UDOP - União Nacional da Bioenergia

FALTAM APENAS

DIAS

HORAS

MINUTOS

SEGUNDOS

PARA O EVENTO MAIS INOVADOR DO SETOR

FALTAM APENAS

DIAS

HORAS

MINUTOS

SEGUNDOS

PARA O EVENTO MAIS INOVADOR DO SETOR

EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Combustíveis Fósseis Aumentar a letra    Diminuir a letra
11 países europeus querem matar diesel e gasolina em 2030  

08/10/2019 - A Dinamarca e 10 outros países europeus então a pressionar Bruxelas para permitir a proibição da venda de carros a gasolina e diesel já a partir de 2030. Ou seja, 20 antes mais cedo do que previsto.

A União Europeia determinou que as emissões de CO2 deveriam ser reduzidas em 40% em 2030, para 2050 ser o ano em que o continente atingiria a neutralidade em carbono. Entre as fontes emissoras de dióxido de carbono, o sector dos transportes é o único que tem subido nos últimos anos, o que desde logo o coloca sob o olhar atento da Comissão Europeia e deste conjunto de países.

A proposta da Dinamarca, apoiada por mais 10 países europeus, consiste num plano A, em que a própria Comissão decide antecipar e banir os veículos com motores a combustão em 2030, com o plano B a permitir a cada país fixar os seus próprios objectivos nesta matéria ambiental, o que passará pela proibição dentro de uma década. Pelo menos, nestas 11 nações.

Acredita o ministro do Clima e Energia dinamarquês, Dan Jorgensen, que depois de um grupo de países antecipar a proibição, não faltarão outros que se queiram juntar a esta tomada de posição. E esta não é a primeira vez que a Dinamarca tenta banir os motores de combustão mais cedo. Em Outubro de 2018, o Governo anunciou que decidiu banir o comércio de motores poluentes em 2030, mas teve de voltar atrás passados uns dias, por a medida violar as regras da União.

Além de atacar a vendas de carros novos com motor de combustão, a Dinamarca aproveitou para sugerir ainda à Comissão que cessasse a venda de carros usados a combustíveis fósseis aos países de Leste. O argumento é que não faz sentido ajudar os países mais ricos a livrarem-se dos seus veículos poluentes, em prejuízo da região mais pobre a Leste. Resta aguardar a resposta da nova presidente da Comissão, Ursula von der Leyen.

07/10/19
Alfredo Lavrador
Fonte: O Observador
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
04/11/19 - Gasolina sobe nos postos após duas semanas de baixa, diz ANP; diesel também avança
  - Petrobras confirma redução de cerca de 3% no diesel nas refinarias
01/11/19 - Venda de gasolina e combustível via aplicativo é ilegal, diz ANP
  - Petrobras reduz preço do diesel nas refinarias, diz FCStone
28/10/19 - Cofco expande capacidade em etanol no Brasil; vê preços do açúcar pressionados
25/10/19 - Petrobras reduz preço do diesel nas refinarias
22/10/19 - ANP vai regulamentar uso de diesel renovável no mercado brasileiro
  - Petrobras completa 1 mês sem reajustar diesel, maior período de estabilidade em 1 ano
21/10/19 - ANP: gasolina sobe em 13 estados e no DF, mas valor médio cai 0,07% no país
14/10/19 - ANP: gasolina sobe em 17 estados; valor médio avança 0,21% no país
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
11 países europeus querem matar diesel e gasolina em 2030
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário: