Terça-feira, 23 de julho de 2019
:
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Fórum de Articulistas Aumentar a letra    Diminuir a letra
Precisamos de uma verdadeira reforma política  

19/07/2018 - Os brasileiros vão notar algumas diferenças no período que antecede as eleições deste ano. Normas aprovadas pela Câmara, Senado e publicadas pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) estabelecem que as propagandas eleitorais começam a partir de 16 de agosto, reduzem o saldo dos candidatos para gastar na divulgação de suas propostas, deixam claras as regras de uso da internet e instituem o uso do Fundo Especial de Financiamento de Campanha, que nas eleições deste ano receberá R$ 1,716 bilhão.

Apesar de estabelecer teto de gastos para as campanhas, quem vai pagar alto pela fatura desta eleição é o cidadão. Isso porque a legislação brasileira já estabelecia a existência do Fundo Partidário, mantido com dotações orçamentárias da União, que continua em vigor, com recursos destinados à manutenção dos partidos políticos, em ano eleitoral ou não. Este fundo terá orçamento de aproximadamente R$ 1 bilhão, também para este ano. Portanto, do Orçamento da União sairá a soma dos dois fundos.

É mais dinheiro do bolso do contribuinte e mais uma decepção para o cidadão, que espera que os recursos públicos sejam destinados, prioritariamente, para saúde, segurança e educação, setores que estão completamente sucateados.

As alterações nas regras para a eleição deste ano não atendem aos anseios da população. Para interromper um ciclo de vícios e corrupção, é preciso mudar a causa dos problemas. O Brasil tem hoje 144 milhões de eleitores, o que torna as eleições caríssimas e um foco de corrupção.

Temos a convicção de que o atual sistema eleitoral envelheceu, está defasado, gera um divórcio entre eleitores e eleitos, permite a eleição de pessoas com passado polêmico, impede a discussão de propostas e encarece as campanhas.

Neste contexto, o voto distrital ou regional é a única forma de reduzir o custo das campanhas, além de aumentar a proximidade entre eleitores e eleitos, selecionar candidatos com passado conhecido, aprofundar o debate e facilitar a renovação. É preciso reduzir o tamanho do colégio eleitoral.

No Estado de São Paulo, um candidato a deputado estadual ou federal precisa atualmente projetar sua candidatura para mais de 32 milhões de eleitores. Praticamente o número de eleitores da Argentina inteira. Assim, o modelo atual torna o custo das eleições elevadíssimo, estimulando a corrupção.

Se, por exemplo, o Estado de São Paulo for dividido em dez regiões, cada uma delas elegendo 7 deputados federais, estamos diminuindo, teoricamente, em 90% os custos da campanha.

Se for adotada a regionalização, ou seja, a permissão de que os Estados que quiserem possam regionalizar seus votos, teremos conseguido que as eleições fiquem mais baratas, que haja uma proximidade dos eleitos e dos eleitores antes e depois das eleições e que todas as regiões tenham seus representantes.

Sem sequer precisar mexer na Constituição Federal, podemos ter esta mudança e atender a um justo clamor da população, que deseja uma aplicação digna dos recursos dos impostos que paga.

Antonio Carlos Mendes Thame
deputado Federal pelo PV-SP
Os artigos assinados são de responsabilidade de seus autores, não representando,
necessariamente, a opinião e os valores defendidos pela UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Precisamos de uma verdadeira reforma política
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa História
• Missão, Visão e Objetivos
• Troféu da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Contatos
Institucional

• Comitês de Gestão
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Fórum de Implementação Tecnológica
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminário UDOP de Inovação
Imprensa

• Agência UDOP de Notícias
• Últimas Notícias
• Fórum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mídias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produção Brasileira
Serviços

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendário de Eventos
• Guia de Empresas
• Índice Pluviométrico
• Pesquisas UDOP
• Previsão do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrográficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados

POLÍTICAS DE PRIVACIDADE
Desenvolvimento:
/