Facebook
Instagram
Linkedin
Twitter
Youtube
Fale Conosco
Dólar fecha em queda após superar R$5,62; exterior traz alívio
Publicado em 24/09/2020 às 17h41
O dólar teve um "respiro" e fechou em queda de mais de 1% nesta quinta-feira, com investidores atentos ao noticiário sobre mais estímulos nos Estados Unidos e aproveitando para realizar lucros depois de quatro altas seguidas da moeda.

A manhã ainda foi de pressão no câmbio, com a divisa superando a barreira de 5,60 reais e alcançando 5,625 reais (+0,67%) por volta de 10h45. Logo depois, contudo, a cotação começou a perder força, seguindo descompressão externa e após o Tesouro Nacional anunciar os lotes disponibilizados para leilão de títulos públicos.

No meio da tarde, o dólar bateu a mínima do dia, de 5,494 reais, queda de 1,68%.

No fechamento, a moeda negociada no mercado à vista caiu 1,34%, a 5,5128 reais na venda. É a maior queda percentual diária desde 1º de setembro (-1,75%).

O dólar vinha de quatro altas seguidas, nas quais acumulou ganho de 6,80%.

A divisa trocou de sinal também no exterior. O índice do dólar frente a uma cesta de importantes moedas tinha ligeira baixa de 0,06%, abandonando alta de 0,27% de mais cedo. Várias divisas emergentes deixaram quedas da manhã e passaram a subir, com destaque para o peso mexicano, que saiu de perda de 1,4% para ganho em igual magnitude no final da tarde.
Fonte: Reuters
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Mais Lidas