Quarta-feira, 20 de maro de 2019
:
EDITORIAS
Agncia UDOP | Acar | Biodiesel | Cana-de-Acar | Combustveis Fsseis | Diversas | Economia
Energia | Espao Datagro | Etanol | Frum de Articulistas | Opinio | TV UDOP | ltimas Notcias
Economia Aumentar a letra    Diminuir a letra
ndice de confiana do agro avana 1,9% no 3o. tri  

01/11/2018 - Os produtores e empresas ligadas ao agronegcio brasileiro mostraram-se moderadamente otimistas no terceiro trimestre de 2018. O ndice de Confiana (IC Agro) do setor, resultado de parceria entre Fiesp e OCB, encerrou o perodo marcando 100,3 pontos - uma alta de 1,9 ponto sobre o 2 trimestre. O resultado reflete uma gradual recuperao dos problemas da primeira metade do ano, como os causados pela greve dos caminhoneiros, embora uma boa dose de incertezas tenha permanecido sobre o setor. De acordo com a metodologia do estudo, resultados superiores a 100 pontos demonstram otimismo. Resultados abaixo disso indicam pessimismo.

Houve avano tambm no ndice de Confiana da Indstria (Antes e Depois da Porteira), que subiu 0,8 ponto, atingindo 99,3 pontos. Porm observa-se um comportamento distinto entre as empresas classificadas como Antes da Porteira, cuja desconfiana aumentou - e as indstrias situadas Depois da Porteira, que recuperaram um pouco do entusiasmo.

Na Indstria Antes da Porteira (Insumos Agropecurios), a queda no 3 trimestre foi de 3,8 pontos, para 95,4 pontos. As incertezas com relao economia brasileira pesaram para o esfriamento dos nimos. Mas nem todos os aspectos que compem o ndice so negativos. "De fato, a percepo sobre as condies do negcio melhorou no trimestre - o que era de esperar diante de entregas recordes de fertilizantes em julho, agosto e setembro, que mostraram recuperao frente aos problemas causados pela greve dos caminhoneiros e pela indefinio dos fretes, que travou o mercado", diz Roberto Betancourt, diretor titular do Departamento do Agronegcio (Deagro) da Fiesp.

No acumulado do ano (janeiro/setembro), as entregas de fertilizantes somaram 25,9 milhes de toneladas, 4,4% acima do recorde registrado no mesmo perodo do ano passado. O setor de mquinas agrcolas tambm mostra sinais de recuperao. As vendas acumuladas de junho a setembro so 18% maiores do que no mesmo perodo do ano passado (embora, no acumulado do ano, de janeiro a setembro, o mercado ainda esteja abaixo de 2017).

As indstrias Depois da Porteira (Alimentos) recuperaram um pouco da confiana no atual levantamento. O ndice desse segmento chegou a 101,0 pontos, alta de 2,7 pontos, o suficiente para sair de uma faixa moderadamente pessimista para uma situao de leve otimismo.

De maneira geral, a recuperao se deve melhora da percepo em relao s condies atuais do setor. " bom lembrar, por exemplo, que no terceiro trimestre houve a retomada das negociaes de gros, praticamente interrompidas durante a greve dos caminhoneiros e no perodo subsequente", destaca Mrcio Lopes de Freitas, presidente da Organizao das Cooperativas Brasileiras (OCB).

Favorecidas pela guerra comercial entre Estados Unidos e China, as exportaes brasileiras de soja seguem em ritmo forte e o mercado j trabalha com a possibilidade de chegarem a 80 milhes de toneladas - recorde absoluto, 12 milhes de toneladas acima do registrado em 2017. "O resultado s no melhor porque o milho brasileiro perdeu competitividade - e num ano de quebra da safrinha, os embarques do gro devem ficar cerca de 5 a 6 milhes de toneladas abaixo do volume do ano passado", complementa Freitas.

Para o setor de carnes, os embarques da protena bovina tambm aumentaram nos ltimos meses, acumulando volumes recordes e amenizando o tom pessimista de parte da indstria, especialmente aves e sunos - que ainda tenta lidar com os problemas causados pelo fechamento de diversos mercados aos produtos brasileiros. Outro segmento cuja situao melhorou foi o sucroenergtico. De junho para setembro, os preos do etanol hidratado no mercado domstico subiram 5%, acompanhando o aumento do petrleo no mercado externo e a desvalorizao do real, aliviando a situao das usinas, que vinham pressionadas pela baixa no mercado de acar, apontou ainda a pesquisa.

