Terça-feira, 11 de dezembro de 2018
:
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Energia Aumentar a letra    Diminuir a letra
Privatização da Eletrobras é prioridade e conversas com Congresso serão retomadas, diz Guardia  

11/04/2018 - O novo ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, afirmou que a privatização da Eletrobras é um projeto "absolutamente necessário" e que o governo retomará conversas com o Congresso Nacional para fazê-lo avançar.

"Tivemos mudanças no ministério de Minas e Energia. O ministro Moreira Franco está comprometido com o projeto. Esse não é um projeto do ministério, é um projeto do presidente, é um projeto de governo", afirmou ele na noite passada em entrevista à Globonews.

Na segunda-feira, as ações da Eletrobras despencaram com a confirmação do nome de Moreira Franco para o comando do ministério de Minas e Energia. Contudo, o presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira, disse à Reuters que a escolha de Moreira para o posto era positiva para os planos do governo de privatizar a elétrica.

Segundo Guardia, todos os novos ministros participarão desse esforço de interlocução com os parlamentares.

"Esta é uma prioridade, nós queremos levar adiante. Agora evidentemente isso implica um diálogo com o Congresso Nacional e nós vamos intensificar esse diálogo a partir de agora", disse.

Originalmente, o governo previa 12,2 bilhões de reais em 2018 decorrentes do processo de privatização da estatal. Mas já bloqueou boa parte desses recursos no Orçamento, precavendo-se de eventual frustração com a operação, cuja tramitarão no Congresso Nacional tem se mostrado difícil.

Em sua primeira entrevista à frente do ministério, Guardia também defendeu a atual estratégia de ajuste fiscal gradualista, pontuando que a alternativa seria a realização de um choque de impostos, o que apontou como "absolutamente inadequado" com a economia mergulhada em recessão como estava.

Ele também enfatizou a necessidade da reforma da Previdência no ano que vem, já que sem as alterações nas regras de acesso à aposentadoria a regra do teto de gastos do governo não é sustentável.

"O fato de não ter aprovado a Previdência não elimina a absoluta urgência de debater e aprovar a Previdência", afirmou ele, acrescentando que a pasta sob seu comando será de continuidade da política econômica desenhada pelo seu antigo chefe, o ex-ministro da Fazenda, Henrique Meirelles.

Guardia ressaltou ser um profissional técnico, e que tinha orgulho de ter trabalhado em outros governos. Ele foi, por exemplo, secretário do Tesouro durante uma parte do governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

Marcela Ayres
Fonte: Reuters
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
10/12/18 - Cogeração de energia via biomassa de cana pode crescer 57% até 2030 com RenovaBio
  - Usina batatais investe R$ 332 milhões para expansão do plantio e cogeração de energia
  - CCEE: consumo em novembro aumenta 2%
  - Níveis do Sudeste/Centro-Oeste continuam subindo e chega a 26%
07/12/18 - Cogeração de energia via biomassa de cana pode crescer 57% até 2030 com RenovaBio
  - Leilões de energia existente movimentam R$1 bi em contratos, diz CCEE
  - ONS reduz projeção de chuva em hidrelétricas do Sudeste, eleva no Nordeste
  - Gasolina e energia recuam e IPCA cai 0,21% em novembro, maior deflação para o mês em 24 anos
06/12/18 - Moreira Franco avalia reduzir requisito mínimo para mercado de energia
04/12/18 - CCEE reduz projeção de PLD médio de 2019 para R$89/MWh por melhora no cenário de chuvas
03/10/18 - Empresários do setor dizem que apoio de ruralistas a Bolsonaro é embrião de novo partido
24/07/18 - PV lança Mendes Thame como candidato ao Senado
03/07/18 - Temer indica André Pepitone para o cargo de diretor-geral da Aneel
21/06/18 - Em vídeo divulgado pelo Planalto, narrador diz que governo não tem como tabelar preços
14/06/18 - Fux dá 48 horas para Temer e órgãos do governo explicarem MP sobre fretes
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Privatização da Eletrobras é prioridade e conversas com Congresso serão retomadas, diz Guardia
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa História
• Missão, Visão e Objetivos
• Troféu da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Contatos
Institucional

• Comitês de Gestão
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Agenda
• Aulas/Palestras
• Comitês de Gestão
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminário UDOP de Inovação
Imprensa

• Agência UDOP de Notícias
• Últimas Notícias
• Fórum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mídias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produção Brasileira
Serviços

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendário de Eventos
• Guia de Empresas
• Índice Pluviométrico
• Pesquisas UDOP
• Previsão do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrográficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento:
/