Segunda-feira, 22 de outubro de 2018
:
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Diversas Aumentar a letra    Diminuir a letra
Chuvas recuam na região central do país a partir de meados de outubro e condição mais seca pode penalizar soja  

04/10/2018 - Com o plantio de soja tendo início em diversas partes do Brasil, Cristina Queiroz, da Rural Tecnologia, trouxe as previsões do CropView para vários estados nesta quinta-feira (04).

O CropView é uma ferramenta que faz a relação das consequências do clima para a condição das lavouras. Sendo assim, Queiroz aponta que as chuvas no país estão localizadas, mas que apenas o norte de Minas Gerais, a Bahia e o Nordeste de forma geral não possuem condições privilegiadas neste sentido. O mês de novembro, por sua vez, deve ter volumes menores do que era previsto.

Veja, estado por estado, as previsões do CropView:


Rio Grande do Sul

O município analisado pela ferramenta foi São Gabriel. Apesar do excedente de chuvas, a produtividade deve ficar em condições excelentes, considerando um plantio em 20 de outubro, com ciclo de 120 dias e produtividade de 60 sacas por hectare.


Paraná

Em Cascavel, um plantio em 15/09, com ciclo de 120 dias, deve render uma produtividade de 98% ao final da safra. Chama a atenção a quantidade de chuvas que vêm ocorrendo desde o início desse plantio.


Mato Grosso do Sul

Considerando um plantio em 20 de setembro, o município de Ponta Porã deve receber déficit hídrico em determinado momento, mas este não chega a prejudicar. A produtividade termina em 97%, com uma condição favorável.


Minas Gerais

Uberaba deverá encerrar com uma produtividade de 73% caso o plantio seja feito em 01 de outubro, considerando o ciclo de 120 dias. Isso ocorre porque há déficit hídrico penalizando no desenvolvimento vegetativo. Em 25 de outubro, a condição melhoraria, mas ainda penalizaria. Para 01 de novembro, a produtividade fica em 79%, mas a penalização vem no excesso hídrico da colheita.


Goiás

Um plantio em 01 de outubro em Ipameri traria uma produtividade de 70%, considerando o ciclo de 110 dias. As chuvas voltariam a melhorar apenas no florescimento. A condição melhoraria com um plantio em 01 de novembro, com uma produtividade de 86% - esta que enfrentaria excedente hídrico na colheita.


Mato Grosso

O município de Nobres, considerando um ciclo de 120 dias e um plantio de 01 de outubro, teria 82% de produtividade ao final do ciclo. Se o plantio fosse adiado para 01 de novembro, a produtividade terminaria em 86%.

Os internautas que quiserem conhecer a ferramenta CropView podem acessar o site www.cropview.com.br. Ao realizar o cadastro, estes podem experimentar a ferramenta e observar as melhores condições para a sua área de plantio. Estão disponíveis as análises para as culturas de soja, milho, trigo, feijão e café.

Aleksander Horta e Izadora Pimenta
Fonte: Notícias Agrícolas
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
19/10/18 - Grãos/Argentina: plantio de milho atinge um terço da área de plantio esperada
  - Tempo: Semana termina com previsão de chuvas fortes em quase toda a região Central do Brasil
  - Chuva favorece semeadura da soja em Goiás
  - Entregas de fertilizantes crescem 4,3% no acumulado do ano
  - Confira a previsão do tempo para esta sexta-feira (19) para todas as regiões do Brasil
  - Soja/EUA: exportadores relatam cancelamentos de 120 mil toneladas para destinos não revelados
  - CBOT: soja tende a abrir em alta; milho e trigo devem abrir em queda
  - Brasil aciona OMC contra tarifas à chinesas à importação de açúcar e país asiático defende
  restrições
  - Chuvas colhem adiantamento da safra de cana do PR. Há um pequeno atraso, moagem pouco menor e 20
  usinas paradas
  - USDA anuncia cancelamento de venda de 180 mi t de soja para China nesta 6ª feira
  - Plantio da soja em Goiás segue acelerado em relação ao ano passado
  - Após queda intensa, soja passa por leve correção técnica em Chicago nesta 6ª feira
18/10/18 - Chuvas colaboram e Goiás já plantou cerca de 20% da área de soja
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Chuvas recuam na região central do país a partir de meados de outubro e condição mais seca pode penalizar soja
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa História
• Missão, Visão e Objetivos
• Troféu da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Apoio Cultural
• Contatos
Institucional

• Comitês de Gestão
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Agenda
• Aulas/Palestras
• Comitês de Gestão
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminário UDOP de Inovação
• Apoio Cultural
Imprensa

• Agência UDOP de Notícias
• Últimas Notícias
• Fórum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mídias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produção Brasileira
Serviços

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendário de Eventos
• Guia de Empresas
• Índice Pluviométrico
• Pesquisas UDOP
• Previsão do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrográficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento:
/