Segunda-feira, 18 de maro de 2019
:
EDITORIAS
Agncia UDOP | Acar | Biodiesel | Cana-de-Acar | Combustveis Fsseis | Diversas | Economia
Energia | Espao Datagro | Etanol | Frum de Articulistas | Opinio | TV UDOP | ltimas Notcias
Diversas Aumentar a letra    Diminuir a letra
Governo de SP assina resoluo com novas diretrizes do Etanol Mais Verde  

06/04/2018 - Na manh de sexta-feira (6), as secretarias estaduais do Meio Ambiente e da Agricultura e Abastecimento do Estado de So Paulo assinaram a resoluo que regulamenta as diretivas tcnicas do Programa Etanol Mais Verde, iniciativa que h dez anos promove a adoo de boas prticas agrcolas e ambientais no setor sucroenergtico paulista.

A presidente da Unio da Indstria de Cana-de-Acar (Unica), Elizabeth Farina, presente na cerimnia de assinatura, ressalou que as diretivas garantem a continuidade das aes destinadas a consolidar o desenvolvimento sustentvel da cadeia produtiva sucroenergtica.

"Desde 2007, quando foi criado o Etanol Verde, as usinas e fornecedores de cana dedicaram investimentos significativos para garantir a eliminao da queima da palha da cana como mtodo agrcola pr-colheita. Al disso, passaram a atuar ativamente na proteo e restaurao de mais de 259 mil hectares de matas ciliares e 8.230 nascentes. O objetivo, agora, reforar este comprometimento ambiental, misso incorporada, inclusive, ao nome do programa, que a partir deste ano passa a se chamar Etanol Mais Verde", afirmou a executiva.

"Esta nova fase do programa vai nos permitir mostrar para o mundo que o compromisso [com a indstria sucroenergtica] no vai s gerar energia para os nossos carros, gua, cobertura vegatal e biodiversidade", exaltou o secretrio de Meio Ambiente do Estado, Mauricio Brusadin.

Alm de dar prosseguimento s prticas de adequao ao Novo Cdigo Florestal, conservao do solo e reuso da gua, preservao da fauna e combate a incndios florestais, as diretrizes desta segunda fase estabelecem metas objetivas para o incio do processo de restaurao de matas ciliares e APPs hdricas que ainda esto em estgio de restaurao. As usinas tero que cumprir a determinao at 2022, j os fornecedores tm o prazo final estendido at 2025.

"Outra novidade a obrigatoriedade de inscrever essas reas em fase de restaurao no Sistema Informatizado de Apoio Restaurao Ecolgica (SARE) como projetos voluntrios de recuperao ambiental. So medidas fundamentais para atender legislao ambiental e conferir ainda mais transparncia aos inmeros projetos de proteo e recuperao mantidos pelas usinas de SP", enfatiza Elizabeth Farina.

Saiba mais sobre os procedimentos de adeso ao Etanol Mais Verde, bem como as informaes necessrias para o acompanhamento e cumprimento das diretrizes por parte dos signatrios, clicando aqui (para fornecedores) ou aqui (para usinas).


Programa

O Etanol Mais Verde se desenvolveu a partir de um entendimento entre governo, usinas e fornecedores de cana-de-acar sobre a necessidade de se organizar a atividade agrcola e industrial de modo a promover a adequao ambiental e minimizar os impactos sobre o meio ambiente e a sociedade. O instrumento cobre alguns dos principais pontos de reduo de impactos da cultura canavieira.

Saiba mais, clicando aqui.


Veja, abaixo, os principais resultados alcanados desde 2007:

- 97,5% da rea de cana do Estado de So Paulo no se pratica a queima na colheita;

- Desde o incio da vigncia do Protocolo (2007), deixou-se de emitir mais de 9,27 milhes de toneladas de CO%2 eq e mais de 56 milhes de toneladas de poluentes atmosfricos (monxido de carbono, material particulado e hidrocarbonetos);

- As emisses de gases de efeito estufa evitadas j equivalem ao que teria sido emitido por cerca de 162 mil nibus circulando durante um ano;

- O setor sucroenergtico do Estado de So Paulo acumula um ativo de 3.747 colhedoras (entre prprias e terceirizadas), ao passo que na safra 2007/08 o total era 753;

- Mais de 200 mil hectares de reas ciliares e 8.230 nascentes foram protegidas e recuperadas;

- 60% das usinas signatrias possuem programas de restaurao florestal de seus fornecedores de cana;

- Desde 2010, as usinas reduziram em 40% o consumo de gua para o processamento industrial, em funo de sistema de reuso, aprimoramento de processos industriais e avano da colheita mecanizada;

- O consumo de gua passou de 1,52 m por tonelada de cana na safra 2010/2011 para 0,91 m por tonelada de cana na safra 2016/2017.


Fonte: Unica
Notcias de outros veculos so oferecidas como mera prestao de servio
e no refletem necessariamente a viso da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notcias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notcias Relacionadas
18/03/19 - USDA traz embarques de soja e milho dos EUA dentro do esperado
  - Ibovespa inicia semana em alta com exterior positivo e Previdncia no radar
  - Etanol: hidratado cai 0,87% e anidro desvaloriza 1,76% na semana
  - Brasil deve derrubar barreiras para importao de trigo dos EUA
  - Sonegao de R$3 bi atinge setor de etanol em SP, diz Plural, que apela por reforma
  - Acar encerra a semana em um cenrio positivo
  - ATR SP: valor acumulado sobe 0,26% em fevereiro
  - Projeo de supervit comercial em 2019 cai para US$ 50,00 bi, mostra Focus
  - Setor sucroenergtico de MS reage e tem 19 usinas operando
  - Projeo para alta do PIB de 2019 sai de 2,28% para 2,01% no Focus do BC
  - Previso de cmbio permanece em R$ 3,70 para fim de 2019, revela Focus do BC
15/03/19 - Unica no Planalto na vspera do encontro Bolsonaro e Trump
  - Moagem de cana do CS deve ter 1 alta desde 2015/16; Agroconsult v 575 mi t
  - Comisso Europeia adota critrios mais rgidos para biocombustveis
  - Comisso Europeia adota critrios mais rgidos para biocombustveis
  - Demandas do Setor Sucroenergtico so entregues ao Vice-presidente da Repblica
07/03/19 - Governo define agenda de leiles de energia para o perodo de 2019 a 2021
  - Programa reconhece produo de bioeletricidade em usinas
06/03/19 - Usina de etanol busca fomentar economia local em Carazinho
27/02/19 - Unio Europeia rev status de biocombustveis
  - Bandeira na conta de luz pode ficar mais cara e elevar tarifa em 1,1 ponto percentual
26/02/19 - BNEF: 10 previses para 2019 em energia e transporte
25/02/19 - Vocao brasileira converge para eletrificao atravs dos biocombustveis, destaca Nastari
22/02/19 - Biosev investe R$ 378 milhes na entressafra
21/02/19 - UDOP reformula Mapa com usinas e destilarias ativas no Brasil
  - Eletrificao com biocombustveis soluo moderna e eficiente para mobilidade
18/02/19 - Petrobras investe em painis solares flexveis como forma de energia
15/02/19 - BP v crescimento de energias renovveis disparando nas prximas dcadas no mundo
Para enviar a notcia, basta preencher o formulrio abaixo.
Todos os campos so de preenchimento obrigatrio!
 
Governo de SP assina resoluo com novas diretrizes do Etanol Mais Verde
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatrio:
E-mail destinatrio:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentrio:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa Histria
• Misso, Viso e Objetivos
• Trofu da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Contatos
Institucional

• Comits de Gesto
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Comits de Gesto
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Frum de Implementao Tecnolgica
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminrio UDOP de Inovao
Imprensa

• Agncia UDOP de Notcias
• ltimas Notcias
• Frum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mdias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produo Brasileira
Servios

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendrio de Eventos
• Guia de Empresas
• ndice Pluviomtrico
• Pesquisas UDOP
• Previso do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrogrficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados

POLÍTICAS DE PRIVACIDADE
Desenvolvimento:
/