Facebook
Instagram
Linkedin
Twitter
Youtube
Fale Conosco
Gustavo Alvares é o novo presidente da Atvos
Publicado em 19/02/2021 às 17h30
Foto Notícia
O Conselho de Administração da Atvos, uma das maiores empresas de bioenergia do Brasil, elegeu hoje Gustavo Alvares como novo presidente da companhia. A nomeação de Gustavo marca o início de um novo ciclo para a Atvos, segunda maior produtora de etanol do país, que atualmente é controlada por uma afiliada da Lone Star Funds, uma empresa global de investimentos fundada em 1995. Nos últimos quatro anos, Gustavo atuou como managing director da Lone Star, onde se dedicou ao mercado de açúcar e etanol no Brasil e ao investimento da gestora na Atvos.

As prioridades imediatas nesse novo ciclo são o fortalecimento financeiro da companhia, a renovação e expansão dos canaviais, a maior eficiência produtiva e a geração de resultados de forma sustentável no longo prazo.

"Estou entusiasmado com as possibilidades para a Atvos nessa fase que começa agora", diz Gustavo Alvares. "Nos últimos quatro anos, acompanhei de perto a companhia e a notável capacidade de seus mais de nove mil funcionários, que souberam manter a excelência operacional da empresa mesmo num período difícil. Vamos trabalhar juntos para consolidar a Atvos como uma empresa ainda mais competitiva, lucrativa e próspera".

Gustavo Alvares é formado em administração de empresas e, nos últimos 25 anos, teve posições de destaque tanto no mercado financeiro quanto em grandes empresas.

A Atvos também anunciou mudanças em seu conselho de administração, que passa a ser formado por cinco membros com experiências complementares e com capacidade de contribuir decisivamente para a companhia. O conselho será presidido por Alex Grau, managing diretcor da Hudson Advisors, empresa de assessoria que presta serviços de gestão para a Lone Star Funds e outros fundos. Alex tem mais de quinze anos de experiência no mercado global de investimentos em private equity, tendo atuado como conselheiro em outras doze empresas. Gustavo Alvares também assume uma cadeira no conselho de administração.

Os conselheiros independentes são Julio Toledo Piza, que foi CEO da Brasil Agro e atua como consultor de agronegócios para a Mckinsey & Co. e conselheiro de Kepler Weber, Usina Santa Terezinha e Terra Santa Agro; Luciano Sfoggia, sócio da Beta Finance Consultoria e ex-CFO de empresas de capital aberto como Renner Herrmann, Calçados Azaleia, Bematech e Tigre; e Timothy Powers, ex-CEO do escritório de advocacia Haynes and Boone LLP, com ampla experiência global em assessoria no mercado financeiro e atuação recente nos conselhos das empresas American Bath Group e Work Shield.

As mudanças na governança corporativa da Atvos acontecem após a alteração na composição acionária da companhia. Em dezembro, a Lone Star consolidou o controle da Atvos, passando a trabalhar em conjunto com a Novonor, que segue como acionista minoritária. Com as alterações, Juliana Baiardi e Alexandre Perazzo deixarão, após um período de transição, respectivamente, a presidência e a vice-presidência financeira da Atvos. O cargo de CFO será acumulado de forma interina por Gustavo Alvares até que se conclua um recém-iniciado processo de recrutamento no mercado.

"Com esta etapa de governança concluída reforçamos nosso compromisso com a segurança e desenvolvimento dos profissionais que estão conosco, com nossos clientes, parceiros, credores e as comunidades onde atuamos", diz Gustavo Alvares.


Sobre a Atvos

Segunda maior produtora de etanol do país, é uma empresa de bioenergia que produz etanol, açúcar VHP e energia elétrica a partir da cana-de-açúcar. A empresa tem capacidade para produzir 3 bilhões de litros de etanol, 700 mil toneladas de açúcar VHP e 3,1 mil GWh de energia elétrica. Tem mais de 9 mil integrantes, em nove unidades agroindustriais localizadas nos estados de São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás. www.atvos.com
Fonte: Assessoria de Comunicação Atvos
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.