Quarta-feira, 15 de agosto de 2018
:
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Economia Aumentar a letra    Diminuir a letra
Dólar abre em queda e marca mínima a R$ 3,81 em primeira reação a swap extra  

08/06/2018 - O dólar abriu em queda ante o real, nesta sexta-feira, 8, nos segmentos à vista e futuro e vale pouco mais de R$ 3,80. O movimento é a primeira reação à oferta adicional de US$ 20 bilhões em swaps cambiais pelo Banco Central (BC) e também à firme disposição da autoridade monetária de conter a volatilidade no mercado, que aproximou ontem a moeda americana dos R$ 4.

O movimento contraria o fortalecimento global da divisa americana tanto em relação a moedas de economias desenvolvidas (exceto o iene japonês) quanto em comparação às emergentes, o que poderá vir a gerar pressão de alta da divisa dos EUA ante o real. A valorização vista globalmente antecede uma série de eventos importantes, que a reunião do G-7 hoje e amanhã, as reuniões de política monetária do Fed e do BCE na próxima semana e também o aguardado encontro entre o presidente dos EUA, Donald Trump, e o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, em Cingapura.

Em nota nesta manhã, o Banco Central esclareceu que "o montante de US$ 20 bilhões em contratos de swap a serem ofertados ao longo da próxima semana são adicionais aos montantes de US$ 750 milhões que vêm sendo oferecidos diariamente nos leilões de swaps". Assim, conforme o BC, "o montante total de swaps ofertados até o dia 15 de junho será, salvo intervenções adicionais, de US$ 24,5 bilhões".

Mais cedo, o BC também divulgou o discurso que o presidente do BC, Ilan Goldfajn, fará em evento em São Paulo. Entre os destaques está a confirmação de que a instituição poderá ir além dos valores máximos do passado, quando o estoque de swaps chegou a US$ 115 bilhões. "O BC tem atuado para prover liquidez com swaps e, com Tesouro, tem dado liquidez a juros", consta no discurso de Ilan em reforço a declarações de ontem em entrevista coletiva.

No texto, Ilan também reafirma que a política monetária não será usada para controlar a taxa de câmbio. O comentário, que já havia sido feito por Goldfajn na noite de quinta-feira, durante coletiva de imprensa, surge após avaliações no mercado financeiro de que o BC poderia elevar a Selic (a taxa básica de juros) para conter a escolada do dólar ante o real. Alguns países emergentes, como a Argentina, adotaram essa estratégia recentemente.

Às 9h26, o dólar à vista estava na mínima aos R$ 3,8147 em queda de 2,55%. O dólar para julho recuava R$ 3,8207 com recuo de 2,10%. O DI para janeiro de 2019 estava em 7,28% ante 7,593% no ajuste de ontem. O DI para janeiro de 2023 marcava 11,21% ante 11,324% no ajuste anterior. Nesse horário, o Ibovespa futuro (junho) caía 0,64%.

Fonte: Estadão Conteúdo
Texto extraído da revista Isto É Dinheiro
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
15/08/18 - Importadores de petróleo da China evitam barris dos EUA apesar de reversão em tarifa
  - Milho: Na bolsa brasileira, preços acompanham alta do dólar e sobem mais de 1% nesta 4ª feira
  - Argentina: Bolsa de Rosario adverte que mudanças nos direitos de exportação do complexo soja
  afetarão economia do país
  - Milho: USDA reporta a venda de 114,572 mil toneladas para destinos desconhecidos
  - Dólar tem forte alta em linha com exterior por tensão com Turquia
  - Dólar salta 1,5% e vai a R$3,92 com exterior e cena eleitoral local
14/08/18 - Dólar passa por correção com alívio externo e cai ante real
  - Dólar passa por correção com alívio externo e cai ante real
13/08/18 - Dólar sobe e bate R$ 3,92 com preocupações com Turquia
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Dólar abre em queda e marca mínima a R$ 3,81 em primeira reação a swap extra
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa História
• Missão, Visão e Objetivos
• Troféu da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Apoio Cultural
• Contatos
Institucional

• Comitês de Gestão
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Agenda
• Aulas/Palestras
• Comitês de Gestão
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminário/Workshop
• Apoio Cultural
Imprensa

• Agência UDOP de Notícias
• Últimas Notícias
• Fórum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mídias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produção Brasileira
Serviços

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendário de Eventos
• Guia de Empresas
• Índice Pluviométrico
• Pesquisas UDOP
• Previsão do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrográficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento:
/