Segunda-feira, 25 de maro de 2019
:
banner
EDITORIAS
Agncia UDOP | Acar | Biodiesel | Cana-de-Acar | Combustveis Fsseis | Diversas | Economia
Energia | Espao Datagro | Etanol | Frum de Articulistas | Opinio | TV UDOP | ltimas Notcias
Economia Aumentar a letra    Diminuir a letra
BC no est satisfeito com ritmo de queda dos juros do crdito, diz Goldfajn  

10/04/2018 - Os juros do crdito e o spread bancrio, diferena entra a taxa de captao do dinheiro pelos bancos e a cobrada dos clientes, esto em tendncia de queda, em consistncia com a reduo da taxa bsica de juros, a Selic. A avaliao do presidente do Banco Central (BC), Ilan Goldfajn, em audincia na Comisso de Assuntos Econmicos, no Senado.

"Isso no significa que estamos satisfeitos com a velocidade da queda da taxa de juros bancrios. Queremos que a reduo seja mais rpida, para que tenhamos logo crdito mais barato para famlias e empresas", disse o presidente do BC.

Goldfajn argumentou que "esse um assunto da maior importncia" para o BC. "O objetivo atacar, de forma estrutural, no voluntariosa, todas as causas que tornam o custo de crdito alto no Brasil", afirmou.

O presidente do BC acrescentou que a instituio tem atuado para enfrentar essas causas: custo operacional e regulatrio do sistema financeiro, a falta de boas garantias, a necessidade de mais informao no sistema, os subsdios cruzados (parte dos clientes bancrios, como os depositantes de caderneta de poupana e tomadores de crdito com juros mais altos, estariam bancando emprstimos mais baratos, como o imobilirio e o rural), os altos compulsrios [parte do dinheiro depositado que os bancos so obrigados a recolher ao BC] e a necessidade de estimular a concorrncia.

O presidente do BC destacou medidas j adotadas para reduzir o custo do crdito, como a melhora de garantias por meio da regulamentao da Letra Imobiliria Garantida (LIG). Goldfajn tambm citou a recente reduo de compulsrios, o que diminui custos para os bancos, e a criao da Taxa de Longo Prazo (TLP), mais alinhada com os juros do mercado. "Alm de proporcionar maior potncia poltica monetria e reforar a queda da taxa de juros estrutural, por ser uma taxa de mercado, a TLP incentiva o financiamento privado de longo prazo e o desenvolvimento do mercado de capitais", disse.

Goldfajn citou ainda as alteraes no rotativo do carto de crdito, limitado a 30 dias, e as alteraes no cheque especial, anunciadas hoje (10) pela Federao Brasileira de Bancos (Febraban), com medida de auto-regulao. "Por serem produtos de taxas mais elevadas, no Brasil e no mundo, o Banco Central est trabalhando em medidas para reduzir o seu custo", disse Golfajn.

Para o presidente do BC, preciso tambm haver o "empoderamento das instituies pequenas e mdias" para aumentar a competio no sistema financeiro. "Temos mais de uma centena de bancos pequenos e mdios, e um nmero ainda maior de cooperativas (cerca de mil instituies)", disse. Ele citou que foi feita a segmentao e a proporcionalidade da regulao prudencial para essas instituies. "A segmentao e a proporcionalidade permitem mais agilidade s instituies menores e aumentam a competio", disse.


Incentivo s fintechs

Goldfajn tambm afirmou que preciso incentivar as fintechs (empresas de inovao no sistema financeiro) para "permitir maior competio no sistema e o surgimento de solues adequadas s demandas atuais dos clientes e de novos modelos de negcio, com reduo de custos em vrias reas. Temos adotado uma postura de deixar entrar, deixar competir e regular apenas quando necessrio", disse. Ele acrescentou que as regulamentao das fintechs de crdito ser feita neste ano.

O presidente do BC citou ainda uma srie de outras medidas, como a reduo de custos para os lojistas com o pagamento por meio do carto de dbitos, que comear a valer em outubro deste ano. "Com a medida, a expectativa que a reduo seja repassada pelo credenciador ao estabelecimento comercial e deste para o consumidor, por meio da concorrncia e, tambm, da possibilidade de diferenciao de preos", disse.

Kelly Oliveira com edio de Lidia Neves
Fonte: Agncia Brasil
Notcias de outros veculos so oferecidas como mera prestao de servio
e no refletem necessariamente a viso da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notcias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notcias Relacionadas
22/03/19 - Bovespa fecha em queda de 3,1% e vai abaixo dos 94 mil pontos com cenrio poltico no radar
  - Dlar dispara 2,7%, maior alta desde maio de 2017, com receio sobre Previdncia e exterior
  - Conab avalia que aumento das exportaes de soja podem afetar mercado interno
  - Priso de Temer e reforma de militares afastam Bolsa dos 100 mil pontos
  - Brasil no abre mo de status de pas em desenvolvimento, diz diretor da OMC
Para enviar a notcia, basta preencher o formulrio abaixo.
Todos os campos so de preenchimento obrigatrio!
 
BC no est satisfeito com ritmo de queda dos juros do crdito, diz Goldfajn
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatrio:
E-mail destinatrio:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentrio:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa Histria
• Misso, Viso e Objetivos
• Trofu da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Contatos
Institucional

• Comits de Gesto
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Comits de Gesto
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Frum de Implementao Tecnolgica
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminrio UDOP de Inovao
Imprensa

• Agncia UDOP de Notcias
• ltimas Notcias
• Frum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mdias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produo Brasileira
Servios

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendrio de Eventos
• Guia de Empresas
• ndice Pluviomtrico
• Pesquisas UDOP
• Previso do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrogrficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados

POLÍTICAS DE PRIVACIDADE
Desenvolvimento:
/