Quinta-feira, 15 de novembro de 2018
:
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Diversas Aumentar a letra    Diminuir a letra
Conab prevê queda de 3,8% ma produção brasileira de grãos na safra 2017/18  

09/08/2018 - A produção brasileira de grãos na safra 2017/18 deve atingir 228,6 milhões de toneladas, o que corresponde a uma queda de 3,8% em comparação com a safra anterior (recorde de 237,67 milhões de toneladas), ou 9,1 milhões de toneladas a menos. Os números fazem parte do 11º e penúltimo levantamento sobre a safra 2017/18 da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), divulgados nesta quinta-feira, 9. Apesar da queda, a Conab destaca que o volume estimado permanece como o segundo melhor da série histórica, 50,7 mil toneladas a mais do que na pesquisa passada, de julho, "resultado da maior área e rendimento da soja e de culturas de inverno".

A soja e o milho, que representam os maiores volumes de produção do País, devem ter produção de 119 milhões e 82,2 milhões de toneladas (queda de 16% ante a safra anterior, de 97,84 milhões de toneladas), respectivamente. A safra da oleaginosa é recorde e corresponde a um incremento de 4,3% sobre a safra anterior (114,08 milhões de toneladas).

Do total da produção de milho, 26,8 milhões de toneladas deverão ser colhidas na primeira safra (queda de 11,9% sobre a safra anterior, que foi de 30,46 milhões de toneladas) e 55,4 milhões de toneladas na segunda safra (queda de 17,8% ante a safra anterior, de 67,38 milhões de toneladas). Conforme a Conab, as reduções nas chuvas trouxeram impacto negativo "para o potencial produtivo do milho segunda safra e novamente é responsável pela queda de 1,2% em relação ao levantamento anterior, cerca de 664,3 mil toneladas". O cereal é a segunda maior cultura do País em volume de produção, atrás apenas da soja.

Para a atual safra, destaca-se também a estimativa de aumento da produção de algodão em pluma, estimada em 1,98 milhão de toneladas, representando aumento de 29,4% em relação à safra passada (1,53 milhão de t). A Conab informa que em Mato Grosso, maior Estado produtor, cerca de 15% da área com a fibra já foi colhida e na Bahia, segundo maior produtor, já passa dos 50%.

A produção de feijão segunda safra também teve aumento expressivo de 5,6%, para 1,27 milhão de toneladas, ante 1,2 milhão de toneladas e a colheita já está quase no fim. A Conab relata, ainda, que a terceira safra de feijão está com o plantio finalizado. A estimativa é de redução de área em 6,6%. A produtividade é estimada em 1.060 kg/ha. Se confirmada, serão 563,6 mil toneladas de feijão comum cores, 11,6 mil toneladas de feijão comum preto e 60,3 mil toneladas de feijão caupi.

A safra de arroz deve registrar queda de 2,5%, para 12,03 milhões de toneladas, em comparação com 12,33 milhões de toneladas no período anterior.

A semeadura do trigo está praticamente finalizada e a estimativa é de 2 milhões de hectares plantados, o que representa um aumento de 6,2% na área semeada em relação à safra anterior. A produção do cereal deve atingir 5,14 milhões de toneladas, aumento de 20,6% ante a safra do ano passado (4,26 milhões de toneladas).


Área

A área semeada está estimada em 61,7 milhões de hectares e confirma mais uma vez a maior área semeada no País. O incremento estimado é de 1,3% ou 819,7 mil hectares em relação à safra passada. Segundo a Conab, o incremento só não foi maior por causa da redução na área do milho primeira e segunda safras. Em relação à safra anterior, a área do milho primeira safra reduziu de 5,5 milhões para 5,1 milhões de hectares e a área de segunda safra reduziu de 12,1 milhões para 11,6 milhões de hectares em virtude, principalmente, da expectativa futura de mercado.

Em contrapartida, a soja teve um expressivo aumento da área semeada, saindo de 33,9 milhões para 35,2 milhões de hectares na safra atual, um ganho absoluto de 1,24 milhão de hectares, o maior entre todas as culturas avaliadas.

Outras culturas também tiveram ganho absoluto de área nessa safra, tais como o algodão, que alcançou 1,18 milhão de hectares (ganho de 237 mil hectares) e do feijão segunda safra, que atingiu 1,53 milhão de hectares (aumento de 106,2 mil hectares), impulsionado pelo feijão caupi, que deve ter 160,8 mil hectares a mais na atual safra, atingindo 1 milhão de hectares.

Fonte: Estadão Conteúdo
Texto extraído da revista Dinheiro Rural
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
14/11/18 - Umidade no solo favorece o avanço do plantio
  - Plantio da safra de milho no PR alcança 98% da área
  - Plantio da safra de soja no PR atinge 88% da área
  - Argentina: por conta das chuvas, 60% dos plantios da Zona Núcleo estão em cenário de incerteza
  - Comercialização de milho em MT atinge 88% da safra 2017/18 e 33% da 2018/19
  - População é quem mais ganha com aumento nas vendas de etanol
  - Soja sobe em Chicago nesta 4ª com ajustes e novas informações - ainda tímidas - de demanda
  - Importação de soja pela China deve cair a 91 mi t em 18/19, prevê Informa
13/11/18 - Mercado de grãos: USDA mostra cenário de preços favorável para o milho
  - Movimentação de grãos em Paranaguá até outubro supera volume de 2017
12/11/18 - Safra deverá evitar surpresas nos preços
  - Capacidade de movimentação de grãos no Porto de Paranaguá será triplicada
  - Perspectiva: na CBOT, investidor monitora demanda por grãos dos EUA e cenário macroeconômico
09/11/18 - Safra de 2019 será de 226,7 mi de toneladas, queda de 0,2% ante 2018
08/11/18 - IBGE: safra 2019 será de 226,7 mi de toneladas (-0,2% ante 2018)
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Conab prevê queda de 3,8% ma produção brasileira de grãos na safra 2017/18
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa História
• Missão, Visão e Objetivos
• Troféu da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Apoio Cultural
• Contatos
Institucional

• Comitês de Gestão
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Agenda
• Aulas/Palestras
• Comitês de Gestão
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminário UDOP de Inovação
• Apoio Cultural
Imprensa

• Agência UDOP de Notícias
• Últimas Notícias
• Fórum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mídias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produção Brasileira
Serviços

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendário de Eventos
• Guia de Empresas
• Índice Pluviométrico
• Pesquisas UDOP
• Previsão do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrográficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento:
/