Quarta-feira, 15 de agosto de 2018
:
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Economia Aumentar a letra    Diminuir a letra
IBGE prevê safra 5,7% menor que a de 2017 no país  

09/08/2018 - A safra nacional de cereais, leguminosas e oleaginosas em 2018 deve ser 5,7% menor que a do ano passado. É o que aponta a sétima estimativa feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada nesta quinta-feira (9).

De acordo com o levantamento, a safra deve chegar a 226,8 milhões de toneladas, 13,8 milhões a menos que em 2017. A área a ser colhida, no entanto, será de 61,2 milhões de hectares, 12,1 mil hectares a mais que no ano passado, o que equivale a um aumento de 0,02% da área.

Em relação à estimativa anterior (227,9 milhões de toneladas), feita em junho, a produção caiu 0,5% - queda de 18.848 hectares. A produção de milho é a principal responsável por esta queda na estimativa, conforme destacou o instituto.

"Apesar da queda, ainda é considerada uma safra muito boa. As condições climáticas de 2017 foram excelentes em várias regiões. Já este ano, o excesso ou a ausência de chuvas em algumas regiões provocam um pequeno prejuízo em relação ao ano passado", disse o gerente da pesquisa, Carlos Alfredo B. Guedes.

Segundo as estimativas do IBGE, arroz, milho e soja representam 93% da estimativa de produção agrícola no país e respondem, juntos, por 87% da área a ser colhida. Na comparação com o ano anterior, há um aumento de 2,5% na área de produção de soja e reduções de 7,1% na área de milho e de 5,4% na área de arroz.

Ainda segundo o levantamento, a produção de milho tende a ser 16,7% menor que no ano anterior. Já a de arroz deve ter queda de 7,3%, enquanto a de soja deve ser 1,2% maior.


Safra de feijão tem primeira queda no ano

A safra de feijão no Brasil este ano deve ser de 3,3 milhões de toneladas, o que representa uma queda de 0,5% em relação à produção de 2017. "É a primeira vez que a gente está estimando uma safra de feijão menor que a do ano passado. Apesar da queda, é uma safra que abastece bem o mercado", afirmou o gerente da pesquisa, Carlos Alfredo B. Guedes.

Segundo o IBGE, esta queda na produção do feijão está relacionada à adversidades climáticas deste ano. As reduções mais significativas da safra do grão ocorrem na Bahia, Pará e São Paulo.


Distribuição regional da produção

Entre as Grandes Regiões, o volume da produção de cereais, leguminosas e oleaginosas apresentou a seguinte distribuição: Centro-Oeste, 100,5 milhões de toneladas; Sul, 74,5 milhões de toneladas; Sudeste, 22,8 milhões de toneladas; Nordeste, 20,4 milhões de toneladas e Norte, 8,6 milhões de toneladas. Comparativamente à safra passada, houve incremento de 14,0% na Região Nordeste e decréscimos de 6,9% na Região Centro-Oeste, de 5,1% na Região Sul, de 4,8% na Região Sudeste e de 2,9% na Região Norte.


Metodologia

Realizado mensalmente pelo IBGE, o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) é realizado a partir de informações coletadas junto às Comissões Municipais (COMEA) e/ou Regionais (COREA); consolidadas em nível estadual pelos Grupos de Coordenação de Estatísticas Agropecuárias (GCEA) e, posteriormente avaliadas em nível nacional pela Comissão Especial de Planejamento Controle e Avaliação das Estatísticas Agropecuárias (CEPAGRO) constituída por representantes do IBGE e do Ministério da Agricultura, Pecuária e do Abastecimento (MAPA).

Daniel Silveira
Fonte: Portal G1
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
14/08/18 - Commodities lideram exportações do país em julho, diz FGV
  - Preços firmes do milho no mercado brasileiro
  - Bovespa sobe 1,0% com trégua externa e na véspera de vencimento futuro
  - A crise da Turquia não é só financeira e arrasta emergentes como o Brasil
  - Preço médio da gasolina nas refinarias sobe 1,29%, para R$ 1,9420
  - São Martinho vê safra de cana no centro-sul terminando mais cedo, em outubro
  - Expectativa de safra menor sustenta preços do milho, diz Cepea
  - Tempo seco favorece colheita do milho segunda safra
13/08/18 - Colheita da 2a. safra de milho no MS atinge 53,3% da área
  - Milho/AgRural: colheita da safrinha 2018 atinge 74% da área no centro-sul
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
IBGE prevê safra 5,7% menor que a de 2017 no país
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa História
• Missão, Visão e Objetivos
• Troféu da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Apoio Cultural
• Contatos
Institucional

• Comitês de Gestão
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Agenda
• Aulas/Palestras
• Comitês de Gestão
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminário/Workshop
• Apoio Cultural
Imprensa

• Agência UDOP de Notícias
• Últimas Notícias
• Fórum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mídias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produção Brasileira
Serviços

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendário de Eventos
• Guia de Empresas
• Índice Pluviométrico
• Pesquisas UDOP
• Previsão do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrográficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento:
/