UDOP - União Nacional da Bioenergia
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Diversas Aumentar a letra    Diminuir a letra
Produção de milho em 2018/2019 beneficia indústria, mas preço deve subir, avalia BTG  

14/06/2019 - A produção recorde de milho no Brasil na safra 2018/2019 é positiva para a indústria de carne suína e de frango, como a BRF e a Seara, em um primeiro momento, avalia o BTG. A maior oferta, no entanto, não é garantia de suprimento a preços atrativos em um cenário mais longo, ressalva o banco. É que hoje os preços do milho no mercado doméstico estão abaixo da paridade de exportação, mas os embarques do produto nacional estão aquecidos e, se os futuros na Bolsa de Chicago (CBOT) subirem, como o banco prevê, as cotações por aqui devem acompanhar.

Mesmo assim, o BTG ainda tem visão positiva para o setor, e acredita que o ciclo positivo da proteína e os efeitos da peste suína africana possam mitigar o possível aumento de custos. A análise está em relatório publicado por Thiago Duarte, Pedro Soares e Henrique Brustolin.

O relatório mensal de oferta e demanda publicado na terça-feira pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) leva o BTG a estimar que os preços do milho na CBOT possam subir para até US$ 4,55/bushel, ou 7% acima dos níveis atuais.


Algodão

No mesmo relatório, o BTG analisa o cenário para o algodão. A perspectiva para os preços é baixista, pois a alta produção na Índia deve elevar os estoques iniciais. A baixa demanda da China e a queda recente nos preços do petróleo também contribuem para puxar para baixo os preços da pluma.

13/06/19
Fonte: Estadão Conteúdo
Texto extraído da revista Notícias Agrícolas
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
14/10/19 - Governo projeta safra recorde de grãos no Brasil
  - Plantio da soja está atrasado no Paraná, mas expectativa é de safra maior
  - Soja/MT: plantio atinge 16,35% da área previta e segue com atraso, diz Imea
  - Plantio de soja 2019/20 de MT chega a 16,35% da área prevista, diz Imea
  - Milho: Semana começa com leves quedas na Bolsa de Chicago
  - Milho: Produtor continua retraído e preço, em alta
11/10/19 - Plantio de soja do Brasil segue atrasado com clima adverso, diz Arc
  - Clima segue pressionando e milho dispara em Chicago
  - Milho abre a sexta com alta em Chicago, se reajustando após grandes perdas de ontem
  - Plantio da safra 2019/20 de milho no RS alcança 58% da área
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Produção de milho em 2018/2019 beneficia indústria, mas preço deve subir, avalia BTG
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário: