Tera-feira, 19 de fevereiro de 2019
:
EDITORIAS
Agncia UDOP | Acar | Biodiesel | Cana-de-Acar | Combustveis Fsseis | Diversas | Economia
Energia | Espao Datagro | Etanol | Frum de Articulistas | Opinio | TV UDOP | ltimas Notcias
Diversas Aumentar a letra    Diminuir a letra
Outra viso sobre o carro eltrico: a Mahle Metal Leve opina  

08/02/2019 - Duas notcias chamaram a ateno neste ltimo ms sobre o discutido tema dos carros eltricos. A primeira foi publicada no dia 7 de janeiro no Valor Econmico: "Plano da Tesla de venda em massa no se confirma". A segunda foi publicada no mesmo jornal, mas no dia 14 de janeiro: "Volkswagen expande fbrica nos EUA para produo de carros eltricos".

Ns mesmos j havamos levantado algumas posies num post publicado em outubro de 2017,em que discutamos o fim do motor a combusto.

A anlise acurada do tema nos mostra que as grandes montadoras adotaram definitivamente a tecnologia dos carros 100% eltricos e que ela veio para ficar, mas que muitos desafios ainda precisam ser superados para a popularizao deste produto.

A notcia da Tesla confirma que os planos de produzir um carro em larga escala, reeditando Henry Ford com seu Ford T, ainda no se realizaram, simplesmente pelo fato de a produo em massa sofrer gargalos de tecnologia e custo das baterias.

Os investidores da Tesla j comearam a desconfiar que os planos de Elon Musk podem ser irrealizveis e comeam a desmontar as apostas na empresa que j chegou a valer mais que a General Motors, mesmo essa vendendo 40 vezes mais carros que a Tesla.

J na segunda notcia vemos a expectativa da Volkswagen que sua nova fbrica, nos mesmos EUA onde a Tesla enfrenta desafios, vender mais de 1 milho de veculos 100% eltricos at 2025.

Nosso questionamento: qual ser o ingrediente que as grandes montadoras vo usar para tornar realidade o carro eltrico das massas?

E mais: a anlise das duas matrias nos mostra que existem mais desafios para o desenvolvimento da tecnologia que inicialmente se havia previsto.

Para responder essas perguntas, consultamos uma das empresas mais envolvidas com esse processo no Brasil, a Mahle Metal Leve, uma fabricante de componentes de motores combusto. Assim, trazemos para este post uma viso de uma companhia diretamente interessada no tema.

Seus representantes acreditam que a adoo de solues para a mobilidade ser diferente conforme cada regio, considerando uma combinao entre: matriz energtica (hidreltrica, carvo, elica, nuclear etc.), infraestrutura(distribuio), dimenso territorial, emisses e legislaes.

Como se sabe, at pouco tempo atrs, os combustveis dominantes eram os derivados do petrleo (fsseis), que geram altas emisses de gases de efeito estufa.

Com a crise do petrleo surgiram os primeiros biocombustveis como o etanol de milho nos EUA e de cana no Brasil, como alternativas para as variaes do preo da commodity e disponibilidade do produto em crises, com a caracterstica de serem de "baixo carbono", ou seja, emisses reduzidas de gases de efeito estufa, responsveis pelo aquecimento global.

Devemos sempre lembrar que a questo do petrleo e derivados tange mais que os interesses comerciais e alcana questes geopolticas. Nenhum pas quer depender de um nico tipo de combustvel -- menos ainda se ele for importado.

Assim, surgiu principalmente na Europa a inciativa de desenvolver carros menos dependentes de combustveis fsseis e menos poluentes, movidos a uma energia produzida dentro do seu prprio territrio, acabando assim com a dependncia das importaes e das variaes do preo do petrleo.

Da a primeira concluso que podemos tirar desse processo todo.

Apesar de discutir-se muito sobre o problema da poluio na Europa, nos EUA e na sia, o ponto chave desse tema a reduo da dependncia externa de combustveis e a busca de solues internas para cada caso.

Especificamente para o caso da Europa, foi buscada a soluo do carro 100% eltrico, mas outras como o carro hbrido com motor a biogs gerado do material em decomposio vem crescendo rapidamente.

Outro ponto: tm-se discutido muito sobre a viabilidade econmica de se criar uma infraestrutura de recarga dos veculos e a necessidade de investimento em novas fontes de gerao de energia limpa.

bom lembrar que a matriz energtica para a gerao de eletricidade de Europa, sia e EUA utiliza muito carvo, o que poderia gerar uma certa perplexidade sobre a incoerncia no movimento de eletrificao do carro.

Um dado muito interessante que evidencia isso o do site: Electricity Map. Nele, verificamos os nveis de CO2 lanados pelos pases na atmosfera e rapidamente chegamos a seguinte constatao: o problema ambiental no o fator determinante do desenvolvimento do carro 100% eltrico ou hbrido.

No modo de ver da Mahle, tudo est relacionado com a reduo da dependncia de combustveis fosseis e de acordo com a vocao de cada pas.

No caso especfico do Brasil, como j foi dito no post de outubro de 2017, no faz sentido desenvolvermos uma frota de carros 100% eltrica, uma vez que isso comprometeria a nossa infraestrutura de gerao eltrica, alm de desperdiar toda a tecnologia desenvolvida com os biocombustveis.

Inclusive, a prpria Mahle Metal Leve desenvolveu uma tecnologia (O MBE2 - MAHLE Bio Etanol 2) que uma soluo que aumenta o rendimento da produo de bioetanol em, no mnimo, 10%, sem que seja preciso aumentar a rea plantada de cana de acar, melhorando ainda mais a produtividade, o que gerar um preo mais competitivo para o etanol.

Assim, olhando especificamente para o Brasil, verificamos que o carro hibrido etanol uma soluo vivel econmica e ambientalmente, uma vez que esse modelo aproveita a infraestrutura de distribuio de combustveis (+ de 40 mil postos de distribuio), alm de permitir a atualizao do veculo para uma motorizao mais eficiente e com menor emisso de CO2.

J existem tecnologias que fazem com que as emisses de escapamento sejam extremamente reduzidas com o uso de etanol em motores de combusto interna.

Assim, o Brasil detm tecnologias de ponta para a evoluo de motores de combusto interna empregando combustveis sustentveis, bem como a implementao desses motores em veculos eltricos hbridos, tornando a bioeletrificao a resposta local ideal para as metas globais de descarbonizao.

OBS: O Fundo Venture Value FIA tem 4,20% de Mahle em carteira e 0,10% da companhia.


Fonte: InfoMoney
Notcias de outros veculos so oferecidas como mera prestao de servio
e no refletem necessariamente a viso da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notcias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notcias Relacionadas
19/02/19 - Vendas de pneus ficam estveis em 2018
18/02/19 - Vendas de veculos na China caem em janeiro pelo 7 ms seguido
  - Anfavea descumpre acordo e apresentar relatrio unificado contra o B15
  - Tecnologia aposta para trazer popularidade aos carros eltricos
  - Tecnologia aposta para trazer popularidade aos carros eltricos
Para enviar a notcia, basta preencher o formulrio abaixo.
Todos os campos so de preenchimento obrigatrio!
 
Outra viso sobre o carro eltrico: a Mahle Metal Leve opina
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatrio:
E-mail destinatrio:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentrio:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa Histria
• Misso, Viso e Objetivos
• Trofu da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Contatos
Institucional

• Comits de Gesto
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Comits de Gesto
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Frum de Implementao Tecnolgica
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminrio UDOP de Inovao
Imprensa

• Agncia UDOP de Notcias
• ltimas Notcias
• Frum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mdias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produo Brasileira
Servios

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendrio de Eventos
• Guia de Empresas
• ndice Pluviomtrico
• Pesquisas UDOP
• Previso do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrogrficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados

POLÍTICAS DE PRIVACIDADE
Desenvolvimento:
/