UDOP - União Nacional da Bioenergia
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Economia Aumentar a letra    Diminuir a letra
Commodities/China: importação de soja e trigo recua em março; de milho aumenta  

25/04/2019 - As importações chinesas de soja totalizaram 4,917 milhões de toneladas em março deste ano, recuo de 13,2% ante igual período do ano anterior, informou nesta manhã o Departamento de Alfândegas da China. No acumulado do ano, o país asiático importou 16,749 milhões de toneladas, volume 14,4% inferior ao comprado no primeiro trimestre de 2018.

Dentre os derivados da oleaginosa, a China adquiriu 5,828 mil toneladas de óleo de soja em março deste ano, recuo de 34,4% em relação ao volume registrado no mesmo mês do ano passado. No primeiro trimestre do ano, a importação da commodity totalizou 134,3 mil toneladas, avanço de 294,7% na comparação anual.

As importações chinesas de milho chegaram a 416,3 mil toneladas em março, aumento de 562,6% ante março de 2018. No acumulado de 2019, o país importou 76,2% de milho a mais que em igual intervalo de 2018, totalizando 982,2 mil toneladas.

De trigo, os chineses importaram 264,1 mil toneladas em março, volume 8,8% menor que o de igual mês do ano passado. No primeiro trimestre do ano, as importações do cereal pelo país asiático totalizaram 958,3 mil toneladas, incremento de 70,1% em relação ao mesmo período do ano anterior.

No mercado de algodão, a China importou 152,2 mil toneladas em março, avanço de 41,8% ante igual intervalo de 2018. A importação da fibra natural totalizou 661,2 mil toneladas nos três primeiros meses deste ano, volume 92,4% superior ao importado em igual período do ano anterior.

As aquisições de óleo de palma pela China atingiram 550,5 mil toneladas, volume 14,8% superior em relação ao importado um ano antes. No primeiro trimestre do ano, a importação da commodity registrou avanço de 30,3% ante igual intervalo do ano anterior, alcançando 1,721 milhão de toneladas.

Fonte: Dow Jones Newswires
Texto extraído do portal Broadcast Agro
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
16/08/19 - Milho: Cotações seguem caminho de alta em Chicago nesta sexta-feira
  - Dólar opera em queda com cena externa positiva
  - Soja sobe em Chicago nesta 6ª e ainda divide atenção entre nova safra e política
  - Índices da China terminam semana em alta com impulso de consumo
  - Soja: Com vendas de mais de 3 mi de t nas últimas duas semanas, preços seguem fortes
  - Soja em Chicago ainda pode recuar 10 cents no curto prazo, mas deve encontrar piso em US$
  8,60/bushel por indefinição da safra
  - Milho: Após três dias com fortes baixas, Bolsa de Chicago registra leves ganhos nesta quinta
  - China consegue se manter somente com soja da América do Sul no 4º tri, diz analista
  - China disputa soja do Brasil com processadores locais; preços sobem 10% no mês
15/08/19 - China já comprou 20 navios de soja do Brasil somente nesta semana
  - Milho: Leves altas seguem na Bolsa de Chicago nesta quinta-feira
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Commodities/China: importação de soja e trigo recua em março; de milho aumenta
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário: