UDOP - União Nacional da Bioenergia
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Economia Aumentar a letra    Diminuir a letra
Acordo com a Coreia do Sul pode trazer ganhos de US$ 12,5 bi para o agro brasileiro  

22/05/2019 - A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) debateu nesta terça-feira (21), no Seminário de Cooperação Econômica Brasil - Coreia do Sul, em São Paulo (SP), as oportunidades de comércio a partir de um acordo de livre comércio entre Mercosul e o país asiático, que podem gerar um incremento de US$ 12,5 bilhões na balança comercial em exportações para o agro brasileiro.

Segundo a coordenadora de Relações Internacionais da CNA, Camila Sande, as negociações entre o bloco da América do Sul e os coreanos têm boas chances de serem concluídas em 2020. "É preciso que agora se aumente a cooperação entre as forças produtivas. A Coreia teve uma corrente de comércio de US$ 1 trilhão no ano passado. O Brasil precisa estar mais presente nessas trocas", ressaltou.

Ela explicou que a Coreia do Sul tem 16 acordos de livre comércio com 57 países e acrescentou que o país asiático quer incentivar o maior acesso do Brasil às cadeias de valores globais. No entanto, ressaltou Sande, há desafios para o Brasil obter ganhos reais com o acordo, como as questões regulatórias, que precisam ser mais harmônicas entre as duas partes, além de questões tarifárias.

"Uma boa notícia é que haverá um grupo de trabalho paralelo em temas regulatórios ao longo das negociações. O Brasil pode ganhar muito com a Coreia nas exportações de proteínas animais, cereais e lácteos. As reduções tarifárias, entretanto, precisam vir alinhadas com a negociação de acordos sanitários e fitossanitários. O Brasil precisa correr atrás do prejuízo, pois a Coreia do Sul já tem acordos com os principais concorrentes do Agro brasileiro", alertou a coordenadora.

João Rossi, coordenador- geral de Negociações Extrarregionais do Departamento de Negociações Internacionais do Ministério da Economia, enfatizou que a aceleração das negociações comerciais com a Coreia do Sul é um dos pilares da política de abertura comercial do novo governo. A próxima rodada de negociações será em julho de 2019 e as expectativas são de avanços significativos.

Fonte: Datagro
Texto extraído do portal Universoagro
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
20/09/19 - UBS corta previsão de Selic para final de 2019 a 4,75%
  - Ibovespa avança na abertura com exterior benigno
19/09/19 - Bovespa opera em alta nesta quinta-feira
  - Seguro rural/Agricultura: norte e nordeste terão R$ 20 milhões até outubro
  - Mercado brasileiro de soja tem preços estáveis e ritmo reduzido de negócios nesta 4ª
13/09/19 - Ônibus movidos a biogás e biodiesel já circulam em cidade norueguesa
05/09/19 - Com 14 usinas, MT é o 2º maior produtor de biodiesel do país
02/09/19 - Portaria do Mapa possibilita a inclusão de 40 mil agricultores familiares na cadeia produtiva do
  biodiesel
27/08/19 - Preço do biodiesel dispara e pode elevar diesel nas bombas
20/08/19 - Leilão de Biodiesel do Brasil negocia 1,139 bi litros, diz ANP
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Acordo com a Coreia do Sul pode trazer ganhos de US$ 12,5 bi para o agro brasileiro
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário: