Terça-feira, 14 de agosto de 2018
:
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Fórum de Articulistas Aumentar a letra    Diminuir a letra
Engenheiro do desenvolvimento  

14/12/2017 - Transformar em realidade ideias que mudam para melhor a vida das pessoas não é tarefa fácil, por isso o Dia do Engenheiro, 11 de dezembro. Comemorá-lo é lembrar a importância desses profissionais. Como engenheiro formado pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP), tenho orgulho de integrar esta categoria que constrói as bases do Brasil.

O Dia do Engenheiro surgiu a partir do Decreto de Lei nº 23.569, de 11 de dezembro de 1933, que regulamenta e oficializa as profissões de Engenheiro, Arquiteto e Agrimensor no Brasil. São os profissionais do desenvolvimento.

O engenheiro civil é, de longe, o profissional mais importante quando o assunto é estrutura. Habilitado a lidar com projetos e construções de edifícios, estradas, túneis, metrôs, barragens, portos, aeroportos e até usinas de geração de energia e garantir as construções dos lares brasileiros.

O engenheiro é quem alicerça as ideias para que elas sejam firmes, fortes e possíveis de serem realizadas, também, é responsável pela segurança dos indivíduos envolvidos nas atividades de edificação, um pequeno erro nos cálculos poderia colocar a vida de muitas pessoas em perigo.

Estamos inseridos nas mais diversas áreas, da química ao campo, passando pela energia e pela agricultura, aplicando os melhores ensinamentos que aprendemos ao longo dos anos dentro e fora da faculdade. A engenharia cria vida, constrói esperanças e edifica sentimentos nos mais diversos setores.

É uma profissão essencial para que nossa agricultura continue pujante e motivo de orgulho. O engenheiro agrônomo é o responsável por orientar o produtor rural sobre como aumentar sua produtividade, sustentabilidade e renda com soluções construídas com conhecimento técnico aliado à vivência no campo.

São os grandes parceiros do produtor rural porque acompanham a atividade desde a preparação da terra até o escoamento da produção. Constroem uma ponte entre as tecnologias e inovações geradas pelos órgãos de pesquisa e sua aplicação prática, rendendo bons resultados e atualizando o agricultor.

Nos países emergentes, como o Brasil, a Engenharia se mostra indispensável para a ampliação da infraestrutura, para a melhoria na qualidade de serviços prestados à sociedade e para a resolução de problemas de caráter econômico e social.

Inserindo esta atuação profissional na realidade atual, em um Brasil que ainda patina para sair da crise, são os engenheiros os responsáveis por garantir segurança aos necessários investimentos em infraestrutura. Nenhum investidor quer ver seus recursos ruírem em uma obra malfeita, em um planejamento mal definido.

Esta é apenas uma das várias importantes funções exercidas pela engenharia: realizar soluções que não apenas melhoram tráfego, produtividade e a vida das pessoas, mas também garante confiabilidade para a retomada econômica tão urgente ao País.

Ao atrair investimentos em infraestrutura para escoamento e exportação da produção agrícola, mobilidade humana e conforto e segurança das pessoas, a engenharia se torna uma mola propulsora da atividade econômica. É um setor dinâmico que gera empregos, sendo o termômetro da economia o nível de empregabilidade na construção civil, por exemplo.

São homens e mulheres que merecem nosso respeito e aplauso por dedicarem a sua vida a cuidar do próximo, a pensar em melhorar a vida do outro. Por isso não pode ser vista como uma profissão exata, sem sentimentos, calcada em números. Cálculos e estudos existem, são necessários e garantem a boa execução da obra, mas sem sentimento nenhum trabalho frutifica.

Em cada tijolo, em cada projeto, em cada pedaço de terra, em cada colheita o engenheiro coloca seu coração ao pensar além do papel, ao considerar o lado humano de quem irá utilizar aquela obra sobre a qual ele se debruça, em quem irá se alimentar a partir da produção agrícola, em quem utilizará os solos para produzir energia ou dirigir veículos.

Parabéns aos engenheiros, profissionais do desenvolvimento!


*Artigo divulgado pela Assessoria no dia 13/12.

Arnaldo Jardim
Secretário da Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo e deputado federal PPS/SP (licenciado)
Os artigos assinados são de responsabilidade de seus autores, não representando,
necessariamente, a opinião e os valores defendidos pela UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
14/08/18 - Preços firmes do milho no mercado brasileiro
  - Bovespa sobe 1,0% com trégua externa e na véspera de vencimento futuro
  - A crise da Turquia não é só financeira e arrasta emergentes como o Brasil
  - Preço médio da gasolina nas refinarias sobe 1,29%, para R$ 1,9420
  - Dólar passa por correção com alívio externo e cai ante real
  - Soja/Imea: MT processou 835 mil t em julho, volume recorde
  - Tempo seco favorece colheita do milho segunda safra
  - USDA reduz em 1% índice de lavouras de soja e milho em boas/excelentes condições
13/08/18 - MS já colheu mais da metade da área cultivada com milho na segunda safra
  - Tempo: Geadas marcam final de semana no Centro-Sul do país, mas temperaturas começam a subir
  - Tabelamento do frete impõe queda às exportações do agronegócio do RS
10/08/18 - Exportações do agronegócio atingem US$ 59,2 bi no acumulado do ano
  - FAO recomenda investimentos em pesquisa para Brasil melhorar produtividade agrícola
  - Produtividade agrícola manterá o crescimento
  - China diz que compras de produtos agrícolas dos EUA cairão drasticamente com sanções
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Engenheiro do desenvolvimento
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa História
• Missão, Visão e Objetivos
• Troféu da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Apoio Cultural
• Contatos
Institucional

• Comitês de Gestão
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Agenda
• Aulas/Palestras
• Comitês de Gestão
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminário/Workshop
• Apoio Cultural
Imprensa

• Agência UDOP de Notícias
• Últimas Notícias
• Fórum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mídias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produção Brasileira
Serviços

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendário de Eventos
• Guia de Empresas
• Índice Pluviométrico
• Pesquisas UDOP
• Previsão do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrográficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento:
/