Domingo, 21 de janeiro de 2018
:
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia | Energia | Espaço Datagro
Etanol | Fórum de Articulistas | Investing.com | Investing.com Internacionais | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Etanol Aumentar a letra    Diminuir a letra
Aposta renovada  

18/12/2017 - A política de reajustes de combustíveis do governo Dilma Rousseff provocou dezenas de falências de usinas brasileiras de cana-de-açúcar. Desde 2008, só no Centro-Sul do País, 75 fecharam e acumularam endividamento de R$ 90 bilhões. Para reverter esse quadro, o setor ganhou um novo fôlego com a aprovação do RenovaBio (leia ao lado), um projeto de Lei (PL), aprovado na terça-feira, 12, no Senado, que cria uma agenda estratégica para a implantação do biocombustível na matriz energética nacional e para a diminuição das emissões de poluentes (compromisso assumido pelo Brasil no Acordo de Paris). "A regulamentação é muito importante", diz Pedro Mizutani, vice-presidente da Raízen. "A nova geração de consumidores terá mais consciência do benefício do combustível menos poluente."

Tanto a Raízen como o Grupo Tereos, duas das maiores usinas brasileiras, dizem que é cedo para avaliar o impacto do RenovaBio, mas confiam que essa agenda vai, sim, impulsionar o setor. A ideia central não é apenas alavancar a produção de etanol e biocombustível, mas dar previsibilidade para os investidores. A projeção da União da Agroindústria Canavieira do Estado de São Paulo (Unica), levando em conta as metas do Acordo de Paris, é dobrar o volume de produção de etanol, dos atuais 26 bilhões de litros para 50 bilhões de litros. Com esse aumento da produção, o PIB do setor sucroenergético, considerando as exportações e as vendas dos produtos finais no mercado interno, pode atingir US$ 74,5 bilhões, ou seja, 72% maior que o resultado da safra 2013/14. Para alcançar esse objetivo, devem ser construídas 72 novas usinas, que precisarão de investimentos de quase R$ 140 bilhões. "O RenovaBio, além do ganho ambiental, vai retomar o investimento no setor", diz Elizabeth Farina, presidente da Unica.

A Organização de Cooperação e de Desenvol-vimento Econômico (OECD) prevê que a produção global do etanol chegue a 128,4 bilhões de litros até 2025. O Brasil tem capacidade para produzir metade desse volume, desde que o setor volte a investir. "O Brasil tem enorme potencial para explorar os biocombustíveis", diz o deputado Evandro Gussi (PV-SP), autor do PL. "Ao contrário de outros países, em que a redução da emissão de carbono pode frear o desenvolvimento, no nosso caso ela acelera." O setor espera que, a partir de 2020, quando o RenovaBio entra em vigor, o vigor do etanol funcione tanto nos carros como na economia.


Futuro Verde
Saiba mais sobre a nova agenda para o biocombustível

O que é o Renova Bio?
Uma política pública que cria uma estratégia para que todos os biocombustíveis sejam incorporados à matriz energética brasileira, até 2030.

Qual o objetivo?

Cumprir o Acordo de Paris, firmado na COP21, no qual
o Brasil se comprometeu a reduzir em até 43% as emissões de gases poluentes, até 2030.

Como vai funcionar?

Os produtores de biocombustíveis são certificados de acordo com sua performance ambiental e emitem créditos de descarbonização (CBio), que serão negociados na bolsa de valores. Os distribuidores devem comprar esses créditos, mas se venderem mais combustível fóssil, terão de comprar mais crédito de carbono, o que vai gerar mais recursos para a produção do combustível limpo.

15/12/17
Luana Meneghetti
Fonte: Revista Isto É Dinheiro
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
19/01/18 - Arábia Saudita eleva exportação de refinados para compensar cortes em petróleo
  - Índice de investimentos de empresas caiu 0,7% de outubro para novembro, diz Ipea
  - Esqueça petróleo: Sauditas miram energia renovável na Am. Latina
  - Liquidações financeiras de energia nuclear e cotas somam R$ 839,5 mi, diz CCEE
  - Disponibilidade de turbinas de Itaipu chegou a 97,10% em 2017
  - Embrapa, uma empresa da sociedade brasileira
  - País busca produzir de maneira mais sustentável, diz ministro da Agricultura
  - Logística: Agricultores da Bahia recuperam cerca de 220 km de estradas em 2017
  - Agronegócio: Uma Máquina de Geração de Renda ao Brasi
  - Agronegócio: Saldo da Balança Comercial sobe 3,7% e fecha 2017 em US$ 13,9 bilhões
  - Afetada por chuvas e geada, safra de cana 17/18 em MS deve ser no mesmo patamar da anterior, diz
  Biosul
  - Preços do etanol no Brasil em alta abrem janela para importação dos EUA
  - Produção de açúcar da Índia faz preços da commodity caírem em Nova York
18/01/18 - Agricultura: Maggi só reverá tarifa sobre etanol se estudo mostrar que medida não se justifica
  - Produtor reage à isenção do etanol americano
16/01/18 - Superavit de US$ 81,86 bilhões do agronegócio foi o segundo maior da história
  - Em relatório especial, INTL FCStone analisa mercado de commodities em 2018
10/01/18 - Usina para fabricação de etanol de milho em Sinop começará a ser construída em abril
09/01/18 - Lei do Bem: um caminho para ganhar eficiência e potencializar os benefícios do RenovaBio
08/01/18 - Setor sucroenergético é destaque nas exportações mineiras com 16,5% de participação no agronegócio
05/01/18 - Com 14% de reforma em rotação com soja e uso de tecnologia, CanaCampo reflete parceria mais rentável
  com Usina Coruripe
  - Raízen deve ficar com ativos da Shell na Argentina por US$ 1 bi
04/01/18 - Cade aprova joint venture entre Copersucar e BP para operar terminal de etanol em SP
  - Mario Lorencatto assumirá presidência da usina Coruripe em 1º de fevereiro
18/12/17 - Veja como é feito o etanol; cana é esmagada 5 vezes, vira melaço e ´vinho´ antes de combustível
15/12/17 - Shell venderá ativos argentinos à brasileira Raízen
14/11/17 - Raízen planeja incorporar capacidade de usinas da Tonon ao longo da próxima safra
13/11/17 - Cosan: lucro líquido cresce 53,4% no 3º trimestre, para R$ 499,7 mi
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Aposta renovada
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa História
• Missão, Visão e Objetivos
• Medalha da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Apoio Cultural
• Contatos
Institucional

• Comitês de Gestão
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Agenda
• Aulas/Palestras
• Comitês de Gestão
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminário/Workshop
• Apoio Cultural
Imprensa

• Agência UDOP de Notícias
• Últimas Notícias
• Fórum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mídias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produção Brasileira
Serviços

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendário de Eventos
• Guia de Empresas
• Índice Pluviométrico
• Pesquisas UDOP
• Previsão do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrográficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento:
/