J para o ndice de confiana do produtor agropecurio (agrcola e pecurio), houve recuperao da confiana perdida no levantamento anterior. Seu ndice subiu para 101,7 pontos na pesquisa atual, avano de 3,3 pontos. O aumento ocorreu tanto entre os produtores agrcolas quanto entre os pecuaristas, com maior otimismo com as condies do negcio do que com as condies gerais da economia para ambos. A pesquisa mostra que os motivos para isso sustentam-se em trs pilares: preos, crdito e produtividade.

O ndice de Confiana dos produtores agrcolas chegou a 106,0 pontos, crescimento de 3,1 pontos sobre o trimestre anterior e 13,1 pontos a mais do que o mesmo perodo de 2017. Um dos principais aspectos que impulsionaram a alta a produtividade: os agricultores mostram-se confiantes em um novo bom desempenho nas lavouras. "O clima colaborou nas regies em que o plantio comeou em setembro. o caso do milho de 1 safra no Sul do Brasil e em So Paulo e da soja no Paran e em boa parte do Centro-Oeste (principalmente Mato Grosso e Mato Grosso do Sul)", ressalta Freitas.

Diretor titular do Deagro, Betancourt acentua, ainda, que outro aspecto em que aumentou o otimismo est relacionado ao crdito. "Neste ano agrcola, as taxas de juros caram no s no crdito oficial e nos recursos postos disposio pelo Plano Safra, mas nos financiamentos em geral, a mercado, abrindo mais alternativas de crdito para os produtores", disse.

Entre os pecuaristas houve melhora na confiana no trimestre, com seu ndice chegando a 88,9 pontos (alta de 3,6 pontos). O avano foi puxado pelos pecuaristas de corte - com o maior ganho relacionado aos preos, refletindo a recuperao do mercado no perodo de junho a setembro. Isso ainda no foi o suficiente para fazer com que o nimo dos pecuaristas sasse da faixa considerada pessimista pela metodologia do estudo. Os produtores pecurios compem o segmento de menor confiana entre todos os analisados.

Fonte: Datagro
Texto extrado do portal Universaogro
Notcias de outros veculos so oferecidas como mera prestao de servio
e no refletem necessariamente a viso da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notcias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notcias Relacionadas
19/03/19 - Dlar persegue sequncia de queda com cena nacional e global positiva
  - Faturamento com exportaes do agro recua 28% no RS
  - Agronegcio se queixa de declaraes de Arajo
  - Exportaes do agronegcio atingem US$ 7,25 bi em fevereiro
  - Negociaes do agro tm pouco a evoluir entre Estados Unidos e Brasil
  - Agronegcio: supervit em fevereiro foi US$ 6,058 bilhes
18/03/19 - Dlar fecha abaixo de R$3,80, na mnima em 2 semanas, com otimismo sobre Previdncia
  - Dlar tem leve variao aguardando Previdncia em semana de reunies do Copom e do Fed
15/03/19 - Dlar cai ante real com cautela na cena domstica e monitorando exterior
14/03/19 - Dlar fecha em alta puxado por exterior, no aguardo de Previdncia
Para enviar a notcia, basta preencher o formulrio abaixo.
Todos os campos so de preenchimento obrigatrio!
 
ndice de confiana do agro avana 1,9% no 3o. tri
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatrio:
E-mail destinatrio:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentrio:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa Histria
• Misso, Viso e Objetivos
• Trofu da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Contatos
Institucional

• Comits de Gesto
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Comits de Gesto
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Frum de Implementao Tecnolgica
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminrio UDOP de Inovao
Imprensa

• Agncia UDOP de Notcias
• ltimas Notcias
• Frum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mdias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produo Brasileira
Servios

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendrio de Eventos
• Guia de Empresas
• ndice Pluviomtrico
• Pesquisas UDOP
• Previso do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrogrficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados

POLÍTICAS DE PRIVACIDADE
Desenvolvimento:
/