrevista na sede da empresa, em Brunswick, Alemanha. "Temos a oferta mais barata da atualidade."

A participação da UE nas exportações globais mais do que dobrará para quase 5 por cento nesta safra, segundo a Organização Internacional do Açúcar, grupo que congrega países produtores. A Europa quer manter mercados tradicionais como Israel, Egito, Noruega e Suíça, mas também reservou entregas para Camarões e Mauritânia, no noroeste da África, nas últimas semanas.

Fuchs destacou uma entrega ainda mais estranha, para Pitcairn, ocorrida há um ano, que chegou ao conhecimento da Nordzucker só quando um viajante procedente de Brunswick enviou à empresa uma foto onde se via um navio de cruzeiro descarregando seus sacos 25 quilos. Nessa ilha vulcânica vivem cerca de 50 pessoas, a maior parte descendente de amotinados do século 18 do navio HMS Bounty, e fica a cerca de 16.000 quilômetros da Europa em linha reta, o dobro da distância em relação ao Brasil, maior exportador de açúcar do mundo.

Mais significativas são as vendas do açúcar produzido pela concorrente alemã Suedzucker para o Haiti, antes um dos principais produtores do mundo, localizado a apenas algumas centenas de quilômetros de produtoras da Jamaica e de Belize.

"De fato no momento temos muita demanda de fora da Europa porque oferecemos os menores preços", disse Fuchs, e o crescimento mais forte é observado na Ásia e na África.

Os novos mercados internacionais são insuficientes para compensar os preços baixos enfrentados pelos produtores europeus em meio à oferta global abundante. Por enquanto, as exportações têm sido baixas em relação ao excesso de oferta esperado e a Marex Spectron Group afirma que a culpa pode ser do carregamento lento em alguns portos.

O dólar mais fraco em relação ao euro também reduziu o lucro dos produtores de açúcar europeus, ampliando uma pressão que pode tirar os mais fracos do negócio, segundo Fuchs. Os produtores provavelmente reduzirão o plantio, diminuindo "drasticamente" a área plantada já em 2019, disse ele.

As importações da UE já têm sido limitadas pelos preços regionais mais baixos. Os futuros do açúcar branco em Londres atingiram o menor nível em dois anos, de US$ 353,30 a tonelada, em setembro.

"Nos próximos três ou quatro meses estabilizaremos o mercado, mas em níveis relativamente baixos", disse o CEO. "É possível que a recuperação real fique para 2019."

08/11/17
Agnieszka de Sousa e Isis Almeida
Fonte: Bloomber
Texto extraído do portal Jornal Floripa
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
22/11/17 - Preços do açúcar fecham em baixa nos mercados internacionais
  - Encomendas de bens de capital nos EUA caem, mas mercado de trabalho segue forte
  - EUA relatam redução de reservas de petróleo e produção recorde
  - Estoques de petróleo nos EUA caem 1,855 milhão de barris na semana
  - Sauditas pressionam para prorrogar por 9 meses acordo de cortes da Opep, dizem fontes
  - Plantio de soja chega a 95% da área para a safra 2017/18 no MS
  - Chuva permite desenvolvimento das lavouras
  - Após duas sessões de quedas, soja testa leves altas em Chicago nesta 3ª feira
  - Entrada de dólares supera saída em US$ 8,579 bi no ano até 17 de novembro, diz BC
  - Açúcar: Liquidez diminui, mas preço segue em alta no BR
  - Processamento de cana-de-açúcar é menor no Centro-Sul
  - CBOT: Mercado de grãos deve abrir em alta; feriado amanhã reduz liquidez
  - Bolsas europeias buscam direção, de olho na Alemanha, Reino Unido e Fed
  - Yellen ainda prevê recuperação da inflação nos EUA mas diz estar "bastante incerta"
21/11/17 - CBOT: Mercado de grãos deve abrir em queda; soja tem menor demanda
  - Sindaçucar conta com o Projeto de Lei RenovaBio para estabilizar setor
  - Companhia brasileira e angolana com recorde de açúcar produzido no norte de Angola
  - Grãos: Veja o relatório semanal de inspeção de exportação do USDA
17/11/17 - Próxima safra de cana deve ser 4,2% inferior
16/11/17 - Clima favorece safra 2017/18
  - Fila de navios para embarcar açúcar no Brasil recua 36% em 2 semanas
14/11/17 - Usinas de MG fecham 17/18 processando mais 3 mi/t, ATR "expressivo" de 145 kg/t de cana e com folga
  para produzir mais etanol
  - Datagro reduz projeção sobre superávit mundial de açúcar em 2017/18
  - Açúcar: Indicador sobe mais de 6% em sete dias
13/11/17 - IC agro cai 7,2 pts no 3T17 ante 3T16, para 99,1 pts e indica perda de confiança
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Europa vai ao fim do mundo em busca de mercados para o açúcar
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário:
 
Se não consegue ler a palavra, clique aqui.
Digite a palavra:
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa História
• Missão, Visão e Objetivos
• Medalha da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Apoio Cultural
• Contatos
Institucional

• Comitês de Gestão
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Agenda
• Aulas/Palestras
• Comitês de Gestão
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminário/Workshop
• Apoio Cultural
Imprensa

• Agência UDOP de Notícias
• Últimas Notícias
• Fórum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mídias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produção Brasileira
Serviços

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendário de Eventos
• Guia de Empresas
• Índice Pluviométrico
• Pesquisas UDOP
• Previsão do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrográficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento:
/