FALTAM APENAS

DIAS

HORAS

MINUTOS

SEGUNDOS

PARA O EVENTO MAIS INOVADOR DO SETOR

FALTAM APENAS

DIAS

HORAS

MINUTOS

SEGUNDOS

PARA O EVENTO MAIS INOVADOR DO SETOR

Facebook
Instagram
Linkedin
Twitter
Youtube
Fale Conosco
Açúcar: contratos futuros iniciam a semana em alta no mercado internacional
Publicado em 15/10/2019 às 08h55
Foto Notícia
Nesta segunda-feira (14), os contratos do açúcar bruto, negociados na bolsa de Nova York avançaram. O lote para março/20 fechou em 12,52 centavos de dólar por libra-peso, alta de 11 pontos. O vencimento para maio/20 foi firmado em 12.61 centavos de dólar por libra-peso, alta de 10 pontos. Os demais vencimentos valorizaram entre 1 e 6 pontos.

Em Londres, o açúcar branco também subiu. Os contratos com vencimento para dezembro/19 encerraram o dia em US$ 345,20 a tonelada, alta de 5,30 dólares. O lote para março/20 foi firmado em US$ 341,40 a tonelada, valorização de 3,60 dólares. Os demais lotes subiram entre 3 e 3,50 dólares.

De acordo com publicação da Reuters, a valorização foi apoiada pelas "preocupações a respeito de um aperto na oferta sendo ampliadas por uma alta no prêmio de curto prazo no mercado do açúcar branco".

A publicação trouxe ainda dados do relatório trimestral do JP Morgan, que manteve um panorama altista, com a projeção de um déficit de 6,4 milhões de toneladas em 2019/20 representando oferta apertada. "A permanente fraqueza do preço do açúcar ao longo dos últimos dois anos enviou um sinal muito forte aos produtores, que estão atualmente reduzindo a produção e a capacidade produtiva de longo prazo. Os valores precisam subir para conter o fluxo de novas perdas de produção", disse o banco de investimentos.


Mercado doméstico

Em São Paulo, os preços do açúcar subiram 0,11% nesta segunda-feira, em comparação aos preços praticados na sexta-feira. Segundo o indicador do Cepea/Esalq, da USP, a saca de 50 quilos do tipo cristal foi vendida a R$ 65,03.


Etanol hidratado

O indicador diário do etanol hidratado, medido pela Esalq/BM&FBovespa Posto Paulínia, valorizou, fechando cotado a R$ 1.869,00 o metro cúbico, alta de 0,05% no comparativo com a sexta-feira.
Rafaela Giomo
Fonte: Agência UDOP de Notícias
Copyright© 2008 - UDOP.
Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução, desde que citada a fonte.
Mais Lidas