Quinta-feira, 23 de maio de 2019
:
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Diversas Aumentar a letra    Diminuir a letra
EUA tem 24 mi de t de soja armazenada para manejar antes da nova safras  

15/03/2019 - Uma estimativa do governo americano aponta que os produtores rurais dos Estados Unidos estariam carregando uma montanha de soja em seus armazéns de US$ 8 bilhões, ou 24,49 milhões de toneladas, ou ainda, 900 milhões de bushels. Ainda assim, eles se preparam para a safra 2019/20 e, apesar de uma redução de área prevista para a temporada, esta pode ser a terceira maior safra de soja da história dos EUA.

Segundo a Reuters Internacional, com investimentos de longo prazo feitos, principalmente, em maquinários e armazenagem, os produtores alegam que por ser algo específico a mudança da soja para o milho ou outra cultura não é tão simples como parece.

Além disso, explicam ainda que, apesar da baixa e da demanda ainda limitada por sua soja, a oleaginosa segue dando melhor renatabilidade do que o milho em alguns casos. Segundo especialistas internacionais, afinal, os preços da commodity, inclusive, teriam registrado um desempenho "melhor" do que o esperado diante dos números e dos fundamentos presentes no mercado.

"Com uma boa safra, uma boa produtividade, podermos manter algum lucro", diz o produtor Austin Ricker, produtor de grãos em Moweaqua, Illinois, à Reuters. O agricultor deverá dividir sua área em 50% para soja e 50% para o milho nesta nova safra. A decisão é semelhante a de 2018 e qualquer ampliação no milho, segundo ele, poderia aumentar suas despesas.


Produtores Americanos x Guerra Comercial

E os produtores rurais norte-americanos têm consciência de que suas decisões, apesar de serem suas, estão intimamente ligadas ao que será definido entre os líderes chineses e americanos. Segundo Gary Cohn, ex-dirigente do Conselho Econômico do presidente Donald Trump, os EUA estariam "desesperados agora" por um pacto com a China.

"O presidente (americano) precisa de uma vitória", disse ele ao podcast internacional Freakonomics e reportado pela agência internacional Bloomberg. A declaração do executivo, porém, diverge dos recentes anúncios de que Trump estaria sem pressa de alcançar um consenso e de especulações de que ele estaria, inclusive, pronto para deixar as negociações.

"Eu não estou com pressa", disse Trump a repórteres na Casa Branca nos últimos dias.

Nesta quinta-feira, a Bloomberg informou também que Donald Trump e Xi Jinping deverão adiar seu novo encontro, pelo menos até o início de abril, segundo fontes que acompanham as duas delegações nas conversas sobre o acordo.

Há quem diga ainda que somente no final do mês que vem é que os líderes das duas maiores economias globais devem se reunir novamente, provavelmente na propriedade de Trump em Mar-a-Lago, na Flórida, apesar dos rumores de que as negociações estariam rapidamente evoluindo.

Ainda de acordo com as fontes ouvidas pela Bloomberg, a nação asiática estaria pressionando os americanos a realizarem uma visita forma para que haja uma cerimônia onde o acordo seja assinado, e não somente uma "aparição discreta".

Com isso, desde o começo do presente ano comercial - que se encerra em 31 de agosto - a China comprou dos EUA somente 11 milhões de toneladas de soja, contra mais de 28 milhões do mesmo período do ano passado.

E mesmo com todos os indícios de que a demanda ainda demora a voltar aos EUA, pelo menos o tempo da finalização do acordo, de sua implementação e da mudança na dinâmica atual do comércio da soja - há ainda produtores americanos que acreditam que consumo chinês de soja americana precisa e vai continuar.

"Eu acho que a demanda vai continuar. Eles tomaram gosto por essa ´dieta´", diz um produtor de 66 anos, Roger Hadley, de Indiana, à Reuters.


Corrida contra o tempo

Prestes a começarem a plantar a nova safram e apesar do otimismo, os produtores americanos enfrentam uma corrida contra o tempo. Os silos norte-americanos estão abarrotados de grãos e a soja, principalmente, já começa a perder qualidade e também tirar dinheiro do agricultor.

Agora, além de estarem atentos ao planejamento da safra 2019/20 e ao início dos trabalhos de campo, os agricultores têm de dividir seu tempo ainda com a comercialização - de forma que seja eficiente - e com a qualidade dos grãos que estão armazenando.

"Os produtores têm de estar mais vigilantes à manutenção da qualidade dos grãos que possuem em suas fazendas. Nossa vantagem agora é o inverno, ao menos nos quesitos insetos e mofo, estas não têm sido preocupações agora até que o tempo fique um pouco mais quente", disse Bob Zelenka, diretor executivo da Minnesota Grain and Feed Association ao portal internacional StarTribune em uma entrevista na semana passada.

14/03/19
Carla Mendes

Fonte: Notícias Agrícolas
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
23/05/19 - Confira a previsão do tempo para esta quinta-feira (23) para todas as regiões do Brasil
  - Deral aponta avanço da colheita do milho safrinha no Paraná, safra de verão está praticamente
  finalizada
  - Soja/USDA: EUA vendem 535,8 mil toneladas da safra 2018/19 na semana
  - Soja opera estável nesta 5ª feira em Chicago ainda acompanhando o clima no Corn Belt
  - Egípcia ESIIC compra 50 mil t de açúcar bruto do Brasil, dizem operadores
  - Abdicar do controle da ferrugem na soja acarretaria em prejuízo de R$ 12 bi ao produtor
22/05/19 - Colheita da 2a. safra de milho no PR chega a 3% da área
  - Deral aponta avanço da colheita do milho safrinha no Paraná, safra de verão está praticamente
  finalizada
  - Confira a previsão do tempo para esta quarta-feira (22) para todas as regiões do Brasil
  - Soja: Preços no BR sobem mais de R$ 5 nos últimos 20 dias, mas ainda enfrentam obstáculos
  - Comercialização da safra 2018/19 de soja no PR alcança 52% da produção
  - Soja: Preços retomam boas altas em Chicago com muitas chuvas previstas para os EUA
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
EUA tem 24 mi de t de soja armazenada para manejar antes da nova safras
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa História
• Missão, Visão e Objetivos
• Troféu da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Contatos
Institucional

• Comitês de Gestão
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Consecana
• Fórum de Implementação Tecnológica
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminário UDOP de Inovação
Imprensa

• Agência UDOP de Notícias
• Últimas Notícias
• Fórum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mídias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produção Brasileira
Serviços

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendário de Eventos
• Guia de Empresas
• Índice Pluviométrico
• Pesquisas UDOP
• Previsão do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrográficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados

POLÍTICAS DE PRIVACIDADE
Desenvolvimento:
/