Facebook
Instagram
Linkedin
Twitter
Youtube
Fale Conosco
Potencial de investimento em bioenergia é apresentado pela UDOP a investidores da Espanha
Publicado em 31/01/2020 às 11h10
Foto Notícia
Os potenciais de investimento sustentáveis em bioenergia no Brasil foram apresentados ontem (30), pelo presidente da UDOP e vice-presidente de Relações Institucionais e Sustentabilidade do Grupo Atvos, Amaury Pekelman a empresários e investidores espanhóis que acompanharam o Seminário "Energia no Brasil: as oportunidades de investimento no país líder em renováveis", realizado em Madri.

O evento, promovido pela Embaixada do Brasil na Espanha, com apoio do Departamento de Promoção de Energia, Recursos Naturais e Infraestrutura do Ministério de Relações Exteriores e em coordenação com a Fundação Conselho Espanha Brasil, recebeu mais de 50 investidores espanhóis que se interessaram muito nas potencialidades brasileiras para a geração de bioenergia.

"Em encontros bilaterais e mesmo durante as apresentações, os presentes se mostraram muito entusiasmados com as possibilidades de investimentos e com o potencial de geração de energias renováveis no Brasil. Acredito que cumprimos nosso papel aqui, em Madri, de vendermos as externalidades positivas, principalmente na área ambiental, que tanto prezamos em nossas usinas aí no Brasil", destacou Pekelman.

O objetivo do evento, segundo o Itamaraty, era divulgar oportunidades de investimento nos leilões de transmissão e geração de energia no Brasil, bem como no setor de bioenergia, com discussões sobre o funcionamento dos mercados elétricos no Brasil e na Espanha, além do papel estratégico de todos os tipos de biocombustíveis na matriz energética brasileira. Um dos pontos fortes do evento foram as apresentações sobre o RenovaBio, cujo tema também foi abordado pelo presidente da UDOP.


Relacionamento consolidado

Com mais de 5.000 empresas no Brasil, a Espanha é o terceiro maior investidor do país. "Queremos que essa colaboração seja maior e, no setor de biocombustíveis, acreditamos que possa ser", destacou Amaury Pekelman em entrevista à imprensa espanhola.

"O Brasil oferece grandes oportunidades. O país tem o que os outros gostariam de ter: um excesso de recursos", concluiu o diretor geral da Casa América, Antonio Pérez-Hernández, em entrevista ao jornal Innova Spain.

Além de Pekelman a comitiva brasileira foi composta por importante nomes do setor de energia do Brasil, como Marlon Arraes Jardim Leal, coordenador geral de etanol do Departamento de Biocombustíveis do Ministério de Minas e Energia; André Pepitone da Nóbrega, diretor geral da Agência Nacional de Energia Elétrica do Brasil; Thiago Ivanoski Teixeira, Superintendente de Projetos de Geração na Empresa de Pesquisa Energética (EPE); Clarissa Maria Forecchi Gloria, Vice-Chefe da Divisão de Promoção de Energia, Ministério das Relações Exteriores do Brasil; Rachel Martins Henriques, consultora da Superintendência de Derivados de Petróleo e Biocombustíveis da EPE; dentre outros.
Rogério Mian
Fonte: Agência UDOP de Notícias
Copyright© 2008 - UDOP.
Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução, desde que citada a fonte.