Domingo, 16 de dezembro de 2018
:
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Diversas Aumentar a letra    Diminuir a letra
Agricultura sustentável e consumo energético eficiente são fatores-chave para limitar aquecimento global  

08/10/2018 - Limitar o aumento da temperatura do planeta a 1,5 grau Celsius necessitará "mudanças sem precedentes" em nível social e global, alerta o novo relatório apresentado nesse domingo (07) pelo Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC, na sigla em inglês), informa a "Agência Brasil".

O texto diz que limitar o "aquecimento global a 1,5 °C", barreira que deve ser superada entre 2030 e 2052 a esse ritmo, "necessitaria mudanças rápidas, de amplo alcance e sem precedentes em todos os aspectos da sociedade", desde o consumo de energia ao planejamento urbano e terrestre e muitos cortes na emissão de gases poluentes.

O relatório, apresentado na cidade sul-coreana de Incheon, analisa caminhos para limitar o aquecimento em até 1,5, em vez de 2 graus, como foi estabelecido no Acordo do Clima de Paris, e adverte que os efeitos para ecossistemas e a vida no planeta serão muito menos catastróficos se for possível deixar essa barreira mais ambiciosa.

As emissões de poluentes de origem humana já elevaram a temperatura média em torno de 1 grau antes da Revolução Industrial, no século XIX, e transformaram a vida no planeta, lembrou o presidente do IPCC, Hoesung Lee, na apresentação do relatório. "Manter o aquecimento global em nível inferior a 1,5 grau, em vez de 2, será muito difícil, mas não é impossível", acrescentou Lee.

Manter o aquecimento abaixo do limite de 1,5 grau evitaria maior extinção de espécies e, por exemplo, a destruição total dos corais, básicos para o ecossistema marinho. Também reduziria o aumento do nível do mar em 10 centímetros até 2100, salvando zonas litorâneas e litorais, segundo o relatório.

Superar o limite de 1,5 grau resultaria em maior aumento do calor extremo, as fortes chuvas e a probabilidade de secas, algo que terá efeito direto sobre a produção de alimentos, sobretudo em regiões sensíveis como o Mediterrâneo e a América Latina.

Também afetará a saúde, o fornecimento de água e o crescimento econômico, com impacto negativo, principalmente para as populações mais pobres e vulneráveis, diz o texto, que conta com 6 mil referências científicas e foi assinado por 91 especialistas de 40 países.

Para evitar superar essa barreira, o relatório afirma que são necessários um consumo energético mais eficiente, uma agricultura mais sustentável e menos extensiva, além mais terreno destinado ao cultivo de recursos energéticos.

Também será preciso multiplicar por cinco o investimento atual no setor tecnológico para conseguir fazer com que transportes, edifícios e indústrias emitam muito menos poluentes. O relatório será usado como base para as discussões da 24ª Cúpula do Clima (COP24), que será realizada em Katowice, na Polônia, em dezembro.

Fonte: Datagro
Texto extraído do portal Universoagro
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
14/12/18 - Brasil só tem a ganhar com Acordo de Paris, defende grupo de ruralistas e ambientalistas
  - COP24 decide se dá passo adiante na luta contra as mudanças climáticas
13/12/18 - Clima/COP24: campo brasileiro ultrapssa metas voluntárias de redução de emissões de gases
  - Brasil antecipa meta de reduzir emissão de CO2 com a agropecuária sustentável
  - Agro sustentável contribui para o Brasil antecipar metas de redução de emissão de CO2
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Agricultura sustentável e consumo energético eficiente são fatores-chave para limitar aquecimento global
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa História
• Missão, Visão e Objetivos
• Troféu da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Contatos
Institucional

• Comitês de Gestão
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Agenda
• Aulas/Palestras
• Comitês de Gestão
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminário UDOP de Inovação
Imprensa

• Agência UDOP de Notícias
• Últimas Notícias
• Fórum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mídias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produção Brasileira
Serviços

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendário de Eventos
• Guia de Empresas
• Índice Pluviométrico
• Pesquisas UDOP
• Previsão do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrográficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento:
/