Quarta-feira, 19 de dezembro de 2018
:
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Diversas Aumentar a letra    Diminuir a letra
USDA corta estoques de soja dos EUA, mas vê maior reserva de milho e trigo  

11/04/2018 - O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA, na sigla em inglês) divulgou nesta terça-feira uma revisão surpreendente em suas estimativas, cortando a previsão de oferta doméstica de soja, já que boas margens têm levado processadoras a aumentar o esmagamento.

O governo aumentou seu panorama para os estoques finais de trigo e milho, refletindo uma diminuição na demanda por ambos os grãos no setor de rações.

Os futuros da soja chegaram a subir a uma máxima desde 9 de março depois da divulgação do relatório. O milho e o trigo, por sua vez, permaneceram em território negativo.

Em seu relatório mensal de oferta e demanda, o USDA estimou os estoques finais de soja para o ano-safra 2017/18 em 550 milhões de bushels, 5 milhões a menos ante a previsão de março.

O USDA aumentou as estimativas para a soja usada para moagem em 10 milhões de bushels, para 1,970 bilhão de bushels. O USDA não mudou sua previsão para as exportações de soja dos EUA, deixando-as em 2,065 bilhões de bushels.

Analistas esperavam estoques finais de soja em 574 milhões de bushels, tendo por base uma média de estimativas de uma pesquisa da Reuters.

Apesar da previsão menor do USDA, os estoques finais da soja ainda devem ser os segundos maiores já registrados.

O USDA também cortou sua estimativa para a safra de soja da Argentina em 7 milhões de toneladas, para 40 milhões de toneladas, e reduziu seu panorama de exportação para o importante fornecedor sul-americano em 2,60 milhões de toneladas, para 4,20 milhões de toneladas.

"Estamos tendo algum benefício com o que está acontecendo com a venda da safra (de soja) da Argentina, mas o suficiente para compensar negócios de exportação que perdemos na primeira metade do ano-safra", disse Arlan Suderman, analista da INTL FCStone.

A expectativa de colheita no Brasil cresceu para 115 milhões de toneladas, ante 113 milhões de toneladas. As exportações brasileiras foram colocadas a 73,10 milhões de toneladas, 2,60 milhões a mais do que o esperado em março.

Para o milho, o USDA elevou sua perspectiva de estoques domésticos finais para 2,182 bilhões de bushels, ante 2,127 bilhões em março.

O governo dos EUA reduziu sua estimativa para as safras de milho do Brasil e da Argentina e disse que a redução da concorrência deve impactar as exportações dos EUA durante a primeira metade do ano comercial 2018/19.

Para o trigo, os estoques finais norte-americanos foram elevados para 1,064 bilhão de bushels, contra 1,034 bilhão de bushels anteriormente.

10/04/18
Mark Weinraub com reportagem adicional de Michael Hirtzer

Fonte: Reuters
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
18/12/18 - Milho: Bolsa de Chigaco opera entre 0,25 negativo e 0,25 postivo
  - Exportações brasileiras de milho na segunda semana de dezembro seguem maiores do que o ano passado
  - Milho: terça-feira começa com preços estáveis na Bolsa de Chicago
  - Brasil elogia abertura comercial dos EUA em sabatina da OMC
  - Soja: Mercado em Chicago tem 3ª feira de estabilidade e fundos se posicionando
  - Aprosoja-MT orienta produtor a plantar semente de soja para uso próprio em fevereiro
  - Etanol tem segunda semana de alta e açúcar oscila, diz o Cepea
  - CBOT: soja, milho e trigo devem abrir em diferentes direções
  - Soja do PR e MS registra perdas por tempo seco; MT tem primeiras colheitas
  - Relatório do USDA destaca queda nos preços da soja, milho e trigo
  - UE importa mais grãos do que exporta pela 1ª vez em mais de 10 anos
17/12/18 - Milho: calor e pouca chuva devem reduzir produtividade de áreas do Sul
  - Agronegócio: Manutenção de mercado com a China deve ser ponto de atenção do próximo governo
14/12/18 - Grãos/Argentina: plantio de soja atinge 68,8% da área, diz bolsa de cereais de Buenos Aires
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
USDA corta estoques de soja dos EUA, mas vê maior reserva de milho e trigo
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa História
• Missão, Visão e Objetivos
• Troféu da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Contatos
Institucional

• Comitês de Gestão
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Agenda
• Aulas/Palestras
• Comitês de Gestão
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminário UDOP de Inovação
Imprensa

• Agência UDOP de Notícias
• Últimas Notícias
• Fórum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mídias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produção Brasileira
Serviços

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendário de Eventos
• Guia de Empresas
• Índice Pluviométrico
• Pesquisas UDOP
• Previsão do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrográficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento:
/