UDOP - União Nacional da Bioenergia
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Economia Aumentar a letra    Diminuir a letra
Soja: Clima nos EUA pesa e mercado perde mais de 13 pts em Chicago nesta 2ª  

23/07/2019 - As previsões de melhora no clima dos Estados Unidos para os próximos dias pressionaram as cotações dos grãos neste início de semana e os preços da soja terminaram o pregão desta segunda-feira (22) com baixas de mais de 13 pontos na Bolsa de Chicago. O vencimento agosto ficou em US$ 8,88, enquanto o novembro encerrou as operações com US$ 9,05 por bushel.

Além das previsões de condições melhores no Meio-Oeste americano, as especulações do mercado sobre o estado das lavouras norte-americanas ajudou, segundo analistas e consultores, a intensificar a pressão sobre os preços neste início de semana.

O consultor Al Kluis, da Kluis Advisors, ao portal norte-americano Agriculture.com, concorda com as expectativas da Allendale. "O relatório do USDA irá trazer uma manutenção ou uma leve alta de 1% nos índices. A safra norte-americana tem cerca de duas semanas de atraso em relação ao desenvolvimento normal e pode ser que agosto somente 50% do milho esteja em fase de pendoamento", diz.

Para Kluis, as previsões de curto prazo indicando temperaturas normais e algumas chuvas são as condições das quais o milho precisa neste momento.

Por outro lado, Bryce Knorr acredita que os números desta segunda-feira poderiam ter uma baixa. O analista sênior do Farm Futures aposta em 52% para a soja e 57% para o milho quando o assunto são lavouras em boas ou excelentes condições.

Também no radar dos traders o desenvolvimento das conversas entre China e Estados Unidos e as especulações de que a nação asiática estaria se preparando para uma nova rodada de compras de soja no mercado norte-americano. Os volumes poderiam ficar entre 3,8 e 6 milhões de toneladas.

Segundo informações da agência internacional de notícias Bloomberg, autoridades do governo chinês estariam em conversas com estatais e empresas privadas para traçar um possível plano para ampliar suas aquisições da oleaginosa americana.

Uma delegação dos EUA, liderada por Robert Lighthizer, representante do comércio, e Steve Mnuchin, secretário do Tesouro americano, deverão viajar à China na próxima semana e realizar o primeiro encontro pessoal entre líderes das duas nações desde a reunião de Xi e Trump no G20. O vice-premier Liu He, braço direito do presidente quando o assunto é economia, deverá liderar o time da nação asiática.

"No quesito político, a especulação possui mais perguntas do que respostas sobre a relação EUA e China. Boatos na sexta-feira, 19, diziam que importadoras estatais chinesas deveriam adicionar novas compras de produtos agrícolas estadunidenses, durante o fim de semana. Entretanto, nenhum sinal
de vendas foi confirmado por nossos contatos comerciais nos portos dos EUA", dizem os analistas de mercado da ARC Mercosul.


Mercado brasileiro

Com apenas algumas exceções, os preços da soja recuaram no interior e portos do Brasil, acompanhando as perdas intensas na Bolsa de Chicago e mais a baixa do dólar frente ao real nesta segunda-feira.

Em algumas praças do interior, os indicativos chegaram a perder até 3,17% - como o produto disponível em Sorriso/MT - ou 4,29% em Brasília/DF, para terminarem o dia com R$ 61,00 e R$ 67,00 por saca, respectivamente. Por outro lado, em algumas praças do Sul do país as referências chegaram a subir mais de 1%, na contramão do restante do mercado e diante de uma demanda um pouco mais intensa.

Nos portos, as perdas variaram de 0,64% a 1,89%. Em Paranaguá, o produto disponível tem R$ 78,00 por saca e para agosto, R$ 78,50. Já em Rio Grande, R$ 77,60 e R$ 78,00, respectivamente.

Diante disso, os negócios seguem lentos no mercado brasileiro, com o produtor segurando novas vendas e esperando por melhores oportunidades de comercialização.

22/07/19
Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
22/08/19 - Milho: quinta-feira começa com leves ganhos na Bolsa de Chicago
  - Dólar ronda estabilidade ante real de olho em Fed
  - Chicago: Soja trabalha com estabilidade nesta 5ª à espera de dados da safra dos EUA
  - USDA informa venda de 328 mil t de milho para o México
  - Soja: Portos têm referências de até R$ 88/saca com fortalecimento dos prêmios no BR
  - Conab: produção de soja, milho, algodão e arroz deve crescer 3,6% até 2020
  - Soja: Brasil teria apenas mais 2 mi de t para exportação e negócios seguem fluindo
21/08/19 - Soja/Imea: esmagamento em MT tem leve alta em julho, para 836 mil toneladas
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Soja: Clima nos EUA pesa e mercado perde mais de 13 pts em Chicago nesta 2ª
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário: