UDOP - União Nacional da Bioenergia
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Combustíveis Fósseis Aumentar a letra    Diminuir a letra
Opep está perto de acordo para manter cortes de oferta, dizem Emirados Árabes  

12/06/2019 - Os membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) estão perto de atingir um acordo para prorrogar cortes de produção, disse o ministro de Energia dos Emirados Árabes Unidos na terça-feira.

Ao falar durante um fórum econômico, o ministro Suhail bin Mohammed al-Mazroui apontou que, dados os atuais estoques de petróleo, os cortes de oferta devem seguir ou serem prorrogados "ao menos até o final do ano".

A "decisão correta seria uma prorrogação", disse al-Mazroui, ressaltando que ele é a favor da continuidade dos cortes.

A Opep e produtores aliados, incluindo a Rússia, concordaram no ano passado em reduzir a produção a partir de janeiro para evitar um excesso de oferta. O acordo era reduzir a oferta em 1,2 milhão de barris por dia por seis meses, usando a produção de outubro como base.

Mas enquanto a Opep e seus aliados reduzem a produção, a produção de petróleo "shale" nos EUA continuou a crescer, e alguns analistas apontam que um crescimento econômico mais fraco vai reduzir a demanda pela commodity.

"Eu acredito que a demanda por petróleo vai continuar sólida em 2020", afirmou al-Mazroui mais tarde, nos bastidores do fórum.

A Opep tem uma reunião agendada atualmente para 25 de junho, que deverá ser seguida por conversas com seus aliados, liderados pela Rússia, em 26 de junho. A Rússia, no entanto, sugeriu mudar a reunião para dias 3 e 4 de julho, um pedido que teve apoio da Arábia Saudita, segundo fontes no grupo disseram anteriormente à Reuters.

O ministro iraniano do petróleo, Bijan Zanganeh, em uma carta vista pela Reuters, disse que não concorda com a proposta da Opep de reagendar o próximo encontro para julho.

"Nós estamos trabalhando as datas", disse al-Mazroui a jornalistas, enfatizando que não tem uma preferência por junho ou julho.

Allison Lampert
Fonte: Reuters
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
13/09/19 - Barclays reduz projeção de preço do petróleo por fatores macroeconômicos baixistas
  - BP estuda desinvestimentos em petróleo para reduzir emissões
  - Arábia Saudita pede respeito à redução da produção de petróleo
  - Petróleo atrai investidores em leilão inovador
  - Preços do petróleo caem 1% com dúvidas sobre acordo EUA-China e negociações da Opep
12/09/19 - Ministro de Minas e Energia destaca preço do diesel menor que no ano passado
  - Opep tem acordo para que Iraque e Nigéria cortem produção de petróleo
  - Opep diz que cumprimento de cortes na oferta de petróleo foi de 136% em agosto
  - AIE mantém previsão de alta na demanda global por petróleo em 2019
11/09/19 - Opep+ pode discutir cortes mais profundos na quinta-feira, diz ministro do Iraque
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Opep está perto de acordo para manter cortes de oferta, dizem Emirados Árabes
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário: