Segunda-feira, 25 de maro de 2019
:
banner
EDITORIAS
Agncia UDOP | Acar | Biodiesel | Cana-de-Acar | Combustveis Fsseis | Diversas | Economia
Energia | Espao Datagro | Etanol | Frum de Articulistas | Opinio | TV UDOP | ltimas Notcias
Frum de Articulistas Aumentar a letra    Diminuir a letra
Os desafios da cana...  

21/07/2016 - O Brasil passa por um momento difcil, economia em frangalhos, total falta de credibilidade das instituies pblicas, desajuste fiscal e instabilidade poltica que h muito no presencivamos.

Quem liderar o processo de reverso deste quadro? Qual ser o caminho para a retomada dos empregos e do desenvolvimento para o Brasil nas prximas dcadas?

Talvez no seja fcil responder a qualquer pergunta relacionada ao ambiente poltico e a recuperao da economia brasileira. Mas podemos afirmar seguramente, que se existem alternativas, uma delas a cadeia do agronegcio.

Aps a recuperao da taxa de cambio, o Brasil recupera sua competitividade internacional. Estudos indicam que em 2050 teremos cerca de 9 bilhes de habitantes no planeta, com consumo per capita superior ao atual.

Este crescimento de demanda ser concentrado na China e ndia, locais onde a capacidade produtiva j est muita prxima ao potencial de produo, com problemas srios de sustentabilidade. Tambm teremos forte expanso de demanda na frica, onde apesar de existir terras agricultveis disponveis, os problemas se concentram na estrutura poltica e cultura popular, com muitas dificuldades para organizar processos produtivos competitivos.

Neste cenrio, o Brasil visto como o maior responsvel para atender as demandas crescentes de alimento nas prximas trs dcadas. Se no temos as melhores condies de escoamento da produo, tanto internas quanto em relao a portos, temos uma boa malha rodoviria, ineficiente e cara, mas capaz de possibilitar acesso a todo interior do Pas.

Devemos unir todos os esforos das cadeias produtivas, e juntos organizarmos uma demanda de infraestrutura que possibilite ao Brasil produzir e escoar sua produo, alimentando o mundo com alimento saudvel e sustentvel. Devemos aproveitar a oportunidade para agregar valor na cadeia, produzindo e processando protena animal.

Devemos ainda estruturar um programa de marketing e adequao ao mercado para os produtos brasileiros, lderes de exportaes no mundo, como o caf, acar, suco de laranja, carnes, dentre outros.

Hoje o Brasil responsvel por cerca de 50% do acar comercializado no mundo. Em 2050, provavelmente seremos responsveis por 60% deste mercado. Temos um compromisso assumido na COP21 de limparmos ainda mais nossa matriz energtica, onde os biocombustveis tero um papel preponderante.

O etanol a grande esperana, pois no depende de subsdios e tem a tecnologia bastante avanada. Tanto em relao ao acar como o etanol, o Brasil tem espao para agregar tecnologia e promover crescimento de produtividade, mas tambm ser necessrio expandir a produo em regies mais novas.

Hoje nos deparamos com boa parte das indstrias do setor sem expectativa em relao ao futuro, pois o endividamento impossibilita a gerao de caixa para pagar sequer o servio da dvida.

Aps a reestruturao desta dvida, possvel que algumas sejam adquiridas por outros grupos e se mantenham em operao, porm outras, possivelmente no futuro prximo paralisaro suas atividades.

Este quadro dificulta muito a realizao de investimento e crescimento da capacidade de produo do setor, que foi solapado nos ltimos 8 anos. Precisaremos imediatamente de uma poltica de restruturao financeira do setor, envolvendo governos e bancos, no para privilegiar os empresrios, mas sim para viabilizar a continuidade da operao das unidades existentes, mesmo que adquiridas por outro controlador.

Ser necessrio um planejamento de desenvolvimento tecnolgico e reas de expanso, com linhas de crdito adequadas, tanto para pesquisa, investimento no campo e investimento nas indstrias.

Precisamos fortalecer a sustentabilidade de setor, possibilitando a todos o acesso s melhores prticas de produo, otimizando o aproveitamento no campo e na indstria, com mximo aproveitamento da biomassa produzida, tanto para produo de acar, etanol 1G ou 2G ou bioeletricidade.

Assim como o etanol contribuiu para reduo do custo de produo do acar a partir da dcada de 1980, o aproveitamento do bagao, tanto para etanol quanto para bioeletricidade, tambm ser responsvel por significativa melhoria da eficincia econmica e energtica do setor.

A recuperao do setor, por sua vez, somente ser possvel com a recuperao da credibilidade das polticas pblicas e do Governo. Assim podero ser criados programas adequados para investimentos e crescimento, com linhas de crdito de longo prazo e custo adequado.

Acreditamos que o mercado deva funcionar livremente, sem interveno do Governo, que deve apenas criar mecanismo permanente de ajuste tributrio entre os combustveis, reconhecendo economicamente as externalidades positivas dos combustveis limpos, frente aos derivados do petrleo.

Temos um mercado em expanso, precisamos agora equilibrar a produo e viabilizar a expanso da capacidade. Para isso devemos priorizar o desenvolvimento tecnolgico, desde a produo do campo com variedades adequadas a mecanizao, sistematizao da produo, equipamentos mais adequados para colheita da cana com qualidade, processamento da biomassa na indstria, otimizando o potencial energtico da cana.

Com crescimento de produtividade necessitaremos de menos reas e seremos mais competitivos, garantindo a sustentabilidade econmica do setor e contribuindo para melhor sustentabilidade do planeta.

