Terça-feira, 14 de agosto de 2018
:
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Economia Aumentar a letra    Diminuir a letra
Milho: Preços acompanham valorização cambial e sobem mais de 2% no pregão desta 5ª feira na BM&F  

07/06/2018 - As cotações futuras do milho na BM&F Bovespa operam em alta nesta quinta-feira (7). As principais posições da commodity exibiam valorizações entre 1,67% e 2,34%, perto das 13h20 (horário de Brasília). O vencimento julho/18 era cotado a R$ 42,50 a saca e o setembro/18 trabalhava a R$ 40,53 a saca. O novembro/18 operava a R$ 42,50 a saca.

O mercado acompanha a forte valorização cambial observada nesta quinta-feira. Às 12h24 (horário de Brasília), a moeda era cotada a R$ 3,9058 na venda, com ganho de 1,76%. Depois de atingir o nível de R$ 3,9147 no dia, maior patamar intradia desde fevereiro de 2016.

"A alta obrigou o Banco Central a novamente anunciar intervenção extraordinária, tentando trazer mais equilíbrio ao mercado afetado pelo nervosismo dos investidores com as cenas política e fiscal locais", informou a Reuters.

Além disso, os participantes do mercado permanecem atentos ao cenário brasileiro. Diante das incertezas trazidas pelo tabelamento dos fretes, os negócios continuam travados. Em meio a esse cenário, os produtores rurais iniciam a colheita do milho segunda safra.

Nos principais produtores do cereal na safrinha, Mato Grosso e Paraná, o índice colhido se aproxima de 1% da área cultivada nesta temporada.


Bolsa de Chicago

Já na Bolsa de Chicago (CBOT), os preços voltaram a testar o lado negativo da tabela ao longo do pregão desta quinta-feira. Perto das 13h27 (horário de Brasília), os vencimentos do cereal exibiam quedas de mais de 2 pontos, com o julho/18 cotado a US$ 3,75 por bushel e o setembro/18 a US$ 3,85 por bushel.

O foco principal dos traders permanece no comportamento do clima no Meio-Oeste americano. Algumas previsões recentes mostram um clima mais favorável ao longo de junho, com o retorno das chuvas nas principais regiões produtoras.

Em julho, as previsões indicam tempo mais seco e chuvas abaixo da normalidade em Missouri, em Iowa, Nebraska, Minnesota e nas Dakotas. "Esse é o período crítico para o milho durante a polinização", disse ale Mohler, meteorologista agrícola do Accuweather.

Ainda hoje, o USDA reportou seu boletim semanal de vendas. Na semana encerrada no dia 31 de maio, as vendas de milho ficaram em 838,6 mil toneladas da safra velha. O número ficou dentro do esperado pelos participantes do mercado, entre 600 mil toneladas e 900 mil toneladas. O México foi o principal comprador, com 247,5 mil toneladas.

Da safra 2018/19, as vendas totalizaram 418,3 mil toneladas no mesmo período. Destinos desconhecidos foram os principais compradores do cereal americano, com a aquisição de 203,2 mil toneladas.

Fernanda Custódio
Fonte: Notícias Agrícolas
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
14/08/18 - Milho: Focado na safra dos EUA, mercado amplia valorizações na Bolsa de Chicago ao longo desta 3ª
  feira
  - A crise da Turquia não é só financeira e arrasta emergentes como o Brasil
  - Dólar passa por correção com alívio externo e cai ante real
  - Exportações de biodiesel da Argentina para a União Europeia podem ser encerradas; fontes falam em
  fechamento de plantas
  - Milho: Após desvalorizações recentes, mercado testa reação na manhã desta 3ª feira na CBOT
  - Processamento de soja cai 8,8% no MT em julho
  - Agricultores no Brasil trocam cana por soja diante de apetite chinês com guerra comercial
  - Commodities lideram exportações do país em julho, diz FGV
  - Soja MT: Julho tem maior volume de produto esmagado no estado, mostra Imea
  - Preços firmes do milho no mercado brasileiro
  - Expectativa de safra menor sustenta preços do milho, diz Cepea
  - Tempo seco favorece colheita do milho segunda safra
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Milho: Preços acompanham valorização cambial e sobem mais de 2% no pregão desta 5ª feira na BM&F
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa História
• Missão, Visão e Objetivos
• Troféu da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Apoio Cultural
• Contatos
Institucional

• Comitês de Gestão
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Agenda
• Aulas/Palestras
• Comitês de Gestão
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminário/Workshop
• Apoio Cultural
Imprensa

• Agência UDOP de Notícias
• Últimas Notícias
• Fórum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mídias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produção Brasileira
Serviços

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendário de Eventos
• Guia de Empresas
• Índice Pluviométrico
• Pesquisas UDOP
• Previsão do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrográficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento:
/