UDOP - União Nacional da Bioenergia

FALTAM APENAS

DIAS

HORAS

MINUTOS

SEGUNDOS

PARA O EVENTO MAIS INOVADOR DO SETOR

FALTAM APENAS

DIAS

HORAS

MINUTOS

SEGUNDOS

PARA O EVENTO MAIS INOVADOR DO SETOR

EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Diversas Aumentar a letra    Diminuir a letra
GM quer transportar carros por ferrovias  

08/10/2019 - A General Motors avalia investir em parcerias com diferentes grupos empresariais para diversificar a forma de transportar veículos exportados do Brasil para a América do Sul. Opções ao sistema rodoviário, como os modais ferroviário, fluvial e cabotagem, estão nos planos da empresa para reduzir custo logístico e melhorar a competitividade no mercado externo.

Outros dois pilares são a melhora da produtividade local e a redução da carga tributária. Nesse caso, estão adiantadas discussões com o governo para aumento da alíquota do Reintegra (programa de incentivo à exportação) de 0,1% para 5%.

Atualmente, a GM brasileira exporta 30 mil veículos por ano para países da região (excluindo a Argentina) e acredita ser possível atingir 150 mil a 180 mil unidades anuais, ou seja, cinco a seis vezes mais. "Desenvolver um sistema multimodal de transporte é fundamental, pois com o custo logístico atual, é difícil competir para exportar", diz o presidente da empresa na América do Sul, Carlos Zarlenga.

Ele ainda não dá detalhes de como estão os estudos, mas ressalta ser possível, por exemplo, desenvolver o transporte ferroviário, "como tem feito a Vale". Segundo ele, a "GM não está sozinha" no projeto, que não seria só para exportação de veículos, mas de vários outros produtos.

O governo também participará das discussões. Uma possibilidade não citada por ele seria a parceria com empresas concessionárias que já operam trechos ferroviários ou cabotagem.

Zarlenga informa que o grupo GM é líder de vendas na região que contempla Colômbia, Equador, Chile, Peru, Bolívia, Paraguai e Uruguai há 18 anos. Porém, apenas 17% das vendas da marca são de veículos fabricados no Brasil. A maior parte é exportada por países como México, China e Coreia do Sul, "todos bem longe da região, mas com vantagens de custo".

Sete carros em 2020. Zarlenga diz que os veículos que serão lançados no País entre 2020 e 2024, dentro do plano de investimento de R$ 10 bilhões anunciado em março, serão todos voltados também à exportação. "Com o novo portfólio e preços competitivos essa participação nas vendas na região poderá chegar a 80% de carros produzidos localmente", diz.

A GM tem 30 lançamentos previstos até 2024, sendo 11 neste ano. Para 2020, serão sete novos carros, adianta Zarlenga.

Dos projetos previstos para este ano, nove já foram lançados, entre os quais a nova geração do Onix, que começou a chegar às lojas há duas semanas na versão sedã. O modelo é líder de vendas no País há quatro anos.

Outra novidade é o elétrico Bolt, cujas vendas começam neste mês a R$ 175 mil, valor que inclui o carregador de bateria e sua instalação. O modelo, importado dos Estados Unidos, tem autonomia de 400 km.

Se a fábrica de Gravataí (RS) opera a todo vapor com o novo Onix, o mesmo não ocorre em São Caetano do Sul (SP), que tinha boa parte de sua produção exportada para a Argentina, reduzidas drasticamente neste ano em razão de uma crise cambial. Zarlenga avalia com o Sindicato dos Metalúrgicos medidas para lidar com a ociosidade na fábrica.

02/10/19
Fonte: O Estado de S. Paulo
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
19/11/19 - "Ninguém quer mais abrir mão dessa autonomia dada pelo carro flex", afirma Erwin Franieck
13/11/19 - Volvo planeja instalar 500 pontos de recarga para carros elétricos no Brasil
  - Ferrovia Norte-Sul começa a operar até início de 2022, diz Rumo
07/11/19 - Logística é preocupação da Plural no Renovabio
04/11/19 - Merkel quer Alemanha com 1 milhão de pontos de carregamento de carros elétricos até 2030
01/11/19 - Venda de veículos novos em outubro sobe ante setembro, diz Fenabrave
  - Toyota Corolla híbrido: primeiras impressões
  - Transporte mais barato para o agro
31/10/19 - Aumento de 10% nas vendas de veículos novos em setembro chama atenção
28/10/19 - Morgan Stanley lista ações que ganharão com mudança climática
  - Accord será o 1º híbrido da Honda vendido no Brasil
23/10/19 - Negociações com UE podem ser alternativa às tarifas sobre automóveis, diz Ross ao Financial Times
  - Toyota mira idosos e lança seu primeiro carro 100% elétrico
22/10/19 - Corrente de comércio atinge US$ 7,813 bi na 3a. semana de outubro
21/10/19 - Logística é o principal entrave para a produção agropecuária em MT, dizem especialistas e produtores
03/10/19 - Câmara avança em nova lei para concessões e parcerias
29/08/19 - Ferrovia precisa de R$ 2,2 bilhões para subir de patamar
15/08/19 - Desestatização: Ato prevê portos, aeroportos, rodovias, ferrovias e hidrovias
24/06/19 - Governo quer conectar ferrovia Vitória a Minas ao porto do Açu, diz ministro
21/06/19 - Ferrovia leva ao porto primeira carga de açúcar de acordo de 1 mi de toneladas
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
GM quer transportar carros por ferrovias
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário: