Terça-feira, 23 de janeiro de 2018
:
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia | Energia | Espaço Datagro
Etanol | Fórum de Articulistas | Investing.com | Investing.com Internacionais | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Economia Aumentar a letra    Diminuir a letra
Após recorde, boa perspectiva para o comércio exterior  

04/01/2018 - Além de ser um recorde histórico, o superávit comercial de US$ 67 bilhões em 2017 foi obtido graças a um significativo aumento das exportações, não dependendo, portanto, apenas da fraqueza das importações decorrente da prolongada recessão econômica. Ainda que para 2018 esteja previsto um superávit menor, as perspectivas para o comércio exterior continuam sendo favoráveis. Além do saldo positivo estimado entre US$ 45 bilhões e US$ 55 bilhões, espera-se, o que é mais importante, um aumento firme da corrente de comércio (soma de exportações e importações), que é a melhor medida do grau de abertura de uma economia.

Resultado de exportações de US$ 217,7 bilhões e importações de US$ 150,7 bilhões, o superávit de 2017 superou as expectativas das consultorias econômicas e foi o ponto alto do balanço de pagamentos, reduzindo a proporções modestas o déficit em transações correntes do balanço de pagamentos.

As exportações totais, segundo os economistas do Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial (Iedi), voltaram a crescer (+18,5%) após cinco anos seguidos de retração, "constituindo-se em um componente da melhora do quadro econômico".

Beneficiadas pelo desempenho da economia global, avançaram muito em quantidade e preço as vendas de produtos básicos, como soja, carne bovina e milho. As exportações do agronegócio subiram 11%, alcançando US$ 95 bilhões, e as vendas de petróleo bruto aumentaram 66%. Também cresceram as exportações de semimanufaturados e manufaturados - como veículos de passeio e de carga, chassis, autopeças e pneumáticos.

Nas importações, cabe destacar o aumento das compras de bens de capital, um sinal de recuperação dos investimentos das empresas.

Para 2018, há consenso quanto à perspectiva de crescimento das importações, em decorrência da retomada econômica. A consequência será a nova alta da corrente de comércio, que passou de US$ 322,8 bilhões em 2016 para US$ 368,5 bilhões em 2017 (+15,1%), mas ainda é muito inferior à de anos anteriores.

O mais provável é que haja, em 2018, menos grãos a exportar depois das colheitas recordistas de 2017. É, pois, do vigor da economia internacional e de cotações satisfatórias de commodities, como o petróleo, que mais dependerá um novo crescimento das exportações.


Fonte: O Estado de S. Paulo
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
23/01/18 - Confiança do empresário do comércio em janeiro sobe 15% na comparação com 2017
  - Em Davos, Meirelles diz que Brasil pode superar crescimento de 3% em 2018
  - Pesquisa: Governo de SP vai recorrer de decisão que anulou audiência para venda de áreas
  - Mercado da soja em Chicago dá continuidade às altas nesta 3ª feira ainda com foco na Argentina
  - Mercosul/UE: Ministro Blairo Maggi considera "difícil" fechar acordo comercial
  - Conab: Cerca de 140 mil famílias receberam 4,3 mil t de alimentos em 2017
  - CBOT: Soja pode abrir em alta com demanda; ampla oferta deve pressionar milho e trigo
  - La Niña pode comprometer safra de soja no Brasil
  - Exportação de etanol cresce 50% em janeiro
  - Acidente com trem interdita completamente linha férrea na Serra do Mar
  - MME publica portaria com regras para cálculos de garantias de UHEs e UTEs
  - Nível dos reservatórios no Nordeste sobe 0,1% e chega a 16,5%
  - Diretor da Aneel diz que expectativa é de manutenção da bandeira verde em fevereiro
22/01/18 - Com 200 km de estradas intransitáveis e pontes destruídas, prefeito de Novo Horizonte do Sul, MS,
  pede a agricultores que atrasem colheita
19/01/18 - Portos Gaúchos registram recorde de movimentação em 2017
  - Logística: Agricultores da Bahia recuperam cerca de 220 km de estradas em 2017
  - Confiança da indústria cresce pelo 6º mês e é a melhor desde abril de 2011
18/01/18 - Trump diz que acabar com Nafta irá produzir "melhor acordo" para os EUA
  - Porto de Rio Grande movimenta mais de 41 milhões de t em 2017, o maior volume da história
  - Agronegócio, fonte de dólares
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Após recorde, boa perspectiva para o comércio exterior
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa História
• Missão, Visão e Objetivos
• Medalha da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Apoio Cultural
• Contatos
Institucional

• Comitês de Gestão
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Agenda
• Aulas/Palestras
• Comitês de Gestão
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminário/Workshop
• Apoio Cultural
Imprensa

• Agência UDOP de Notícias
• Últimas Notícias
• Fórum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mídias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produção Brasileira
Serviços

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendário de Eventos
• Guia de Empresas
• Índice Pluviométrico
• Pesquisas UDOP
• Previsão do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrográficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento:
/