Quinta-feira, 20 de junho de 2019
:
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Economia Aumentar a letra    Diminuir a letra
Previsão de chuva nos EUA e aumento da produção de etanol fortalecem altas do milho em Chicago  

23/05/2019 - A valorização continua presente na Bolsa de Chicago (CBOT) para os preços internacionais do milho futuro nesta quinta-feira (23). As principais cotações registravam altas entre 3,25 e 3,75 pontos por volta das 11h58 (horário de Brasília).

O vencimento julho/19 era cotado à US$ 3,98, o setembro/19 valia US$ 4,07 e o dezembro/19 era negociado por US$ 4,16.

Segundo análise de Tony Dreibus da Successful Farming, os preços se mantem em alta já que o clima severo pode levar a inundações em partes das planícies do sul dos Estados Unidos. Chuvas e tempestades são esperadas na região hoje durante o dia e à noite, disse o Serviço Nacional de Meteorologia. A inundação está na previsão em algumas áreas, junto com a grande granizo em outras.

Outro ponto apontado pelo analista é a produção de etanol, nos sete dias que terminaram em 17 de maio, que saltou para o nível mais alto em quase nove meses. Os estoques também subiram.

A produção na semana passada foi reportada em uma média de 1,071 milhão de barris por dia, ante 1,051 milhão na semana anterior e a maior desde os sete dias que terminaram em 31 de agosto, de acordo com a Energy Information Administration.


B3

A bolsa brasileira segue essa mesma tendência com valorizações para os futuros de milho. As principais cotações registravam altas entre 0,58% e 1,04% por volta das 12h22 (horário de Brasília).

O vencimento julho/19 era cotado à R$ 34,90, o setembro/19 valia R$ 35,70 e o dezembro/19 era negociado por R$ 37,37.

A Agrifatto Consultoria destaca que os preços futuros operam em campo positivo com o milho, o trigo e a soja subindo na bolsa de Chicago. Além disso, o dólar também volta a subir após fechar em valores mais baixos no pregão da véspera.

"Neste ambiente de riscos, espera-se que o clima nos EUA continue gerando volatilidade e sustentando os preços futuros, fazendo com que o milho na B3 também passa por reajustes positivos", dizem os analsitas.

Na bolsa brasileira, os contratos registram liquidez ampliada no início do pregão, com o contrato para setembro/19 precificando no maior valor desde o final de setembro do ano passado.

"Vale destacar que a colheita está em seu início, e os bons rendimentos das lavouras devem esfriar a pressão positiva neste primeiro momento. Mas no médio/longo prazo, a demanda aquecida, o dólar em alta e a possível queda de produção nos EUA devem gerar sustentação às cotações", afirma a Agrifatto.

Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
19/06/19 - Dólar opera em alta em dia de decisão do Fed e Copom
  - Quarta-feira começa com milho desvalorizado na Bolsa de Chicago
  - Preços do milho sobem no mercado internacional
  - Soja trabalha com estabilidade em Chicago nesta 4ª e se posiciona para números da área nos EUA
  - Fed deve manter juros apesar de perspectiva do mercado e exigências de Trump
  - Argentina: chuvas atrapalham plantio de trigo e colheita de soja e milho
  - Indústria defende rota tecnológica do etanol para o futuro da mobilidade no Brasil
  - Etanol/EUA: produção recua 1,36% na semana, para 1,081 mi de barris/dia
  - EUA planejam novas mudanças em regras para impulsionar demanda de etanol
  - São Martinho firma protocolo para nova unidade de produção de etanol de milho
  - Contratos futuros do açúcar fecham mistos nas bolsas internacionais
  - Adiantada, colheita de milho do Brasil atinge 12,5% da área, diz Arc Mercosul
  - Cerejeiras/RO já colheu 30% do milho e produtividade está dentro do esperado
  - Colheita do milho safrinha avança para 21% no Paraná segundo o Deral
18/06/19 - Custos de produção para a safra 2019/20 de soja no MT têm alta
  - Milho abre a terça-feira em queda na Bolsa de Chicago
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Previsão de chuva nos EUA e aumento da produção de etanol fortalecem altas do milho em Chicago
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa História
• Missão, Visão e Objetivos
• Troféu da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Contatos
Institucional

• Comitês de Gestão
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Consecana
• Fórum de Implementação Tecnológica
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminário UDOP de Inovação
Imprensa

• Agência UDOP de Notícias
• Últimas Notícias
• Fórum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mídias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produção Brasileira
Serviços

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendário de Eventos
• Guia de Empresas
• Índice Pluviométrico
• Pesquisas UDOP
• Previsão do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrográficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados

POLÍTICAS DE PRIVACIDADE
Desenvolvimento:
/