Clima faz preços do açúcar fecharem mistos em Nova York  

14/11/2017 - Os preços do açúcar fecharam mistos ontem (13) na bolsa de Nova York. A tela para março/18 fechou com valorização de 17 pontos, cotada a 15.13 centavos de dólar por libra-peso. No vencimento maio/18, a alta foi de oito pontos, com negócios fechados em 15.04 centavos de dólar por libra-peso. Os contratos para julho/18 subiram dois pontos e os demais tiveram retração entre dois e seis pontos.

A instabilidade nos preços está associada a um risco climático, com o possível desenvolvimento do La Niña. Segundo a consultoria Agrilion Commodity Advisers, da Austrália, há 50% de chances de formação do fenômeno até o fim deste ano. As informações foram divulgadas pelo jornal Valor Econômico de hoje (14).

Em Londres, o dia foi de valorização em todas as telas. No lote dezembro/17, a commodity foi comercializada a US$ 401,40 a tonelada, alta de 4,90 dólares. No vencimento março/18, o açúcar subiu 4,70 dólares, com preços negociados em US$ 394,00 a tonelada. As demais cotações subiram entre 2,60 e 4,10 dólares.


Mercado interno

No Brasil, os preços do açúcar subiram mais uma vez na tarde de ontem (13). Segundo o Cepea/Esalq, da USP, a saca de 50 quilos do tipo cristal teve alta de 0,63%, vendida a R$ 64,03.


Etanol hidratado

O etanol hidratado, vendido pelas usinas paulistas também está em alta no mercado, de acordo com o indicador da Esalq/BVMF. O biocombustível foi comercializado ontem a R$ 1.745,00 o metro cúbico, valorização de 1,60% em relação ao dia anterior.

Camila Lemos
Fonte: Agência UDOP de Notícias
Copyright© 2008 - UDOP.
Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução, desde que citada a fonte.
Imprimir