Se cada um fizer sua parte, rapidamente colocaremos o Brasil em posio de destaque e respeito internacional.

Salve a Cana!

Salve o Agronegcio!

Salve os Brasileiros!

Salve o Brasil!

Celso Torquato Junqueira Franco
Presidente da UDOP
Os artigos assinados so de responsabilidade de seus autores, no representando,
necessariamente, a opinio e os valores defendidos pela UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notcias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notcias Relacionadas
25/03/19 - Razen capta R$900 mi em CRAs e contrata nova linha de US$500 mi com dez bancos
  - Brasil registra dficit de US$1,134 bi nas transaes correntes em fevereiro
  - Safra de soja deve ser menor
  - Argentina: colheita de soja na Zona Agrcola Ncleo tem rendimentos superiores a 5500kg/ha
  - No para principiantes
  - Futuros do milho comeam a semana estveis buscando se manter em alta na Bolsa de Chicago
  - Enchentes foram desligamento de um sexto da produo de etanol nos EUA
  - Aumento nos preos do etanol no est relacionado com os produtores, diz UNICA
  - ANP: etanol sobe em 22 estados; preo mdio avana 0,24% no pas
  - ANP: etanol continua competitivo com gasolina em apenas 4 estados brasileiros
  - Soja/AgRural: colheita alcana 67% da rea no Brasil na safra 2018/19
  - Milho: Indicador cai mais de 9% em maro
  - Colheita de soja atinge 98,61% da rea em Mato Grosso
  - Ibovespa opera sem tendncia clara por incertezas sobre Previdncia e exterior misto
  - Retomada dos empregos ser consistente em 2019, diz Marinho
  - Ibovespa fecha em queda com incertezas sobre cena poltica e Previdncia no radar
  - Acar: balano global deve registrar dficit de 4,3 mi de t em 2019/20
  - Contratos futuros do acar fecham a semana em ligeira alta
22/03/19 - Acar/Rabobank: balno global deve registrar dficit de 4,3 mil t em 2019/20
  - Diretores da UDOP recebem diretor da AGCO
21/03/19 - Argentina: Crdoba tem safra de milho com rendimentos surpreendentes
  - Copersucar v moagem de cana no CS em 2019/20 crescendo at 590 mi t
20/03/19 - Variedade hiper precoce de cana-de-acar se destaca na regio de Avanhandava/SP
  - Job v moagem de cana at 1,4% menor em 2019/20 no CS, diz que chuva no ajudou
  - Siamig leva projetos de expanso do setor sucroenergtico ao governo estadual
15/03/19 - Comisso Europeia adota critrios mais rgidos para biocombustveis
  - Bolsa de Rosario aumenta suas projees para as safras de soja e de milho da Argentina
  - Comisso Europeia adota critrios mais rgidos para biocombustveis
14/03/19 - Plano de Auxlio Mtuo (PAM) faz 1 reunio do ano de suas regionais
13/03/19 - Crescimento na produo em 2019 depende da segunda safra de milho, diz IBGE
  - Safra vero no Rio Grande do Sul deve ser a 2 maior da histria
01/03/19 - Feriado de Carnaval altera expediente da UDOP
28/02/19 - Presidente executivo da UDOP palestra sobre Renovabio para alunos da Fatec
27/02/19 - Cultivo da soja gera renda e melhoria no solo para renovao de canaviais
  - Unio Europeia rev status de biocombustveis
25/02/19 - Vocao brasileira converge para eletrificao atravs dos biocombustveis, destaca Nastari
22/02/19 - Ministro de Minas e Energia destaca etanol como alternativa para a eletrificao veicular
21/02/19 - Eletrificao com biocombustveis soluo moderna e eficiente para mobilidade
18/02/19 - Relao etanol/gasolina diminui para 64,48% na 2 semana do ms, diz Fipe
15/02/19 - Acar bruto recua 14 pontos em Nova York
14/02/19 - ANP desiste de impor frmula de formao de preo dos combustveis
  - Arrecadao de ICMS acelera com avano do comrcio e combustveis
05/02/19 - Meirelles:reduo de ICMS sobre querosene no para competir com outros Estados
22/10/18 - Desembolso para programa de renovao de canaviais despenca, mas BNDES v melhora
28/06/18 - Governo construir trincheiras no acesso a usinas sucroalcooleiras
26/06/18 - Queimada controlada, doenas e pregas
24/05/18 - Geada continua afetando algumas reas produtoras
21/11/17 - Diferena entre o imposto sobre carbono e o RenovaBio
05/04/17 - O bero do negcio sucroenergtico
29/03/17 - Planejamento a chave deste cenrio
27/03/17 - Planejamento estratgico das organizaes e associaes
23/03/17 - A estrutura do setor precisa ser repensada
Para enviar a notcia, basta preencher o formulrio abaixo.
Todos os campos so de preenchimento obrigatrio!
 
Os desafios da cana...
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatrio:
E-mail destinatrio:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentrio:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa Histria
• Misso, Viso e Objetivos
• Trofu da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Contatos
Institucional

• Comits de Gesto
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Comits de Gesto
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Frum de Implementao Tecnolgica
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminrio UDOP de Inovao
Imprensa

• Agncia UDOP de Notcias
• ltimas Notcias
• Frum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mdias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produo Brasileira
Servios

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendrio de Eventos
• Guia de Empresas
• ndice Pluviomtrico
• Pesquisas UDOP
• Previso do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrogrficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados

POLÍTICAS DE PRIVACIDADE
Desenvolvimento:
/