Domingo, 24 de junho de 2018
:
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Opinião Aumentar a letra    Diminuir a letra
Competição marcou o 4º leilão do pré-sal  

14/06/2018 - As desconfianças sobre intervenção do governo na política de preços da Petrobrás não afetaram a atração das petroleiras internacionais pela exploração e produção na camada do pré-sal. A 4.ª rodada de licitação de áreas do pré-sal, realizada pela Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP) no último dia 6, foi marcada por ágios elevados oferecidos por três das quatro áreas em leilão. Como já se podia prever pelo número recorde de 16 empresas inscritas no certame, houve grande competição, que permitiu uma arrecadação de R$ 3,15 bilhões pela União, valor a ser pago na assinatura dos contratos, possivelmente ainda este ano.

As maiores disputas envolveram os campos de Três Marias (ágio de 500,36% em relação ao valor mínimo fixado pela ANP) e Uirapuru (ágio de 240,35%), na Bacia de Santos. Em ambos os casos, a Petrobrás ficou com uma fatia mínima de 30%, assegurada pelo seu direito de preferência, sendo o restante de responsabilidade de companhias estrangeiras. A estatal foi líder em apenas um caso, ficando com participação de 45% no consórcio que arrematou a área de Dois Irmãos. Não houve lances para a área de Itaimbezinho.

Como foi noticiado, a Petrobrás tinha interesse em ficar com uma participação maior nas áreas licitadas, mas, segundo presidente da ANP, Décio Oddone, isso não ocorreu por causa da acirrada competição, sendo as ofertas feitas pela estatal cobertas por consórcios de petroleiras internacionais. De qualquer modo, a Petrobrás terá de desembolsar R$ 1 bilhão na assinatura dos contratos, valor já previsto no orçamento da empresa, segundo seu novo presidente, Ivan Monteiro.

Estima a ANP que o resultado do último leilão deve garantir à União, a governos estaduais e prefeituras uma arrecadação extra de R$ 40 bilhões ao longo de 30 anos. Animado, o governo já planeja realizar, em setembro, a 5.ª rodada de licitação de um bloco no pré-sal, o que está ainda está na dependência de entendimento com a Petrobrás quanto ao volume de óleo equivalente a ser cedido à estatal.

Cabe esperar que as receitas extraordinárias que as entidades federadas devem auferir em razão desses leilões sejam utilizadas para colocar suas contas em ordem, em vez de serem desbaratadas em projetos mal concebidos e, em muitos casos, contaminados pela corrupção.


Fonte: O Estado de S. Paulo
Os artigos assinados são de responsabilidade de seus autores, não representando,
necessariamente, a opinião e os valores defendidos pela UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
22/06/18 - Dólar sobe ante real, na contramão do exterior, após atuação do BC
  - Remuneração no agronegócio cresce mais que a da média brasileira
  - Inflação na paralisação de caminhoneiros foi a maior em mais de 20 anos
  - Rússia e Arábia Saudita se unem contra Trump para controlar preço do petróleo
  - Energia influencia alta de 1,11% no IPCA-15 de junho
  - República do Congo se torna o mais novo integrante da Opep
  - Dúvida em Viena: a Opep vai aumentar a produção de petróleo?
  - Opep decide aumentar produção para responder demanda mundial de petróleo
  - Governo vê mega leilão do pré-sal em 29/11 com avanço de projeto da cessão onerosa
  - Fazenda discute pagamento do pré-sal
21/06/18 - Plenário da Câmara aprova texto-base da cessão onerosa do pré-sal
  - Câmara dos Deputados aprova projeto que resolve impasse do pré-sal
18/06/18 - Projeto que autoriza Petrobras a vender áreas do pré-sal é destaque da pauta do Plenário
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Competição marcou o 4º leilão do pré-sal
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa História
• Missão, Visão e Objetivos
• Troféu da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Apoio Cultural
• Contatos
Institucional

• Comitês de Gestão
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Agenda
• Aulas/Palestras
• Comitês de Gestão
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminário/Workshop
• Apoio Cultural
Imprensa

• Agência UDOP de Notícias
• Últimas Notícias
• Fórum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mídias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produção Brasileira
Serviços

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendário de Eventos
• Guia de Empresas
• Índice Pluviométrico
• Pesquisas UDOP
• Previsão do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrográficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento:
/