UDOP - União Nacional da Bioenergia
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Diversas Aumentar a letra    Diminuir a letra
Soja: Quebra de safra no Paraná chega a 16% da produção  

15/04/2019 - Na safra 2018/19, a quebra na safra de soja no Paraná deverá chegar a 16%, com uma colheita que pode chegar a 16,1 milhões de toneladas. Nesta temporada, os produtores que resolveram arriscar e plantar ou nos primeiros ou nos últimos dias da janela de plantio de soja foram, na média, os que mais tiveram prejuízos.

Os resultados parciais da safra foram apresentados durante a reunião da Comissão Técnica (CT) de Cereais, Fibras e Oleaginosas da Federação de Agricultura e Pecuária do Paraná (FAEP).

O presidente da CT, Nelson Paludo, avaliou que a quebra desse ciclo deve levar a reflexões sobre mudanças nas práticas de manejo e janela de plantio no Estado. "Vimos claramente que a Região Oeste foi mais afetada pelos problemas climáticos, mas não só isso. Em Guarapuava e Ponta Grossa, por exemplo, a produção foi melhor e sabemos que são locais que há bastante tempo têm praticado rotação de cultura, com certeza isso faz diferença. Esse ano precisa servir para revermos nossas práticas, pensar sobre as épocas de plantio e variedades também e deixar de lado aquela velha pressão que temos no Oeste de que se o vizinho fez algo diferente, preciso fazer também", aconselhou.

Uma das boas notícias do balanço da produção no Estado está no desenvolvimento das lavouras de milho safrinha. De acordo com os produtores participantes da reunião, as regiões que apostam na cultura, em especial Sudoeste, Oeste, Norte e Noroeste, até o momento tiveram boas chuvas, apenas com problemas isolados de áreas com chuvas mal distribuídas. Houve ainda o relato de que os locais que têm tradição de cultivo de feijão também têm produzido bem, tanto o preto quanto o carioca. Em relação ao trigo e a cevada, as perspectivas também são positivas, embora ainda não tenha ocorrido o plantio, pois os preços para contratos antecipados estão convidativos (acima dos R$ 40 a saca, em algumas regiões).

Fonte: Datagro
Texto extraído do portal Universoagro
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
14/10/19 - Governo projeta safra recorde de grãos no Brasil
  - Plantio da soja está atrasado no Paraná, mas expectativa é de safra maior
  - Soja/MT: plantio atinge 16,35% da área previta e segue com atraso, diz Imea
  - Plantio de soja 2019/20 de MT chega a 16,35% da área prevista, diz Imea
  - Soja: Atividades de semeio avançam; vendedor está retraído
  - Importações de soja da China caem em setembro com menor demanda por ração animal
11/10/19 - Plantio de soja do Brasil segue atrasado com clima adverso, diz Arc
  - Clima segue pressionando e milho dispara em Chicago
  - Plantio da soja na Bahia deve ganhar força após dia 25 de outubro e produtores se preocupam com a
  ferrugem asiática
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Soja: Quebra de safra no Paraná chega a 16% da produção
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário: