Facebook
Instagram
Linkedin
Twitter
Youtube
Fale Conosco
Home Office - Distante somos mais fortes
Publicado em 20/03/2020 às 14h09
Foto Notícia
O Covid -- 19 veio arrasador para nos tirar do conforto e nos colocar no desespero como indivíduos, como cidadãos e colocar à prova, a Cidadania Corporativa. As empresas estão se mostrando cidadãs por meio de ações sociais, e as pequenas e médias empresas merecem atenção especial, não podem quebrar.

Nós executivos no home office ou flex work, o que fazer com a mão de obra da manufatura, da extração e de outras atividades que exigem a presença física? - Exercer as orientações das instituições e autoridades da saúde.

Não foi um Home Office planejado, foi emergencial que impactou não somente a mim, mas a todos do escritório.

A prática é velha, a forma foi inesperada. Foi e está sendo uma nova experiência para todos, mas o planejamento mesmo emergencial é a prática mais antiga e mais segura para fazer tudo dar certo, e está dando.

Quatro fatores que ajudam a dar certo o Home Office.

1. Disponibilidade de Notes e Mobiles

Ter note books para todos, e disponibilizar também para aqueles que trabalham com desktop, e assim todos estarão na mesma condição de igualdade. Outro fator é instalar nos equipamentos, notebook ou celular, ferramentas de comunicação, como Skype for Business, Face Time, Zoom Meetings, e outros de maior abrangência corporativa como o Office 365, ou G-Suíte (Hangousts Meet).

Aplicativos de acessos aos ERPs são muito importantes, lembrando de ativar os acessos compatíveis com a função.

2. Processos

Quando os processos estão bem definidos e todos possuem domínio, as atividades no home office fluem mais facilmente e o entendimento entre as atribuições ficam mais estabelecidas. Mas com certeza, nessa situação emergencial vai travar alguma parte do processo: É o pagamento, é a liberação da requisição de compras e muitos outros. A solução é acionar o patrono de cada processo, e diálogo para cada entrave ocorrido. Não esquecer e obedecer às alçadas de competências dos sistemas que regem os processos.

3. Segurança da Informação

Esse ponto é o de maior risco para as empresas. A utilização de redes não protegidas para a conexão com os dados e arquivos digitais, trazem a vulnerabilidade.

Preocupação com os "firewalls", dispositivos de segurança de rede, para assegurar a navegação via internet com privacidade e segurança.

4. Disciplina das Pessoas

A depender do perfil você pode trabalhar demais ou de menos. O importante é o equilíbrio. Existe a tendência de haver excessos a depender do tipo de atividade, principalmente as criativas e que demandam concentração -- peguei o ritmo e o pique, só paro quando concluir... essa é a frase mais ouvida para cometer a extrapolação de horário.

Com a liberalidade do "dress code" nas empresas, no home office pode haver uma quebra total dos parâmetros, o que deve ser evitado, para não haver constrangimentos na inesperada vídeo conferência.

A disciplina deve ser estabelecida considerando os parâmetros adotados pela empresa, e esses devem ser claros e explícitos para todos.

Home Office veio para ficar e depois da pandemia do Coronavírus, a relação de trabalho não será mais a mesma.

Vamos lutar para conter o avanço e controlar o Covid 19.

Distantes, somos mais fortes.
Genésio Lemos Couto
VP de Suprimentos, TI e Comunicação na Atvos
Os artigos assinados são de responsabilidade de seus autores, não representando,
necessariamente, a opinião e os valores defendidos pela UDOP.
Últimos Artigos
Foto Articulista
MARCOS FAVA NEVES
A cana leva grande pancada
02/04/2020
Foto Articulista
ARNALDO JARDIM
Sanção da Tributação do Cbio
27/03/2020
Foto Articulista
GENÉSIO COUTO
Home Office - Distante somos mais fortes
20/03/2020
Foto Articulista
ANTONIO CESAR SALIBE
Que o canto da sereia não nos iluda novamente
18/03/2020