Sexta-feira, 20 de julho de 2018
:
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Economia Aumentar a letra    Diminuir a letra
Taxa de juros deve ter só mais um corte, reafirma presidente do Banco Central  

10/04/2018 - Mesmo diante do baixo índice de inflação registrado em março, o presidente do Banco Central (BC), Ilan Goldfajn, reafirmou nesta terça-feira (10) que a taxa de juros deve sofrer mais um corte na próxima reunião do Copom (Comitê de Política Moneária) e, depois, a trajetória de queda deve ser interrompida.

O dado da inflação oficial do país, divulgado nesta terça pelo IBGE, mostra que o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) variou 0,09% em março, índice mais baixo para o mês desde a implementação do Plano Real, em 1994. No acumulado de 12 meses, o índice está em 2,68%, próximo do piso de 2,5% estabelecido para a meta de inflação.

Desde outubro de 2016, o Copom fez 12 cortes consecutivos na taxa Selic, que chegou a 6,5% ao ano na reunião de março. O Comitê volta a se reunir nos dias 15 e 16 de maio.

Em audiência pública no Senado, o presidente do BC disse que, para a próxima reunião, o Copom vê como "apropriada uma flexibilização monetária moderada adicional". Segundo ele, o corte nos juros só não será feito se o BC perceber que a medida não é necessária para levar a inflação à meta.

"Para reuniões além da próxima, salvo mudanças adicionais relevantes no cenário básico e no balanço de riscos para a inflação, o Comitê vê como adequada a interrupção do processo de flexibilização monetária, visando avaliar os próximos passos", afirmou Ilan.

Entre os fatores que serão levados em conta para definir os próximos passos, o presidente do BC citou a evolução da atividade econômica e as projeções e expectativas de inflação.


Juros bancários

Na apresentação a senadores, Ilan afirmou que as taxas de juros de mercado apresentam tendência de queda. Ele ponderou que os dados ainda não são satisfatórios.

"Não significa que estamos satisfeitos com a velocidade da queda. Queremos que a redução seja mais rápida, para que tenhamos logo crédito mais barato para famílias e empresas", disse.

O presidente do Banco Central mencionou a limitação do período máximo para o uso do rotativo no cartão de crédito, implantada em janeiro, como uma das medidas que estão contribuindo para a redução das taxas.

Ilan também comentou a medida anunciada nesta terça pela Febraban (Federação Brasileira de Bancos), que dá acesso a uma linha de crédito mais barata a consumidores que comprometerem mais de 15% do limite do cheque especial por 30 dias consecutivos.

Segundo ele, a decisão é uma inciativa de autorregulação dos bancos que tem o objetivo de "tornar o cheque especial mais eficiente".

Ilan ressaltou que, em média, as pessoas permanecem de 7 a 8 dias no cheque especial. Ainda assim, ele disse que o banco trabalha para reduzir as taxas - que ultrapassam 320% ao ano.

Bernardo Caram
Fonte: Folha de S. Paulo
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
20/07/18 - Dólar despenca e tem maior queda semanal em 5 meses, abaixo de R$3,80
  - Agronegócio é o setor mais impactado pelo tabelamento de fretes, diz Cepea
  - Comercialização da safra de soja na Argentina atinge 72% da produção estimada
  - Ibovespa sobe numa reação positiva à aliança do Centrão com Alckmin
  - Projeções de Longo Prazo Continuam Favoráveis ao Agro Brasileiro
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Taxa de juros deve ter só mais um corte, reafirma presidente do Banco Central
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa História
• Missão, Visão e Objetivos
• Troféu da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Apoio Cultural
• Contatos
Institucional

• Comitês de Gestão
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Agenda
• Aulas/Palestras
• Comitês de Gestão
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminário/Workshop
• Apoio Cultural
Imprensa

• Agência UDOP de Notícias
• Últimas Notícias
• Fórum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mídias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produção Brasileira
Serviços

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendário de Eventos
• Guia de Empresas
• Índice Pluviométrico
• Pesquisas UDOP
• Previsão do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrográficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento:
/