UDOP - União Nacional da Bioenergia
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Economia Aumentar a letra    Diminuir a letra
Milho: Expectativa de clima bom no EUA derruba cotações em Chicago  

23/07/2019 - A segunda-feira (22) se encerra com desvalorizações nos preços internacionais do milho futuro na Bolsa de Chicago (CBOT). As principais cotações registraram quedas entre 7,50 e 9,00 pontos.

O vencimento setembro/19 foi cotado à US$ 4,22, com queda de 8,50 pontos, o dezembro/19 valeu US$ 4,26 com baixa de 9,00 pontos e o março/20 foi negociado por US$ 4,35 após desvalorização de 8,25 pontos.

Com relação ao fechamento do mercado da última sexta-feira (19), o setembro/19 caiu 1,86% e o dezembro/19 baixou 2,07%.

Segundo informações da Agência Reuters, os contratos futuros de milho de Chicago recuaram nesta segunda-feira, com as esperanças de queda nas compras chinesas e as previsões de temperaturas mais baixas no Meio-Oeste dos Estados Unidos diminuindo as preocupações com a perda de produtividade.

As temperaturas estão começando a esfriar em grande parte do Cinturão de Milho depois que tempestades e calor extremo no fim de semana ameaçaram conter a produção de milho dos EUA, aponta o Commodity Weather Group.

?Os comerciantes também estão aguardando o relatório semanal de progresso de safra do Departamento de Agricultura dos EUA. As expectativas são de que o número de áreas em boas ou excelentes condições permaneça sem alteração com relação ao da semana passada?, diz Barbara Smith da Reuters Chicago.


Mercado Interno

Já no mercado físico brasileiro, a semana começa com as cotações permanecendo sem movimentações, em sua maioria. Em levantamento realizado pela equipe do Notícias Agrícolas, a única praça que apresentou valorização foi Brasília/DF (3,45% e preço de R$ 30,00).

As desvalorizações foram percebidas em Campinas/SP (1,29% e preço de R$ 37,43), Assis/SP (1,59% e preço de R$ 31,00), Dourados/MS (1,64% e preço de R$ 30,00), Pato Branco/PR (1,68% e preço de R$ 29,20), Londrina/PR e Ubiratã/PR (1,79% e preço de R$ 27,50), Sorriso/MT balcão (4,35% e preço de R$ 22,00) e Sorriso/MT disponível (8,33% e preço de R$ 22,00).

Segundo a Agrifatto Consultoria, ?o mercado físico segue com fluxo baixo (apenas entregas das negociações do início da safrinha), com agentes observando os preços de porto para tentar balizar os preços. Estes, por sua vez, voltaram a operar em ambiente baixista, dado recuo representativo em Chicago, da taxa de câmbio e dos prêmios?.

Ainda nesta segunda-feira, o Cepea divulgou que ?com o avanço da colheita, a perspectiva de alta disponibilidade de milho nas próximas semanas tem pressionado as cotações no mercado interno desde o início de julho. Apesar de os preços externos também estarem em queda, a movimentação nos portos brasileiros voltou a aumentar nos últimos dias, influenciada pela competitividade e pela disponibilidade do cereal brasileiro?.

Em Campinas (SP), região referência para o Indicador ESALQ/BM&FBovespa, novamente compradores se mantiveram afastados na maior parte da semana. O Indicador fechou a R$ 36,88/saca de 60 kg, na sexta-feira, 19, queda de 0,9% frente ao do dia 12.

Já no que diz respeito a colheita brasileira, a AgRural divulgou em comunicado que 67% da área plantada na região centro-sul já foi colhida, ante 36% no mesmo período do ano passado.

22/07/19
Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
22/08/19 - Soja/USDA: EUA vendem 25,9 mil toneladas da safra 2018/19 na semana
  - Milho/USDA: EUA vendem 119,3 mil t da safra 2018/19 na semana
  - Milho: quinta-feira começa com leves ganhos na Bolsa de Chicago
  - Dólar ronda estabilidade ante real de olho em Fed
  - Chicago: Soja trabalha com estabilidade nesta 5ª à espera de dados da safra dos EUA
  - Conab: produção de soja, milho, algodão e arroz deve crescer 3,6% até 2020
  - Soja: Portos têm referências de até R$ 88/saca com fortalecimento dos prêmios no BR
  - Milho: piora no poder de compra do pecuarista em agosto
  - USDA informa venda de 328 mil t de milho para o México
21/08/19 - Milho/EUA: exportadores relatam vendas de 328 mil toneladas para o México
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Milho: Expectativa de clima bom no EUA derruba cotações em Chicago
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário: