Sexta-feira, 14 de dezembro de 2018
:
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Economia Aumentar a letra    Diminuir a letra
Indicador de preços sobe 1,77% em fevereiro e acumula alta de 0,38% no bimestre  

07/03/2018 - O Índice de preços da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp) fechou em alta de 1,77% em fevereiro ante janeiro. No primeiro bimestre, o indicador acumula elevação de 0,38%. Sazonalmente, os dois primeiros meses do ano têm aumento nos valores dos produtos devido a fatores como excesso de chuvas e altas temperaturas. Segundo a companhia, neste ano, não houve prejuízos severos na produção e os avanços de preços foram razoáveis. Para março, a expectativa é de estabilidade e queda mais acentuada somente no início de abril.

O volume comercializado no entreposto paulista caiu 5,89% no mês passado, ao total de 255.166 toneladas fevereiro quando comparado a 271.149 toneladas vendidas em igual período de 2017. No bimestre, a comercialização chegou a 533.051 toneladas, queda de 1,85% na mesma comparação.

Em fevereiro, o setor de frutas registrou aumento de 3,57%. As principais elevações foram da maçã fuji (50,2%), kiwi estrangeiro (37,9%), abacaxi pérola (27,7%), abacaxi havaí (15,6%) e laranja pera (14,4%). As principais quedas foram do figo (-27%), pêra estrangeira willians (-18,8%), limão taiti (-14,5%), maracujá azedo (-12,2%) e goiaba vermelha (-10,1%).

O setor de legumes registrou queda de 1,15%. As principais baixas foram do jiló (-28%), cará (-19,7%), pepino japonês (-18,6%), quiabo (-17,5%) e pimenta cambuci (-16,8%). As principais altas foram dos pimentões amarelos (50,1%), vermelho (40,9%) e verde (26,5%), chuchu (9,9%), beterraba (9,4%) e abóbora moranga (9,1%).

O setor de verduras subiu 3,25%. As principais altas foram do almeirão (26,6%), acelga (19,9%), salsa (16,4%), catalonha (14,1%) e espinafre (11,9%). As principais quedas foram da rúcula (11,7%), agrião hidropônico (-9,3%), brócolis ninja (-6,5%), alface crespa (-6,3%) e alface lisa (-3,7%).

O setor de diversos subiu 2,34%. Os principais aumentos foram da cebola nacional (27,6%), ovos brancos (14,8%) e vermelhos (11%). As principais quedas ocorreram com o amendoim com casca (-7,5%), alho (-7,0%) e coco seco (-5,7%).

O setor de pescados registrou queda de 3,02%. As principais baixas ocorreram na sardinha fresca (-23%), namorado (-21,9%), robalo (-17%), pescada maria mole (-11,3%) e abrótea (-7,5%). As principais altas foram da lula congelada (28,2%), pescada tortinha (15,7%) e pescada branca (15,4%).

O Índice Ceagesp é o primeiro balizador de preços de alimentos frescos no mercado atacadista, divulgado mensalmente. Os 150 itens da cesta foram escolhidos pela importância dentro de cada setor e ponderados de acordo com a sua representatividade.

Nayara Figueiredo
Fonte: O Estado de S. Paulo
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
14/12/18 - Brasil está pronto para eventual retirada de taxa chinesa à soja dos EUA, diz Maggi
  - Seis municípios concentravam 25% do PIB do Brasil em 2016
  - Juros passam a cair com desaceleração do dólar e leitura de Selic estável
  - Superávit da balança comercial em 2019 deve ser 38% maior que em 2018
  - Bolsas asiáticas fecham em baixa generalizada, após decepção com dados chineses
  - Rompimento comercial com árabes e China prejudicará o agronegócio
  - Chuvas indicam alívio para lavouras de soja ressecadas do Paraná
  - Grãos/Argentina: plantio de soja atinge 68,8% da área, diz bolsa de cereais de Buenos Aires
  - Plantio de milho na Argentina alcança 47,7% da área prevista
  - Plantio de soja na Argentina chega a 68,8% da área estimada
13/12/18 - Clima/COP24: campo brasileiro ultrapssa metas voluntárias de redução de emissões de gases
  - Brasil antecipa meta de reduzir emissão de CO2 com a agropecuária sustentável
  - Agro sustentável contribui para o Brasil antecipar metas de redução de emissão de CO2
11/12/18 - Farsul: receita com exportações do agronegócio gaúcho recua 10% em novembro ante nov/17
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Indicador de preços sobe 1,77% em fevereiro e acumula alta de 0,38% no bimestre
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa História
• Missão, Visão e Objetivos
• Troféu da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Contatos
Institucional

• Comitês de Gestão
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Agenda
• Aulas/Palestras
• Comitês de Gestão
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminário UDOP de Inovação
Imprensa

• Agência UDOP de Notícias
• Últimas Notícias
• Fórum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mídias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produção Brasileira
Serviços

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendário de Eventos
• Guia de Empresas
• Índice Pluviométrico
• Pesquisas UDOP
• Previsão do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrográficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento:
/