Segunda-feira, 21 de janeiro de 2019
:
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Etanol Aumentar a letra    Diminuir a letra
Carro flex: internet só divulga besteirol  

09/01/2019 - Quase 16 anos depois de seu lançamento (em março de 2003), o carro flex ainda confunde o motorista. E a internet ainda reforça a confusão com dezenas de dicas sem pé nem cabeça. Uma delas preconiza que, se o motorista sempre abastece com o mesmo combustível, é necessário passar eventualmente (cada quatro tanques%6) para o outro.

Essa e muitas outras não têm o menor fundamento técnico. Já ouvi relato de motorista que foi pegar carro zero km na concessionária e o vendedor, solícito, explicou que os primeiros quatro abastecimentos deveriam ser exclusivamente com etanol e só depois optar pela gasolina.

Tem outra: se abastecer durante muito tempo com etanol, no dia em que passar para gasolina, o carro não "aceita" pois se "acostumou" com o outro. E vice-versa, da gasolina para o etanol. Tem mais besteirol: antes de mudar de combustível, deve-se rodar até esvaziar o tanque.

Tudo conversa para boi dormir, pois o carro flex foi projetado para ser abastecido com qualquer dos dois combustíveis, gasolina ou álcool. Puros (100% de um ou do outro) ou com qualquer percentual deles (50% de cada, por exemplo).

Em relação a poder ou não usar sempre o mesmo combustível:

Sim, pode-se usar etanol ou gasolina desde o primeiro abastecimento;
Pode-se alternar ou não etanol e gasolina;
Pode-se misturar os dois combustíveis em qualquer percentual;
Pode mudar de um para outro e mantê-lo quanto tempo quiser.
Vale uma observação: se o motor não aceitar qualquer destas alternativas é sinal de problema num sensor colocado no escapamento exatamente para que ele seja flex e funcione com qualquer dos dois combustíveis. É chamado de"sonda lambda e avalia o teor de oxigênio dos gases provenientes da combustão. É capaz, assim, de informar à central eletrônica qual combustível está vindo do tanque: gasolina, álcool ou mistura deles.

Como explicar então que o vendedor de uma concessionária recomende os primeiros abastecimentos sempre com álcool? Descobri o motivo: a fábrica sempre faz o primeiro abastecimento do tanque, na linha de montagem, com etanol, pois só produz carros flex. Então não faz sentido estocar os dois combustíveis. Como o etanol é mais barato%6

Abastecer e estacionar, pode?
Uma das "dicas" mais recentes circulando na internet a respeito do carro flex é a recomendação de não se estacionar o carro à noite imediatamente após abastecer com etanol se o tanque tinha gasolina. A explicação é que o motor poderia ter dificuldade para pegar na manhã seguinte.

Pode até acontecer, mas é fato raríssimo, quase tão difícil quanto ganhar na loteria, pois só mesmo numa difícil e improvável conjunção de fatores. Primeiro, a temperatura ambiente deve estar muito baixa, inferior a 15ºC. Segundo, o carro ainda deve ter o sistema do tanquinho auxiliar de gasolina que é acionado pela central eletrônica quando ela percebe o tempo frio e o etanol no tanque. E mais: a dificuldade para o motor "pegar" de manhã é somente se o carro tiver rodado tão pouco entre o posto e a garage que o etanol ainda não tenha chegado ao sistema de injeção e a sonda lambda ainda não detectou a mudança de combustível no tanque. Vale também lembrar que o problema, embora raro, só acontece quando se troca gasolina por etanol. Se for o inverso, não há dificuldade alguma em fazer o motor funcionar pois o etanol é que dificilmente se vaporiza em baixas temperaturas.

Outra regrinha que não funciona mais é do custo de etanol em relação à gasolina para que seja interessante (financeiramente) sua utilização. Nos primeiros carros flex o índice era de 70%, pois essa era a diferença de consumo entre os dois combustíveis. Com a evolução do motores e do próprio álcool, o percentual pode chegar a 75%. Mais correto é o motorista verificar o consumo de seu carro com cada combustível para determinar o índice real.

07/01/19
Boris Feldman

Fonte: O Estado de S. Paulo
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
18/01/19 - União Europeia está aberta a negociar carros, mas não agricultura em conversas com EUA
  - Veículos elétricos podem agredir mais o meio ambiente
  - Açúcar desvaloriza em Londres e Nova York; mercado interno também cai
  - Parada em refinaria da Petrobras deixa aviões agrícolas sem combustível
17/01/19 - Logum quer expandir duto de etanol para Centro-Oeste de olho em álcool de milho
  - Produção de etanol dos EUA cresce 5,1% na semana, a 1,051 milhão de barris/dia
  - Petrobras mantém inalterado preço médio da gasolina nas refinarias nesta sexta
  - Petrobras mantém sem alteração preço médio da gasolina nas refinarias em 18/01, em R$1,499
  - Petrobras retoma fornecimento de gasolina de aviação agrícola
  - Petrobras eleva em 2,5 % preço médio da gasolina nas refinarias partir de sábado
16/01/19 - Vendas de automóveis na Europa caem 8,7% em dezembro, diz associação
  - Vendas de automóveis na Europa caem 8,7% em dezembro, diz associação
  - Logum quer expandir duto de etanol para Centro-Oeste de olho em álcool de milho
  - Etanol/EUA: produção aumenta 5,1% na semana, a 1,051 milhão de barris/dia
15/01/19 - Volkswagen e Ford vão anunciar aliança automotiva
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Carro flex: internet só divulga besteirol
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa História
• Missão, Visão e Objetivos
• Troféu da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Contatos
Institucional

• Comitês de Gestão
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Agenda
• Aulas/Palestras
• Comitês de Gestão
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminário UDOP de Inovação
Imprensa

• Agência UDOP de Notícias
• Últimas Notícias
• Fórum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mídias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produção Brasileira
Serviços

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendário de Eventos
• Guia de Empresas
• Índice Pluviométrico
• Pesquisas UDOP
• Previsão do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrográficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento:
/