Quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019
:
EDITORIAS
Agncia UDOP | Acar | Biodiesel | Cana-de-Acar | Combustveis Fsseis | Diversas | Economia
Energia | Espao Datagro | Etanol | Frum de Articulistas | Opinio | TV UDOP | ltimas Notcias
Energia Aumentar a letra    Diminuir a letra
Petrobrs pe energia renovvel no radar  

01/10/2018 - Passado o pior momento da crise, a Petrobrs tenta agora recuperar o tempo perdido e dar os primeiros passos para investir em energias renovveis, como j fazem grandes petroleiras concorrentes. A empresa sabe que est atrasada, e diz ainda ter pouco flego para fazer os investimentos, mas vai incluir essa transio para um novo cenrio ambiental no plano estratgico para os prximos cinco anos, que deve ser divulgado em dezembro.

O documento trar mudanas, "mas ainda no sero radicais", disse o diretor de Estratgia da empresa, Nelson Silva. "No existe meta em termos de gerao (de energia renovvel). Ainda no podemos estabelecer metas, mas podemos colocar como ambio alguma participao no total do capital a ser investido no futuro", disse Silva, que admite o recuo da Petrobrs em projetos ambientalmente limpos para focar na recuperao financeira.

Hoje, a Petrobrs tem apenas quatro parques elicos, com 106 megawatts (MW) de capacidade de produo. Na tentativa de reduzir a desvantagem em relao s concorrentes, a estatal anunciou na quarta-feira passada uma parceria com a norueguesa Equinor, lder mundial em captura e armazenamento de carbono. As duas querem produzir juntas energia elica em alto mar.

Antes da crise, os biocombustveis eram a principal aposta da Petrobrs para participar da transio para uma economia de baixo carbono, com processos produtivos mais sustentveis. Sem dinheiro, a Petrobrs vendeu as usinas e saiu do segmento. Em sua pgina na internet, a empresa informa que, no futuro, poder reavaliar um retorno. "Temos buscado avanar com as tecnologias de baixo carbono em nosso portflio de pesquisa e desenvolvimento, que conta com projetos nas reas de captura, uso e armazenamento geolgico de CO, de energia elica, solar, biomassa, biocombustveis e bioprodutos", disse o gerente executivo de estratgia e organizao da Petrobrs, Rodrigo Costa.


Prioridades

Especialista em Planejamento Energtico pela Coppe/ UFRJ, o professor Alexandre Szklo ressalta que a Petrobrs e as demais petroleiras presentes no Brasil continuam a priorizar o investimento no negcio de leo e gs. A estatal foca nos resultados de curto prazo para reduzir o endividamento. J as petroleiras europeias sofrem mais presso para poluir menos. Enquanto isso, as chinesas esto preocupadas em garantir o abastecimento de petrleo do seu pas e apostam na Amrica Latina, sobretudo no Brasil, para cumprir essa meta.

O plano da Shell, scia da Petrobrs no pr-sal, reduzir a presena do carbono em seus projetos em 20%, at 2035, e pela metade, at 2050. Mas isso s vai ocorrer, disse Andr Araujo, presidente da petroleira no Brasil, com mecanismos claros de precificao de carbono, por meio da tributao de atividades poluentes. A empresa acionista da Razen, ao lado da Cosan, principal produtora de etanol no mercado brasileiro.

A presidente da ExxonMobil no Brasil, Carla Lacerda, diz que a empresa est de olho em projetos de energia renovvel para desenvolver no Pas, mas, por enquanto, a prioridade continua a ser a perfurao de poos para retomar a atividade de petrleo e gs. J o presidente da Equinor, Anders Opedal, diz que a empresa trabalha na reduo de emisses h mais de trs dcadas. "Uma parte importante da transio o uso mais intensivo do gs natural", disse, durante o evento Rio Oil & Gas.

As petroleiras que atuam no pr-sal aguardam posio do governo para definir como vo compensar as emisses geradas com a atividade na regio, grande emissora de gases de efeito estufa associados ao petrleo e ao gs natural produzidos. H dois modelos em anlise - um de taxao e outro em que projetos ambientalmente sujos so neutralizados por projetos de captura da poluio. A segunda alternativa a preferida das companhias.

Por esse regime, cada projeto tem um "preo", dependendo do seu potencial de gerao de emisses. "Esperamos que o prximo governo puxe o debate sobre precificao de carbono", disse o presidente da Shell no Brasil, Andr Araujo. Assim como a Petrobrs, a petroleira anglo-holandesa acredita que os ganhos com o pr-sal podem ajudar a engordar o caixa para investir em energias renovveis. Ao todo, 45 pases adotam uma poltica prpria de precificao da emisso de carbono. Em dois anos, sero mais 30, e a lista dever incluir o Brasil, segundo projeo do Banco Mundial.

Fernanda Nunes; colaborou Denise Luna
Fonte: O Estado de S. Paulo
Notcias de outros veculos so oferecidas como mera prestao de servio
e no refletem necessariamente a viso da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notcias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notcias Relacionadas
20/02/19 - Petrobras eleva preo da gasolina na refinaria ao maior nvel em mais de 3 meses
  - Governo mantm subsdio do agronegcio na energia
  - Biocombustveis ganham destaque na matriz energtica brasileira, diz AIE
19/02/19 - Petrobras eleva preo da gasolina nas refinarias ao maior nvel em quase 2 meses
  - Usina solar em Uberlndia recebe sistema de armazenamento de energia
18/02/19 - Petrobras investe em painis solares flexveis como forma de energia
15/02/19 - BP v crescimento de energias renovveis disparando nas prximas dcadas no mundo
  - Aneel aprova operao comercial de duas elicas no RN
  - Petrobras e ANP devem assinar acordo que encerra disputa em Parque das Baleias
  - Petrobras eleva em 2,29% preo mdio da gasolina nas refinarias, para R$ 1,5581
14/02/19 - PR planeja aumentar investimentos em biomassa para ampliar oferta de energia
13/02/19 - Petrobras mantm sem alterao preo mdio da gasolina nas refinarias
07/02/19 - Navio movido a energia elica, e outras tecnologias, o futuro chegou
06/02/19 - GWEC: Energia elica cresce 12% nas Amricas em 2018
04/02/19 - Brasil ultrapassa a marca de 14 GW em energia elica
  - Energia solar cresce 169% em trs cidades do interior paulista
  - Thiago Vasconcellos Barral Ferreira o novo Presidente da EPE
31/01/19 - Frana considera converso de usina de carvo a biomassa
30/01/19 - Comrcio investe em energia solar para cortar despesas
  - Corporaes nunca tiveram tanto apetite por energia no poluente
Para enviar a notcia, basta preencher o formulrio abaixo.
Todos os campos so de preenchimento obrigatrio!
 
Petrobrs pe energia renovvel no radar
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatrio:
E-mail destinatrio:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentrio:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa Histria
• Misso, Viso e Objetivos
• Trofu da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Contatos
Institucional

• Comits de Gesto
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Comits de Gesto
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Frum de Implementao Tecnolgica
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminrio UDOP de Inovao
Imprensa

• Agncia UDOP de Notcias
• ltimas Notcias
• Frum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mdias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produo Brasileira
Servios

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendrio de Eventos
• Guia de Empresas
• ndice Pluviomtrico
• Pesquisas UDOP
• Previso do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrogrficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados

POLÍTICAS DE PRIVACIDADE
Desenvolvimento:
/